Social

Luís Oliveira: «Disseram-me que não era o melhor cantor do mundo»

No último domingo, Luís Oliveira deu espétaculo durante o seu ‘casting’ no «Factor X».

O concorrente trabalha na administração de uma escola de ténis em Coimbra e é vocalista em três bandas musicais. Canta por todo país há mais de vinte anos.

Luís já havia tentado participar na edição passada mas não passou na primeira fase: «O problema foi a espera. Estava muito desgastado, porque vinha de uma direta, depois de ter dado três espetáculos no fim de semana anterior. Cheguei ao casting às sete da manhã e fui ouvido à meia-noite e meia. Como é lógico, não passei», confessa.

A reação dos jurados foi ótima. O cantor passou à fase do ‘bootcamp’ com distinção, pois teve a oportunidade de escutar calorosos elogios de Paulo Junqueiro, Miguel Guedes, Paulo Ventura e ainda de Sónia Tavares: «Disseram-me que não era o melhor cantor do mundo, mas também não era o pior. Elogiaram muito a minha atitude em palco. Para mim, isso já foi muito bom. Fiquei com o ego lá em cima», afirma.

 

 

 

 

 

Categorias
Social

Tem 17 anos e é um estudante de Línguas e Humanidades. Desenvolveu o gosto pela escrita já há algum tempo. No seu 'leque' profissional conta com a participação no site 'Portal dos Programas', como redator e ainda no site 'Mais SIC' como administrador.

Comentários