Resumos de Novelas

“Mulheres”: resumo de 9 a 14 de Junho

[tps_title]Ep. 8[/tps_title]

Apesar de estar aborrecido com Daniel, por este o ter deixado pendurado na noite anterior, Hélder acaba por receber o rapaz em sua casa e dizer-lhe que lhe arranjou uma produção para uma revista, com direito a fotografia de capa. Graxista, o modelo fica tão feliz que beija o cabeleireiro. O que Hélder sente por Daniel faz com que o cabeleireiro permita tudo ao rapaz.

Bárbara diz à médica que não quer fazer queixa de Jorge, pois isso não lhe vai trazer o seu bebé de volta. A rapariga está decidida a mudar radicalmente a sua vida quando sair do hospital. A médica adverte-a que não vai ser assim tão simples.

Quando Bárbara chega do hospital encontra um Jorge penalizado e muito manso. Sem se deixar ir a baixo, a rapariga veste a roupa que bem entende e faz frente ao marido, dizendo que vai trabalhar e vai vestida da forma que quiser. Acrescenta que se ele lhe voltar a tocar que sai de casa e nunca mais aparece. Jorge fica furioso mas ao mesmo tempo sente-se culpado.

Os problemas de Vicente com o álcool são cada vez mais nítidos. Cláudia acorda o marido que já está atrasado para uma aula e tenta controlar-se para não desesperar, dada a sua enorme ressaca.

Nessa manhã, Mariana vai ao cabeleireiro de Hélder. Flávia está no seu primeiro dia de trabalho. Reconhece Mariana e, furiosa, acusa-a de ser a culpada de tudo o que lhe está a acontecer. Para Flávia, foi por culpa de Mariana que Maurício vendeu a casa.

Enquanto passeiam Leo, Diana diz a Alberto que quer desistir da compra do apartamento, pois agora desempregada não quer depender do dinheiro do marido. O seu orgulho é maior. Alberto, para não criar conflitos anui, e diz à mulher para falar com a mediadora.

Mariana tenta desculpar-se a Flávia e explicar-lhe que ela não pode ter vendido as casas pois já não trabalha naquela empresa. No entanto, com toda a situação, Hélder decide despedir a rapariga.

Antes de Manuel sair para o trabalho, conversa com a mulher sobre o dia anterior. Nenhum dos dois conta a verdade mas ambos acreditam na conversa um do outro.

Antes de Flávia sair, Mariana pede a Hélder para falar com a mulher. Pede-lhe desculpas pela oferta que fez pela casa e promete falar com Emílio para tentar remediar a situação. Para além disso, oferece-lhe ainda um trabalho nas limpezas da sua imobiliária. Flávia fica radiante, pois acaba por não perder o trabalho no cabeleireiro e ainda ganha outro.

Farta do mau feitio do patrão, Margarida redige uma carta e entrega-a a Manuel. É a sua carta de demissão. O homem tenta evitar que esta se vá embora, dando-lhe vários argumentos. Margarida, porém, diz que já arranjou trabalho na imobiliária de Mariana. Manuel fica pasmado e furioso com a notícia.

Após mais uma entrevista de emprego, Diana volta a sair de mãos a abanar. O seu currículo, desta vez, não é suficientemente bom para o cargo. Abatida, despede-se do gestor que a entrevistou.

Mariana vai falar com Manuel. Desesperado por poder perder clientes para a imobiliária que esta vai abrir, oferece-lhe todas as regalias possíveis para que esta volte a trabalhar para si. Mariana recusa.

Na faculdade, Viviana espera entusiasticamente pela nota de História de Arte do professor Vicente. Fica abismada quando percebe que teve negativa. Tenta repostar mas Vicente aparece e diz-lhe, no seu tom arrogante e superior, que o seu trabalho estava miserável.

As aulas de Camila vão correndo cada vez melhor e a mulher até recebe elogios de Francisco.

Ao telefone com Torres, Manuel percebe que não há possibilidade do dono da construtora trabalhar com a ImoAndrade sem Mariana. Desolado, é obrigado a informar Sérgio que o apartamento que lhe prometera em Londres já não pode ser comprado. O filho fica chateado com o pai.

Cláudia vai ter com Mariana e apresenta-lhe uns projetos já feitos para remodelar o espaço. Mariana fica entusiasmada e pede à amiga que no dia seguinte passe na empresa para conhecer Flávia, a sua empregada de limpezas, e uns homens que esta aconselhou para tratarem da parte elétrica e das pinturas.

Quando Flávia chega a casa encontra Emílio a tentar convencer a vizinha a vender a sua casa. Flávia aproveita a deixa para abrir os olhos às vizinhas, dizendo-lhes que o negócio que Emílio está a tentar fazer com todas é um embuste. As mulheres encurralam o vendedor, obrigando-o a explicar-se.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários