Resumos de Novelas

“Sol de Inverno”: resumo de 22 a 28 de Setembro

[tps_title]Ep. 314[/tps_title]

Laura vê os filhos irromperem pela casa e pensa que se trata de uma visita de cortesia, abrindo os braços para receber Salvador, convencida de que ele está com tantas saudades dela como ela dele. O filho trata-a com frieza e Teresa exibe-lhe o contrato de venda da quinta, esclarecendo que é a única forma de salvarem a empresa e a si próprios. Ao perceber que a compradora é Sofia e que os filhos estão todos de acordo, Laura recusa capitular perante a sua inimiga e vai refugiar-se na biblioteca, sentindo-se traída. Teresa vai atrás da mãe e apela ao seu amor pelos filhos, convencendo-a a assinar o contrato. Laura sabe que é a atitude mais sensata mas, para não perder a face, recrimina Teresa por não ter a sua força.

Sofia junta Matilde e Bernardo ao almoço, na expectativa de que eles se entendam sentimentalmente. Durante a conversa a três, ausenta-se da mesa para dar espaço a que se conheçam melhor. Os jovens percebem o seu plano e concordam que não vai resultar. Sofia, que finge ter um compromisso inadiável na empresa, deixa-os sozinhos e eles concordam em almoçarem juntos, mas sem qualquer expectativa amorosa.

Mariano leva Beatriz vendada a conhecer a casa onde vão viver juntos. Quando finalmente olha para aquele ninho de amor, Beatriz comove-se e beija Mariano como nunca antes havia feito.

Teresa sai da biblioteca, onde deixou Laura em estado de choque, avançando em direcção aos irmãos a quem comunica que a mãe assinou o contrato de venda da quinta a Sofia. Margarida mostra-se desesperada, afirmando que não conseguirá viver noutro lugar, pois só conheceu aquele, recheado de todos os confortos. Salvador dá força à irmã mais nova, enquanto Teresa e Simão se mostram resignados com a solução encontrada.

Confrontada por Matilde, Luísa expõe toda a verdade e revela que se apaixonou por Salvador e que foi incentivada por Sofia a seduzi-lo. Matilde percebe com grande angústia que a mãe está a tentar separá-la do amor da sua vida.

Alheia ao que a filha acabou de descobrir, Sofia assina os documentos de compra da quinta e dá a Teresa o prazo de duas semanas para que deixem a propriedade. À noite, em casa, conta a Matilde que já assinou o contrato promessa de compra e venda da quinta dos Aragão. A filha diz que ela só está a fazer isso como forma de demonstrar supremacia, mas Sofia afirma que se trata apenas de uma boa oportunidade de negócio. Matilde olha para o telemóvel da mãe, mas não lhe conta o encontro que teve com Luísa, preferindo deixar esclarecido que ela não devia ter tentado impor-lhe Bernardo.

Rosa conta a Adelino e Ana, revelando algum aborrecimento, que o médico lhe passou muitos exames para fazer. No entanto, fica ainda mais irritada, quando Ana recebe uma chamada de Simão a pedir para falar com a filha e ouve Camila dizer-lhe que está cheia de saudades dele.

Simão desliga o telefone, depois de falar com Camila e confessa os seus receios a Benedita, pois vai a tribunal no dia seguinte lutar com Rosa pela custódia da filha e confessa que é cada vez mais difícil estar longe dela. Benedita conforta-o, convencida de que tudo correrá bem.

Matilde confere as mensagens e chamadas que Sofia fez para Luísa e confirma que a mãe a tentou afastar de Salvador. Ao confrontá-la, a mãe não tem forma de negar as evidencias e justifica que só agiu por bem, dizendo que Salvador não presta, nem ninguém daquela família. Matilde recrimina a mãe e diz que vai buscar Cara para irem embora daquela casa. Sofia fica com os olhos em lágrimas, percebendo que perdeu a filha.

Teresa procura o conforto nos braços de Manel, confessando as suas fragilidades pela crise que tem de enfrentar sozinha, fruto da inconsciência de Laura, que só pensa em vingar-se de Sofia. No entanto, sem que ela perceba. Manel está distante das suas preocupações.

Matilde faz as pazes com Salvador e depois de esclarecerem que mais uma vez foram vítimas da guerra entre as mães de cada um, decidem viver a sua vida longe de todos os conflitos.

Sofia provoca Laura, ao aparecer na quinta com a produtora dos eventos da Mood, idealizando a próxima produção fotográfica da marca para os jardins da propriedade. Laura tem de resignar-se e descarregar a fúria num acessório da casa.

Matilde e Salvador voltam a acordar lado a lado e, com a filha Clara entre eles na cama, fazem planos para o futuro, fora de Portugal.

Camila conversa com Rosa e mostra-lhe vontade de voltar a viver com o pai Simão, confessando saber que o pai Nuno não vai voltar porque está no céu. Rosa fica sensibilizada com o pedido da neta, que lhe pede para dizer ao juiz da sua vontade, acrescentando que gosta muito dela e que a vai visitar todos os dias.

Simão e Margarida tentam acalmar Laura, depois de a mãe ter recebido a visita de Sofia, que a foi provocar na condição de nova proprietária da quinta. Os filhos acabam por se sentirem responsáveis por aquela humilhação, pois aceitaram vender a propriedade à inimiga da mãe. Sampaio faz-se entretanto anunciar e vai com Laura para a biblioteca. O advogado diz que estudou todas as possibilidades e que o melhor que ela tem a fazer é confessar que matou o filho Eduardo em legítima defesa, apanhando assim uma pena de cadeia reduzida. Laura afirma que não está preparada para confessar a culpa perante os outros filhos e prefere arriscar a pena máxima, crente que será absolvida.

Andreia desfruta da sua vida de luxo em Cannes mas fica em pânico quando recebe uma encomenda em casa, atendendo uma chamada do detective Morais que lhe pergunta se gostou do presente. Muito assustada, Andreia ordena à sua empregada francesa que faça as malas rapidamente.

Sofia tenta convencer-se de que o que fez foi sempre em benefício da filha, apesar de ter insistido para a separar de Salvador.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários