Cinema

«Virados do Avesso» chega hoje aos cinemas e não convence

«Virados do Avesso» é o mais recente filme português a chegar aos cinemas esta quinta-feira.

Protagonizado por Diogo Morgado e Joge Corrula, o filme conta a história de João, um escritor de sucesso que acorda com amnésia seletiva e se esquece que é gay. João (Diogo Morgado) mantinha uma relação estável com o personagem de Jorge Corrula mas, ao se esquecer da sua orientação sexual, vive uma vida de folião. Uma das suas aventuras passa por se envolver com Isabel, a sua principal concorrente literária. Isabel não tem escrúpulos e vai aproveitar a falta de inspiração de João a terminar o seu último livro em seu proveito próprio.

A história tinha tudo para ser uma comédia ligeira, divertida e o elenco promissor poderia também ter resultado. O que se vê no ecrã é uma história que não resulta. Os diálogos estão repletos de lugares-comuns e a sequência de acontecimentos, além de muito previsível, não convence o espectador.

A primeira nota vai para a realização. Bem se sabe que o filme foi filmado e editado em tempo recorde. O facto é que isso transparesse em cada frame. Os planos tremidos, os cenários repetitivos e a falta de qualidade técnica no geral chegam a ser gritantes.

«Virados do Avesso» agrega tudo o que existe de mal no cinema português. Não é um bom filme, e não convence desde o primeiro minuto.

Fique com o trailer:

Categorias
Cinema

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários