Televisão

Vanessa Oliveira comenta ida para RTP: “percebi que me estavam a dar a oportunidade que eu queria”

Vanessa Oliveira foi a transferência revelação da rentrée televisiva. A apresentadora trocou a SIC pela RTP para estar ao lado de Herman José na condução do talk-show «Há Tarde».

Sobre a mudança, Vanessa sublinha a rapidez do processo: “isto foi tudo muito rápido, mas acho que as coisas fazem-se assim mesmo. Foi pensado mas rápido. É assim que se evolui, estou aqui para dar o primeiro passo”. O inesperado parece ter sido a palavra de ordem da transferência: “Ninguém estava à espera, nem eu”.

A antiga cara do «Fama Show» confessa que o day-time em televisão era para si um objetivo: “Percebi que me estavam a dar a oportunidade que eu queria e portanto fazia todo o sentido”, sendo que até o seu mestrado foi baseado neste tipo de formatos: “tudo isto já vem um bocadinho de trás. Inclusive no meu mestrado a base foi sempre o estudo do day-time”.

Sobre o parceiro na condução do «Há Tarde», Vanessa Oliveira não poupa os elogios: “Tenho aqui a pessoa com quem todas as pessoas ambicionam trabalhar em televisão que é o Herman José. É uma pessoa que admiro, é uma pessoa de quem gosto muito. Já foi meu professor, já o entrevistei várias vezes e agora vou estar ao lado dele e eu sei que vai correr muito bem”. A nova cara da RTP assume ainda que vai acompanhar o lado mais humorístico de Herman, mas enfatiza saber o seu lugar na dupla: “Não é um elemento mais sério mas as pessoas se não têm piada não devem fazer piadas. Ele tem piada e por isso é que as faz. Eu sei perfeitamente qual é o meu lugar”.

Questionada relativamente à sua escolha para ser um dos rostos das tardes da estação pública, a apresentadora acredita que a sua experiência no extinto «Companhia das Manhãs» terá sido uma mais-valia: “Acho que o Hugo [Andrade] de repente percebeu que podia haver ali uma boa hipótese. Não é a primeira vez que eu faço day-time, eu já o fiz e quando o fiz foi da noite para o dia literalmente. Foi quando a Rita teve de sair de repente e a coisa correu bem, foram as melhores audiências”. Fica no ar ainda a hipótese de Vanessa abraçar outros projetos na antena da estação pública: “Vou fazer o que estiver à vontade para fazer e o que eles quiserem que eu faça.”.

Apesar da mudança, Vanessa Oliveira não considera ter sido desaproveitada na SIC: “Não, o meu programa, o «Fama Show», dura há anos. Estava a fazer o «Passadeira Vermelha» que era o principal da SIC Caras, a nova coqueluche da SIC”. A apresentadora não confirmou, no entanto, se a estação de Carnaxide tentou realizar uma contra-proposta: “O que é importante agora é ir para a frente”.

Categorias
Televisão

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários