Resumos de Novelas

“Jardins Proibidos”: resumo de 17 a 21 de Novembro

[tps_title]Ep. 54[/tps_title]

Célia fica em choque com tudo o que Inês lhe conta sobre a pen e o assassinato da inspetora. Inês chora com medo que os criminosos lhe façam mal e Célia tenta reconfortá-la com um abraço.

Leonor conversa com Carlos ao telemóvel e diz-lhe não se sentir preparada para conhecer a sua família, considerando que talvez estejam a ser precipitados. Mariana aparece nesse exato momento e Leonor desliga imediatamente a chamada, deixando a filha desconfiada. Mariana prepara-se para sair e diz à mãe que vai ao bar de Tito para tentar saber mais sobre Carlos, o rapaz por quem se apaixonou. Leonor fica angustiada com a coincidência dos nomes, tentando afastar do pensamento a ideia de que possa ser a mesma pessoa.

Alertado para o perigo que Teresa corre, Vasco exige a Aníbal que mude a jornalista para outro quarto. O administrador do hospital garante que ambas permanecem sob vigilância constante e nada lhes irá acontecer, mas Vasco avisa-o que não vai tolerar aquela situação.

Miguel fica furioso com Inês por ela ter contado tudo a Célia e a ter colocado também em perigo. Célia tenta acalmar Miguel, dizendo que de qualquer forma já estava envolvida por a pen ter estado na papelaria. Miguel, totalmente desesperado, pede à filha que não fale daquele assunto com mais ninguém.

Tânia observa a condição clínica de Bernardo, que a vai seduzindo com as suas palavras. A enfermeira fica envergonhada com os galanteios do agente e confessa que o admira muito pela sua coragem. Tânia aceita o convite de Bernardo de passar pelo seu quarto mais tarde para falarem melhor.

Célia regressa à papelaria e fica perturbada por Andreia lhe contar que o homem misterioso voltou a aparecer na papelaria à sua procura. Célia acaba por relativizar, dizendo haver coisas muitos piores, como o assassinato de Luísa ali tão perto.

Lena leva Vasco à carreira de tiro, ficando a observá-lo a dar os primeiros passos naquele desporto. A advogada sorri sensual enquanto Vasco lhe diz estar impressionado com a sua pontaria.

Vasco acaba por confessar que também já praticou tiro aos pratos e por isso tem boa pontaria.

Miguel conversa com Jú sobre a sua vasta experiência na área da restauração, ficando curioso com a proposta que ela tem para lhe fazer. A dona do “Ávila” deixa-o sem palavras ao convidá-lo para ser gerente do seu restaurante. Apesar de ser um convite irrecusável, Miguel pede um tempo para pensar antes de lhe dar uma resposta, deixando Amélia fora de si.

Amélia fica em pânico por Miguel lhe dizer que aconteceu algo muito grave que piorou muito as suas vidas, começando a contar-lhe que todo o problema começou no dia em que Inês foi visitar Clarinha ao hospital e roubou uma pen de um gabinete médico.

Eduardo visita Teresa com Lourenço ao colo, na esperança que isso a possa fazer acordar do coma. Emocionado, Eduardo pede-lhe que ela volte para junto deles, sem se aperceber que Emília o observa.

Isabel sorri feliz ao ver o filho entrar no restaurante e levanta-se para o abraçar. Mas Alfonso afasta-a com um gesto brusco, dizendo estar ali apenas para saber como é que ela e Diego mataram o seu pai.

Amélia fica apavorada com tudo o que o marido acabou de lhe contar e Miguel explica que foi por isso que não aceitou a proposta de trabalho de Jú. Amélia fica ainda mais assustada por Miguel lhe confessar que fez uma cópia das informações contidas na pen, que divulgam nomes de pessoas muito poderosas envolvidas com o tráfico de órgãos.

Eduardo vira-se com o bebé ao colo e dá de caras com Emília, que o fulmina com olhar. Vasco chega nesse momento para visitar Teresa e a avó diz-lhe que aquela é a prova de que Lourenço não é seu filho.

Alfonso acusa a mãe de ter morto o seu pai com a ajuda de Diego, mas Isabel garante que amava o marido e só se envolveu com Diego para conseguir salvar a família da falência. Alfonso fica confuso, enquanto a mãe afirma que, se não fosse a sua interferência, Alfonso já estaria morto.

Emília critica duramente Vasco por ele continuar a acreditar que Lourenço é seu filho, mesmo depois do que acabou de ouvir de Eduardo. Vasco, furioso, não admite que a avó fale assim da sua mulher e vira-lhe as costas. Mas apesar de toda a determinação, o Ávila não esquece as palavras de Emília e a dúvida fica a pairar no seu pensamento.

Enquanto caminha pelos corredores do hospital, Vasco cruza-se com Eduardo e os dois acabam por conversar sobre o que acabou de acontecer. Vasco conta a Eduardo que Emília o tem chantageado para fazer o teste de paternidade e Eduardo oferece-se para ser ele a fazer o teste e provar de uma vez que Lourenço não é seu filho.

Isabel diz a Alfonso que só conseguirá evitar a prisão se ele se casar com Mercedes ou ela casar com Diego. Alfonso não sabe se deve confiar na mãe ou se toda aquela conversa não passa de mais um truque para o tentar manipular. Quando Alfonso parecia começar a ceder à mãe, a conversa é interrompida por o inspetor Telmo Moita da Polícia Judiciária.

Carol confessa a Rui que não consegue esperar mais e começa a despi-lo, muito sedutoramente. Rui deixa-se levar pelo momento de paixão, mas são interrompidos pelo toque da campainha. Rui abre a porta ao Inspetor Mamede da PJ e à Agente Soraia.

Entretanto, no restaurante, o Inspetor Moita diz a Alfonso que ele terá de o acompanhar por ser suspeito de estar envolvido na morte do fotógrafo Guilherme Novais.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários