Destaques

“Corrupção” é a palavra do ano 2014

Entre as dez palavras a votação durante o mês de dezembro, “corrupção” foi a vencedora. Com 25% dos votos de 22 mil portugueses, tornou-se a palavra do ano de 2014. O segundo lugar foi para “xurdir” e o terceiro para “selfie” (ambas com 22%, mas com diferenças em número absoluto de votos).

“Os vários casos de suspeita de corrupção que foram sendo conhecidos ao longo do ano passado e a consequente atenção dada pelos media, que alimentou debates e conversas, terão influenciado a escolha feita pelos portugueses”

Com grande distância em percentagem, a ordenação da escolha dos restantes vocábulos a partir do terceiro lugar foi esta: “basqueiro” (8%), “ébola” (6%), “cibervadiagem” (5%), “jihadismo” (4%), “banco”, “gamificação” e “legionela” (3%). Os três últimos casos (com igual percentagem entre si, mas sujeita a arredondamentos) surgem aqui ordenados alfabeticamente, por falta de informação sobre os valores absolutos de cada escolha.

“Corrupção” é um “nome feminino”, de origem latina, corruptione. Significados: “1. Acto ou efeito de corromper ou corromper-se; 2. Decomposição física de alguma coisa; putrefação; 3. Modificação das características originais de algo, adulteração; 4. Figurado: acto de corromper moralmente; perversão; 5. Estado do que é corrompido; 6. Uso de meios ilícitos para obter algo de alguém; suborno.”

Público
Categorias
DestaquesPalcos & Letras

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários