Resumos de Novelas

“Jardins Proibidos”: resumo de 8 a 12 de Setembro [ESTREIA]

[tps_title]Ep. 1[/tps_title]

Uma multidão manifesta-se nas ruas de Lisboa contra todas as injustiças sociais e a austeridade que o país atravessa. No meio da manifestação, Teresa mostra toda a sua indignação, gritando palavras de ordem: “fim a tanta pobreza”, “fim à corrupção”.

Um táxi passa por ali, é Vasco que acaba de chegar de viagem. Ao ver a confusão Vasco recorda-se de outros tempos, em que era feliz, e sorri. Mas logo o sorriso morre nos seus lábios. Vasco volta à realidade, à fábrica, que está à beira da falência, e ao seu casamento com Teresa que está em crise.

Vasco chega finalmente a casa e Clarinha recebe-o com entusiasmo. Pai e filha abraçam-se enternecidamente e Clarinha pede-lhe que não volte a ficar tanto tempo fora.

Teresa continua empolgada no meio da manifestação e Eduardo junta-se a ela gritando as mesmas palavras de ordem dos manifestantes.

Em casa dos Ávila fala-se sobre o futuro da fábrica. Emília quer saber se vai ser possível salvar o negócio, mas Vasco não lhe sabe responder. Entretanto, Clarinha vê a mãe na televisão e todos ficam espantados por verem Teresa numa manifestação. Vasco não esconde a admiração que sente pela mulher, já Emília diz, em tom amargo, nunca ter concordado com aquele casamento.

Na faculdade, um grupo de estudantes praxa, de forma humilhante, uma caloira em plena cantina. Mónica, uma jovem de Coimbra que foi para Lisboa estudar Gestão, vê aquela cena deprimente e sai em defesa da caloira. Mas acaba por entornar a sopa em cima de Alfonso, um aluno de Erasmus. Aflita, pede-lhe desculpa, enquanto todos se riem da situação. Alfonso faz frente ao grupo de alunos mais velhos, que acabam por se afastar e Mónica fica fascinada com a atitude do rapaz. Teresa, que está grávida, sai da manifestação com Eduardo, em clima de grande cumplicidade. São ambos médicos e trabalham juntos no hospital Boa Esperança.

Nos corredores do hospital a atividade é intensa, a azáfama normal de um dia de trabalho num grande hospital público. Vanda, a enfermeira chefe, chega muito autoritária, à procura de uma outra enfermeira. É o dia do transplante de coração do Dr. Rodrigo Mendes e nada pode correr mal. Quando percebe que a enfermeira faltou para ir à manifestação, Vanda fica furiosa.

Já em casa, Vasco desce as escadas apressado. Tomou banho e está com uma aparência fresca e bonita. Quer ir ao encontro de Teresa, na expectativa de a reconquistar, e sai de sorriso esperançoso perante o olhar reprovador da avó. Raquel chega a casa em grande felicidade. Acaba de vir do médico e descobriu que está grávida. Diogo fica totalmente extasiado ao saber que vai ser pai e afirma que vão ser a família mais feliz do mundo.

Vasco chega ao sítio onde Teresa mora. Inspira fundo, como que a ganhar coragem para conseguir falar com ela. Mas todo o seu entusiasmo cai por terra ao deparar-se com a mulher grávida e abraçada a outro homem – Eduardo.

Teresa, ao perceber a presença de Vasco estaca e ficam os dois a olhar-se sérios. A discussão estala ali mesmo, à porta do prédio, com Teresa a sublinhar a Vasco que ele não tem de lhe pedir satisfações acerca da sua vida, pois estão separados. Ainda o acusa de ter fugido dos problemas com o pretexto de salvar a fábrica. Mas Vasco não se fica, e diz que a mulher não perdeu tempo, estando até já grávida de outro homem. Vasco vai-se embora furioso e Teresa fica arrasada a chorar.

Está tudo pronto para a cirurgia do Dr. Rodrigo Mendes. Só Eduardo ainda não chegou, o que deixa Luís muito nervoso. Luís é o cirurgião de transplantes de coração mais conceituado do país e também com grande prestígio internacional. É ele que irá realizar a cirurgia.

Já Carol aguarda descontraída pela cirurgia do pai, começando a humilhar a mãe ao dizer-lhe que ela é um fantoche nas mãos do marido e até lhe perdoou a infidelidade. A mãe de Carol contém-se para não chorar sob o olhar frio da filha, uma adolescente excessiva que vive em conflito com o pai.

Clarinha anda de bicicleta pelo jardim e pedala em direção ao pai, que acaba de chegar. Vasco conduz totalmente abstraído por tudo o que acabou de acontecer com Teresa e nem vê Clarinha, quase a atropelando.

Teresa chega nesse momento e fica séria a olhar para ambos. Os dois contêm-se para não discutir em frente da filha.

No hospital a cirurgia termina e os médicos dizem a mãe e filha que o transplante foi um sucesso. As duas ficam muito aliviadas por saber que Rodrigo vai sobreviver.

Vasco desabafa com Chico e diz-lhe que é praticamente impossível reconquistar Teresa, pois ela já está apaixonada por outro e até já deve esperar um filho dele. Mas Chico encoraja o amigo a continuar a lutar pelo seu amor.

Entretanto Teresa também conversa com Sofia sobre toda a situação do seu casamento. Sofia questiona-a sobre os seus sentimentos por Eduardo e se é ele o pai do bebé que espera. Teresa diz apenas que vai esclarecer tudo com Vasco, assim que a raiva que sente passar.

Eduardo conversa com Vanda na cafetaria do hospital, enquanto bebem um chá. Quem também vai à cafetaria é Marta, acompanhada pela enfermeira Tânia. Eduardo fica incrédulo ao ver Marta no hospital e de bata vestida. Levanta-se de imediato e dirigese à médica, que também fica atónita ao encarar com ele.

Eduardo e Marta conheceram-se nos Açores e viveram uma linda história de amor que terminou de forma trágica. O reencontro em Lisboa leva-os de volta às paisagens idílicas das ilhas e fá-los recordar os momentos de paixão vividos há três anos numa deslumbrante cascata açoriana.

Assim que tornam à realidade, Marta diz seca a Eduardo para se esquecer dela tal como ela já se esqueceu por completo dele.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários