Resumos de Novelas

“A Única Mulher”: resumo de 23 a 27 de Março

[tps_title]Ep. 7[/tps_title]

Luís Miguel fica aturdido com a novidade. Artur aparece na barragem e Luís Miguel confronta-o, convencido de que ele está por detrás da denúncia às autoridades. Na disputa, Artur quase cai num precipício. Ao ver o amigo em perigo, Luís Miguel esquece as desavenças e ajuda-o a salvar-se.

Artur confessa a Luís Miguel que não o mandou espancar nem o denunciou, avisando-o que ele tem inimigos mais poderosos.

Luís Miguel vai a casa da família Venâncio e confronta Norberto. Ele confirma que está por detrás do despedimento e da perda do visto. Está contra o amor dos dois por ódio aos portugueses e não cede aos argumentos de Luís Miguel. Este fica espantado ao saber que Norberto tem negócios com o pai e que Jorge vai avançar para tribunal.

Vitoriosa, Pilar anuncia a Mara que o filho foi despedido e tem uma semana para regressar a Portugal. Revela-lhe que foi Norberto quem orquestrou o sucedido. Insultada por Pilar, Mara não se contém e dá-lhe um estalo.

Entretanto, Pilar garante ao filho que Mara desistiu da relação mal soube que ele perdeu o emprego, mas Luís Miguel insiste em levar a namorada para Portugal. Preocupada, Pilar encontra-se com Norberto com uma nova proposta para separar os filhos.

Luena incentiva Mara a partir com Luís Miguel para Portugal, mas ela não se sente capaz de deixar a sua vida em Angola para trás.

Quando confronta o pai pelo que fez ao namorado, ele confirma e, descontrolado pelo ódio, descai-se e confessa também que foi responsável pela agressão. Ela fica chocada e diz que não quer voltar a vê-lo. Decide partir com Luís Miguel para Lisboa.

Kandimba tenta convencer Luís Miguel a levá-lo com ele para Portugal.

Pilar dá indicações a Berta para ir a casa de Daniela que fica surpreendida por a ver e pede para a deixarem em paz.

Sara envenena o pai contra Francisca, dizendo-lhe que a filha tem faltado à escola e passa muito tempo nas aulas de dança. Jorge sai à procura de Francisca. Quando a encontra a trabalhar no Estúdio 7 como empregada, repreende-a, mas Patrícia sai em defesa da amiga, argumentado que ela está apenas a fazer uma boa ação. Francisca vai-se embora com o pai e explica-lhe as suas razões. Ele fica orgulhoso da atitude altruísta da filha, mas quer que ela se concentre nos estudos e proíbe-a de voltar ao trabalho.

Orlando convence Santiago a agradecer a Francisca o que fez por Ana Maria, mas ele tem receio de lhe alimentar falsas esperanças. Quando descobre que ela não volta a trabalhar no Estúdio 7, fica desapontado. Não consegue esquecê-la. Desabafa com Rafaela que pretende regressar ao Brasil, mal termine o curso, para ajudar a mãe doente.

Paulo confronta Diogo à porta de casa e faz chantagem com ele, exigindo um pagamento para manter segredo sobre o assédio da filha. Diogo acede, mas pede uma semana para arranjar o dinheiro. Sara aparece entretanto e fica desconfiada com a situação.

Quando sabe do regresso de Luís Miguel a Portugal, Diogo fica furioso e ameaça aceitar uma oferta de emprego no Porto e adiar o casamento com Sara, caso não seja promovido na construtora.

Angustiada e com receio de perder o noivo, ela tenta sem sucesso convencer o pai a promovê-lo, mas Jorge não confia nas boas intenções dele.

Diogo escuta atrás da porta irritado, mas determinado a não desistir do seu plano.

Henrique trabalha até tarde num caso de divórcio, na companhia de Mitó, e acaba por convidá- la para jantar. Deliciada, ela tenta seduzi-lo durante o jantar, mas são interrompidos por Jorge. Henrique fica atrapalhado com a situação e Jorge apercebe-se disso. Mitó volta a insinuar-se quando a leva a casa no final da noite, deixando-o com sentimentos mistos.

A Isabel, Mitó conta que Henrique se atirou a ela. Ela aconselha-a a deixar o emprego.

Henrique mostra-se irritado com a demora no regresso de Concha e Clara fica preocupada com os pais. Já Concha inquieta-se com o telefonema do irmão Jorge, que a avisa para regressar rapidamente a casa, para junto de Henrique.

Pedro recebe uma oferta de emprego e anuncia à família, entusiasmado, que arranjou trabalho em Angola e vão todos emigrar. Sebastião, que decidiu aceitar a reforma antecipada, fica chocado com a perspetiva de que a filha e os netos se mudem para Angola.

Rafaela comenta o interesse de Mafalda em Pedro, que rejeita trair a amiga.

Isabel está mais recuperada e pensa em voltar a trabalhar, mas a filha acha que ainda é cedo. Ana Maria reage com agressividade, quando Francisca lhe diz que não pode continuar a substituí-la no emprego.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários