Destaques

Júlia Pinheiro classifica partilha de ACTIVA como “infeliz”

Uma onda de protestos e de críticas surgiu depois de a revista Activa, do grupo Impresa, ter partilhado uma publicação na rede social Facebook de uma imagem com a seguinte frase: “Quando até já os aviões alemães caem, começamos a pôr tudo em causa.”, referindo-se ao acidente do Airbus A320 que aconteceu esta terça-feira, dia 24.

activa

A publicação foi retirada poucos minutos depois, mas tal não evitou que vários utilizadores partilhassem uma captura de ecrã da mesma, gerando comentários e, sobretudo, críticas à abordagem da publicação sobre o acidente aéreo que vitimou 150 pessoas.

Em declarações ao Diário de Notícias, Júlia Pinheiro, na qualidade de publisher do grupo Impresa, classificou o texto de “infeliz” mas que “não teve outra intenção que não a de assinalar” o trágico acidente. “O que aconteceu foi que alguém não teve o discernimento necessário para perceber que, quando estamos perante um acidente desta dimensão, a ironia é dispensável”, explicou. A apresentadora da SIC pediu ainda “desculpa por qualquer sensibilidade que tenhamos ultrapassado em relação à dor de alguém”.

Categorias
DestaquesSocial

Se o Jornalismo não se pode considerar uma ciência temos certamente de olhá-lo como uma arte. A arte de saber contar estórias e marcar a história. Estudante de Jornalismo (ESCS-IPL)

Comentários