Televisão

Beijo homossexual leva à suspensão da novela «Jikulumessu» (com vídeos)

Na passada quarta-feira, dia 28 de janeiro, a novela angolana exibiu o primeiro beijo homossexual, o que gerou polémica nas redes sociais.

Em «Jikulumessu», o ator Pedro Hossi é casado e tem dois filhos, contudo, envolve-se com um jovem solteiro (papel de Lialzio Almeida). A cena levou à suspensão da trama, que irá ser exibida brevemente na RTP1, cujo anúncio aconteceu no boletim informativo noturno da TPA, pelo jornalista Ernesto Bartolomeu, alegando problemas técnicos.

Ontem, a produtora Semba Comunicação emitiu um comunicado, com um pedido de desculpas aos que se sentiram ofendidos com a cena, realçando que esta nunca foi a intenção e informa que irão efetuar algumas correcções na representação de alguns conteúdos mais sensíveis:

A telenovela Jikulumessu aborda vários assuntos socialmente sensíveis, com particular destaque para a violência juvenil, delinquência, corrupção, poligamia, homossexualidade e a prostituição, por forma a chamar à atenção para a sua existência e suscitar um debate saudável sobre os mesmos.
Esse debate visa encorajar o diálogo na sociedade sobre a tolerância e o respeito por todos os grupos sociais, como consagrado na Constituição da República.
Assenta, também na convicção de que não há qualquer choque entre as tradições de um País e o espírito de respeito e tolerância que são alicerces de uma sociedade democrática. O respeito da igualdade na diferença faz parte desse espírito.
Reconhecemos, todavia, que algumas imagens emitidas possam ter ferido susceptibilidades e algumas pessoas as podem ter considerado impróprias. Desrespeitar e ofender nunca foi o nosso propósito. Por isso, pedimos sinceras desculpas a todos que se tenham sentido ofendidos.
Tomamos, assim, a decisão de fazer algumas correcções na representação de alguns conteúdos mais sensíveis para assegurar que a abordagem dos mesmos em Jikulumessu mantém o valor pedagógico inicialmente pretendido.
Luanda, 3 de Fevereiro de 2015
Direcção-Geral

Veja os vídeos da polémica:

https://www.youtube.com/watch?v=kxd_VwIPzS4

https://www.youtube.com/watch?v=NIK8D6ZqlA4

Categorias
Televisão

Comentários