Televisão

Maria João Bastos de regresso à Globo

Depois de se ter ausentado dos ecrãs brasileiros com “O Sítio do Picapau Amarelo” em 2004, a atriz portuguesa regressa à Globo passados dez anos com “Boogie Oogie” de Rui Vilhena. O convite para a atriz participar na novela das 18h do canal partiu do próprio autor com que já trabalhou na TVI, dizendo que:

“Voltar a trabalhar na Globo e com o Rui era um convite irrecusável. Estou muito feliz e superentusiasmada com o desafio”

Entrevistada por Patricia Kogut, Maria João Bastos ainda comparou as produções dos dois países, confirmando que:

“A ficção portuguesa evoluiu muito nos últimos anos. A concorrência aumentou com o aparecimento de mais canais que produzem ficção nacional e o público gosta muito de ver as nossas novelas porque existe uma maior identificação com a realidade retratada.”

Tendo participado ao todo em três projetos no canal brasileiro, entre eles “O Clone” e o “Sabor da Paixão”, a atriz portuguesa ainda se diz reconhecida pelo público brasileiro:

“Fui bastante assediada na época e sempre foi muito bom sentir esse carinho do público. Nestes últimos dez anos em que não trabalhei no Brasil, eu visitava os amigos e continuava a ser reconhecida pelo público, que me perguntava: ‘Quando volta para fazer mais uma novela?’.”

Categorias
Televisão

Comentários