Cultura

«Amor e Informação» estreia hoje no Teatro Aberto

Por  | 

Estreia hoje no Teatro Aberto o espetáculo «Amor e Informação», encenado por João Lourenço.

Esta proposta de reflexão sobre a forma como lidamos com o amor e a informação surge-nos como se de um zapping se tratasse através de diversas cenas do quotidiano. São 50 peças e cerca de 100 personagens que conseguem chegar aos mais diferentes públicos com uma abrangência muito bem conseguida.

Amor e Informação cena 2

Para o encenador este foi “um desafio muito grande, quer para mim quer para os atores”. A opção do espaço cénico que se encerra numa caixa e que vai mutando ao sabor das cenas mostra mais uma vez a genealidade e a mestria de João Lourenço e da sua equipa. Este não é sem dúvida um projeto qualquer e pelas suas especifidades João Lourenço justifica a questão do cenário: “arranjámos uma caixa para lhe dar muita mobilidade”.

O espetáculo é quase um ensaio da sociedade atual. A dramaturga Caryl Churchill faz um retrato exímio dos tempos de hoje e João Lourenço com a sua equipa concretizaram as suas ideias de forma muito bem conseguida: “O todo do espetáculo está dentro do nosso quotidiano”, afirma o próprio.

Amor e Informação atores

Ana Guiomar, Carlos Malvarez, Cristóvão Campos, Francisco Pestana, Irene Cruz, João Vicente, Marta Dias, Marta Ribeiro, Melim Teixeira, Patrícia André, Paulo Oom, Rui Neto e Teresa Sobral são os treze atores que interpretam a centena de personagens do espetáculo. A dramaturgia de Vera San Payo de Lemos não pode deixar de ser elogiada pela qualidade na construção dos personagens. 

As cenas fluem a uma velocidade quase alucinante, ao ritmo da sociedade moderna. Nos bastidores o espetáculo é outro, assim o exige a mudança das mais de 50 cenas a cargo dos atores, que se fazem em 26 segundos. Assim confirma João Lourenço: “Sabia que lhes podia pedir isto. Os próprios atores têm uma sensibilidade de urgência de tempo. À frente flui de uma forma natural, atrás eles são uns heróis”.

Amor e Informação cena

«Amor e Informação» estará em cena de quarta a sábado às 21h30 e domingo às 16h00 na Sala Azul do Teatro Aberto.

Fotografias: Luís Miguel Costa


Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.