Social

Evento Apple: Fechar o ano com novos produtos, poucas novidades e várias questões

A Apple apresentou hoje (16) duas novas adições à sua família de produtos iPad. Além dos dois já esperados dispositivos, a empresa de Cupertino introduziu ainda a tecnologia Retina no seu mais recente modelo iMac. Um dia de lançamentos que foi mais pautado por reafirmações do que por novidades.

Foi com entusiasmo moderado que muitos adeptos da marca da maçã assistiram a uma apresentação pouco convidativa, mas igualmente digna da Apple. Tim Cook agraciou o palco às 10h00 na Califórnia (18h00 hora de Lisboa) para dar a conhecer as novidades antes do período de corrida às compras natalício. uma estratégia recorrente no panorama tech, e sempre bem aproveitada pela companhia.

Antes dos novos produtos, foi a vez do software: as melhorias ao iOS 8.1 chegarão na próxima segunda-feira (20), e incluirão a tão esperada “Continuidade” entre dispositivos Apple. O aguardado Apple Pay também estreará nos Estados-Unidos no mesmo dia, com um maior número de parceiros de lançamento desde que foi anunciado pela primeira vez em Setembro. Os utilizadores do iPhone 6 e iPhone 6 Plus poderão passar então a efetuar o pagamento de bens e serviços com um pequeno gesto no aparelho, ao comprar nos parceiros aderentes.

Ainda sobre atualizações no software, o novíssimo OS X Yosemite tem data de lançamento hoje (16). Talvez uma das atualizações mais aguardadas, esta versão traz um novo design semi-transparente para o desktop e portáteis da marca, pondo-os mais em linha com a estética estreada com o iOS 7. Além das melhorias visuais, o Yosemite conta também com a pesquisa do Spotlight com fontes da web, a compatibilidade com Air Drop com dispositivos iOS, e a transmissão de chamadas e mensagens SMS com o sistema.

Além do que já tinha sido anunciado sobre o Apple Watch, pouco foi acrescentado. Enfatizou-se apenas o kit de desenvolvimento para os developers, com promessas de apps com experiências que tiram partido do melhor que o OS do smartwatch terá para oferecer. A data de lançamento continua evasiva, para o “início de 2015”, e continuam a existir questões não respondidas sobre a sua autonomia.

No hardware, as maiores novidades centraram-se nos iPads e no iMac, embora os dois primeiros tivessem sido revelados antes do tempo pela empresa, em guias de explicação de funções descarregados por utilizadores um dia antes. Um lapso na empresa conhecida pelo seu secretismo.

ipad air

O novo iPad Air 2 pauta pelo seu design ultra-minimalista, e pela espessura de 6.1 mm (18% mais fino que o seu antecessor). Um novo processador A8X, com um CPU 40% mais rápido. A autonomia não é prejudicada, assegura a empresa, e mantém-se nas 10 horas. Outro destaque vai para a câmara iSight, com 8 MP, e gravação de vídeo 1080p. Possibilita também panoramas compostos de 43 MP, gravação em modo time-lapse e câmara lenta.

ipad preço

Em termos de conectividade, uma norma Wi-Fi mais rápida e mais bandas LTE.

Talvez a maior novidade, a introdução de Touch ID na família iPad, possibilitando a detecção de impressões digitais para desbloquear o dispositivo, efetuar pagamentos, entre outras funções.

O iPad mini 3 teve, além de novas cores para os modelos, a introdução do Touch ID como a novidade em destaque.

iMac

A apresentação culminou com a introdução do Ecrã Retina nos desktops iMac, algo já pedido há algum tempo pelos utilizadores da marca desde que começou a introduzir este tipo de ecrãs nos seus dispositivos. Com 5120×2880 pixéis, a máquina ultrapassa as resoluções 4K que estão agora a popularizarem-se no mercado. Os processadores incluídos são mais rápidos e o preço, naturalmente, reflete as novas capacidades: 2499$.

iMac retina

Em resumo, esta foi uma apresentação focada na evolução e menos em inovação, mesmo em tempo de época pré-natalícia. Ficaram ainda por responder questões relativas ao Apple Watch e a uma há muito falada Apple TV.

Categorias
Social

Comentários