Resumos de Novelas

“Jardins Proibidos”: resumo de 6 a 11 de Outubro

[tps_title]Ep. 26[/tps_title]

João tenta desviar-se do camião e sai fora da estrada, acabando por ter um acidente brutal. O carro capota e embate com violência numa árvore e Pedrinho, Rita e João ficam imóveis dentro do carro.

Eduardo observa Clarinha e admite a Vasco ser cada vez mais arriscado esperar mais tempo para ligarem Clarinha à máquina. Vasco diz, ansioso, não querer correr mais riscos e pede a Eduardo que telefone de imediato para Luís. Na entrada do hospital instala-se a confusão, com os paramédicos a entrar, apressados, a trazerem Pedrinho e Rita, que acabaram de sofrer um grave acidente de carro. Pedrinho não reage, totalmente inconsciente e Rita, na outra maca, está em estado de choque.

Rui confidencia a Mónica que o pai de Alfonso não teve um ataque cardíaco, mas não revelou nada porque queria pô-lo à prova. Mónica confessa que ficou feliz por Alfonso colocar o amor deles acima de tudo. A conversa é interrompida por uma chamada do hospital e Rui sai apressado, comentando que houve um grave acidente de viação e uma pessoa morreu.

Luís alerta os Ávila que Clarinha chegou ao limite e está na hora de ligar a criança à máquina. Teresa, como que a pressentir um milagre, insiste para que esperem mais um pouco.

Ludovina vê a notícia do acidente na televisão e fica angustiada com a tragédia, pensando na criança que está entre a vida e a morte.

Nesse momento, Rita é levada inconsciente para um quarto de hospital e Rui prontifica-se a dar a difícil notícia. Assim que ela recobra os sentidos, o médico diz-lhe que ela sofreu um grave acidente que vitimou mortalmente o marido. Rita fica em choque e, numa réstia de força, pergunta pelo filho. Rui ampara-a para ela ir ver Pedrinho.

Tomás entra em casa com uma expressão estranhamente calma depois de ter passado a noite fora. Diz à mãe para não se preocupar, contando-lhe que até já pediu desculpa a Alfonso e Mónica pelo que lhes andou a fazer. Leonor permanece, no entanto, apreensiva com aquela nova atitude do filho.

Enquanto espera para ver o filho, Rita telefone a Chico e conta-lhe, despedaçada, que João morreu e Pedrinho está em estado muito grave. Chico fica perplexo e sai disparado para o hospital.

Luís observa Teresa e Vasco, que falam com Clarinha sobre a colocação da máquina. Vanda e Aníbal aproximam-se e dizem-lhe, em jeito de provocação, que só com a máquina é possível salvar a criança. Luís olha-os com repulsa, pois sabe que Aníbal não passa de um oportunista.

Antes de Rita entrar nas urgências, Rui diz-lhe que a vida de Pedrinho está dependente de uma máquina. Num grande sofrimento, Rita desaba a chorar sem perceber se o filho está vivo ou morto. Clarinha está semi-inconsciente e pronta para a operação. Teresa e Vasco cantam-lhe uma canção, suavemente, com ambos a conterem-se para não chorarem à frente da filha.

Aníbal e Vanda fazem questão de assistir a todo o procedimento, mostrando-se muito entusiasmados. O estado de espírito do administrador do hospital e da enfermeira-chefe contrasta com a angústia de Luís e Eduardo por não terem outra opção. Nesse momento Rui aparece muito ansioso e conta que há uma possibilidade de existir um coração compatível com o de Clarinha. A esperança renasce para Eduardo e Luís, enquanto Aníbal e Vanda não escondem a frustração.

Teresa e Vasco olham desolados para Clarinha a ser levada pelas enfermeiras, mas Eduardo irrompe nervoso pelo quarto e manda parar tudo.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários