Televisão

Jardins Proibidos: resumo de 27 de Abril a 2 de Maio

Episódio 183

Sofia está preocupada por Teresa ainda não lhe ter dito como correu o julgamento.

Xavier tenta demover Teresa de fugir com os filhos.

Leonor conta a Ju que Mariana anda a adiar a ida ao obstetra e ficam as duas admiradas de ver Ludovina a aparecer e dizer a Leonor que precisam de falar.

Ludovina pergunta a Leonor, sem rodeios, se ainda gosta de Carlos.

Xavier disfarça atrapalhado a Vasco e Lena que Teresa saiu com os filhos para comprar umas coisas que lhes faziam falta.

Leonor admite a Ludovina ainda não ter esquecido tudo o que viveu com Carlos, mas por Mariana, desistiu dele.

Eduardo conduz velozmente à procura de Teresa e deixa-lhe uma mensagem a pedir que não fuja com os filhos.

Lena diz a Vasco que vai arrumar as suas coisas para voltar à Quinta das Torres, surpreendendo Xavier.

Nuno olha atónito para a foto que alguém com o nick Dumas lhe enviou, onde se vê ele a sair de uma lavandaria.

Xavier diz a Eduardo que Vasco está lá em casa à espera de Teresa. Eduardo diz-lhe não ter mais nenhuma pista para procurar Teresa, a não ser qu ela tenha decidido viajar para Inglaterra para junto do pai. Eduardo vai imediatamente para o aeroporto.

Xavier insiste com Vasco para ir andando para casa, prometendo levar-lhe Clarinha e Lourenço para a Quinta quando Teresa chegar. Vasco recusa. Nuno explica a Sofia que o serial killer tirou aquela foto para lhe provar que sabe de todos os passos dele e para mostrar que vai ser impossível apanhá-lo.

Tomás fala com a foto de Natália a dizer-lhe que graças a si ela livrou-se do sofrimento que tinha de não poder vir a ser mãe. Conta-lhe de sorriso divertido que Nuno nem imagina as surpresas que preparou para ele.

Simão troca um olhar chocado com Ju quando ela lhe conta que Vasco ganhou a custódia dos filhos. Marta diz a Cláudia que tem um feeling de que ela vai ter um menino. Lena faz ar de desdém e conta que vai voltar para a Quinta das Torres e que Vasco ganhou a custódia dos filhos.

Ju diz a Simão que quer esquecer as diferenças entre eles e que, neste momento, precisam aliar esforços para ajudar Clarinha e Lourenço naquela casa por causa de Lena.

Inês chora a olhar para as fotos de Amélia. Descobre acidentalmente a caixa com todas as coisas que Célia lhe enviou ao longo dos anos. Nuno recebe outro e-mail do serial killer a avisá-lo de que à noite pode contar com mais novidades. Lena conta ao seu misterioso contacto que tudo correu como previsto.

Ju e Simão ficam incrédulos com a decisão de Teresa de fugir com os filhos. Ju sai para ir procurar Teresa.

As irmãs Gomes ficam atónitas quando Eduardo lhes conta que está a caminho do aeroporto por Teresa estar em fuga com os filhos. Lena ouve e sai de sorriso triunfal a dizer que vai visitar alguém que está muito em baixo.

Mateus fica furioso com Lena a bater-lhe à porta e olhá-lo desafiadora.

Marta arranja-se para sair e diz a Cláudia que não consegue ficar ali parada sem novidades de Teresa.

Mateus avisa Lena que vai interpor recurso e recuperar os filhos para Teresa. Lena limita-se a sorrir divertida e fazer pouco dele.

Eduardo chega ao estacionamento do aeroporto e procura avistar Teresa.

Marta fica desanimada a constatar que Teresa não está no hospital. Liga para Eduardo à procura de novidades. Aníbal ouve e sorri divertido.

Episódio 184

Eduardo continua a procurar e avista Teresa. Os dois olham-se, emocionados.

Marta disfarça a Aníbal, dizendo que Eduardo foi ao aeroporto buscar um amigo dele em comum com Teresa. Aníbal pega no telefone e liga para Lena.

Lena sorri radiante por Aníbal lhe contar que ouviu Marta a falar com Eduardo sobre Teresa pretender fugir do país com os filhos.

Teresa diz a Eduardo não ter outra hipótese senão fugir. Eduardo puxa-a a pedir-lhe para não fazer isso, Teresa olha-o com raiva.

Carlos estaca tenso por Aniceto o fazer ver, sem intenção, que Mariana pode estar a fingir a sua gravidez.

Eduardo insiste com Teresa que vai arruinar toda a sua vida mas esta reitera não ter outra hipótese. Eduardo olha-a impotente.

Inês abraça Célia a chorar contando-lhe que leu todas as cartas que ela lhe escreveu.

Mónica e Leonor entreolham-se por Tomás referir que elas estão cada vez mais parecidas uma com a outra. Olham tensas para Carlos a tocar à porta.

Simão liga para Teresa, deixando-lhe uma mensagem de voz a pedir-lhe que não ceda ao coração e não fuja com os filhos.

Vasco diz a Xavier ser injusto que ele esteja a proteger Teresa.

Carlos pergunta a Mariana porque tem adiado a ida à obstetra. Tomás sai em defesa de Mariana. Carlos sai a avisar Mariana que só espera até amanhã para ela ir ao médico.

Um segurança do Motel repara num embrulho ali deixado para Aníbal. Pega de imediato no telefone ao ver uma camélia seca junto de umas roupas.

Simão nega a Cristina lembrar-se de mais algum pormenor dos homicídios. Cristina esboça ar enigmático quando Simão lhe pergunta se já têm pistas da outra pessoa que o tentou também matar.

Vasco e Xavier olham atónitos para Lena a entrar acompanhada de dois polícias a dizer-lhes haver fortes suspeitas de Teresa estar em fuga com os filhos, alertando Xavier que ele seguirá o mesmo caminho que a neta para a prisão se não contar tudo o que sabe.

Xavier suplica a Vasco que pense em tudo o que viveu com Teresa e tenha clemência dela. Lena dá ordens ao polícia para levar Xavier preso. Nesse momento, Teresa entra em casa com os filhos e Eduardo.

Cristina revela a Simão que já apuraram que foi Ernesto que matou Vanda, faltando agora descobrir quem é o autor dos tiros de carabina que vitimaram Ernesto e o atingiram na perna. Cristina recebe uma chamada e sai disparada.

Teresa diz que foi com os filhos e Eduardo a uma pizzaria, negando ter pensado em fugir com eles. Os polícias saem e Lena fica irritada. Clarinha olha assustada para Lena, e recusa o abraço do pai.

Teresa não disfarça a sua angústia por entregar os filhos a Vasco, sabendo o quanto Lena os odeia. Eduardo diz-lhe que tem de ser forte e não mostrar a Clarinha o quanto está arrasada. Teresa abraça Lourenço, destroçada.

Inês pede desculpa a Célia por sempre a ter tratado tão mal, dizendo perceber agora que ela sempre a amou. Célia abraça-a emocionada.

Simão suspira aliviado por Teresa ter retrocedido na sua decisão de fugir com os filhos.

Teresa pega em Clarinha ao colo, assegurando-lhe que vai estar segura com Vasco. Eduardo, Xavier e até Vasco ficam comovidos. Teresa desaba em pranto abraçada a Eduardo.

PJ examina o embrulho com as roupas de Amélia, enquanto Cristina interroga o segurança do Motel, que acaba por anuir, após ver as fotos que Cristina lhe mostra de Amélia e Aníbal, que ambos costumavam ir ali regularmente.

Simão senta-se dorido no sofá, dizendo a Jacinta e Ju que Vasco vai tentar impedir que Clarinha esteja com ele, agora que tem a custódia total dos filhos.

Célia admite a Inês ter escrito aquelas cartas na esperança que ela um dia as lesse. Miguel observa comovido a cumplicidade crescente entre Célia e Inês.

Teresa chora desolada a olhar para os brinquedos dos filhos. Eduardo reitera a Teresa que vai estar do seu lado. Teresa pede-lhe que a deixe sozinha.

Simão diz a Vasco e Lena que vai estar de olho neles na forma como tratam Clarinha e Lourenço, dizendo de seguida a Lena querer falar com ela sobre o que lhe aconteceu.

Nuno queixa-se furioso a Alfonso que o serial killer anda a gozar com ele. Nuno é avisado que as roupas de Amélia apareceram num motel e pretende sair imediatamente, mas Alfonso demove-o.

Lena disfarça a sua tensão perante Simão a insinuar que ela e Vasco possam estar envolvidos no tiroteio do cemitério. Simão ainda avisa duro Lena que vai estar de olho nela.

Episódio 185

Lena desce as escadas muito irritada a ordenar a Fernanda que lhe arranje um café por não ter dormido nada por causa do bebé.

Vasco e Lena entreolham-se muito cansados por não terem pregado olho a noite inteira por causa de Lourenço. Ju pega carinhosa no bebé, que começa a acalmar e Simão avisa-os que continuam a ter uma conversa pendente. Lena olha tensa para Simão.

Miguel olha em choque para Célia a dizer-lhe que já é público que Amélia e Aníbal mantinham um caso, mostrando-lhe a manchete do jornal.

Teresa olha enternecida para Eduardo, que passou a noite na sala para não a deixar sozinha. Teresa diz-lhe ter decidido que vai provar a sua inocência na morte de Raquel e recuperar os seus filhos, concedendo-lhe de seguida o cargo de director do hospital. Teresa sai resoluta sob o olhar de admiração de Eduardo.

Simão, referindo todas as coisas que Vasco e Lena já fizeram, desde mandar trocar o corpo de Emília e tentá-lo matar duas vezes, exige que eles confessem estarem envolvidos no tiroteio do cemitério. Lena engole em seco.

Miguel chora desolado por toda a gente já saber que Amélia o traía com Aníbal. Inês fica chocada com a notícia de que a mãe e Aníbal eram amantes.

Simão diz a Lena que pode começar por explicar o teor da sua conversa com Ernesto na prisão. Lena olha aflita para Simão e também Vasco a olharem-na desconfiados.

Lena sorri perante as acusações de Simão. Simão avisa Vasco e Lena que vai descobrir qual deles o tentou matar no cemitério. Vasco olha desconfiado para Lena.

Inês pensa aflita em como vai ser gozada na escola quando se souber que Amélia era amante de Aníbal.

Mariana finge-se enjoada ao pequeno-almoço, ficando muito aflita ao ler a mensagem de Carlos a lembrar-lhe que tem de ir ao médico. Mariana suplica ao irmão que a ajude e Tomás aceita, mas avisa que ela sabe o que ele quer em troca.

Marta fica aliviada por Eduardo negar ter reatado com Teresa. Eduardo, genuinamente feliz, abraça-a quando ela lhe conta que Cláudia vai-lhe dar um filho.

Chico fica apreensivo por Cláudia lhe dizer que precisam de falar.

Vasco puxa Lena para o escritório a exigir-lhe que ela admita que alvejou Ernesto e Simão no cemitério. Lena olha-o tensa.

Cláudia revela a Chico que recusou envolver-se com ele por estar grávida.

Vasco diz a Lena que sabe perfeitamente do que ela é capaz com uma arma nas mãos. Lena, respirando fundo, aceita contar-lhe toda a verdade.

Tomás diz a Mariana que o seu plano passa por ir com ela a uma consulta no Boa Esperança e ela fica mais descansada. Tomás fica irritado por as roupas de Amélia só terem servido para noticiar que ela tinha um caso com Aníbal.

Aníbal questiona Teresa se ela estará nas melhores condições psicológicas para ser directora. Teresa riposta mostrando-lhe a notícia de jornal.

Chico está confuso e Cláudia explica-lhe que ela é barriga de aluguer da sua irmã Marta.

Lena admite a Vasco que foi ao cemitério para matar Ernesto, e os seus planos passavam por matá-lo logo após ele liquidar Simão, mencionando que Ernesto os iria chantagear pelo dinheiro do resgate de Emília. Vasco fica a olhar sério para Lena, que fica apreensiva.

Aníbal diz a Teresa que só aproveitou o facto de Amélia querer subir na carreira para se envolver com ela. Teresa responde que ele andava a chantageá-la.

Chico alerta Cláudia que ela corre o risco de ver a criança como sua e mudar de ideias em relação a dá-la a Marta. Cláudia pensa que Chico quer acabar tudo com ela, mas sorri feliz por ele lhe dizer que continua profundamente apaixonado por ela.

Teresa diz a Aníbal que qualquer pessoa reparava que Amélia não andava bem e avisa-o que à menor coisa o expulsa do hospital.

Lena defende-se perante Vasco, argumentando só ter querido resolver o problema pelas suas próprias mãos. Vasco acusa-a de o ter traído e os dois olham-se, tensos.

Rafa, que dormia no restaurante, levanta-se de um salto a disfarçar a Jacinta que resolveu vir mais cedo. Jacinta fica a olhá-lo muito desconfiada.

Lena critica Vasco por não perceber que tudo o que fez foi para que ninguém descobrisse que ficaram com o dinheiro do rapto de Emília. Vasco avisa Lena que não vai perdoá-la se ela voltar a agir sem o informar.

Episódio 186

Aniceto e Ludovina olham entristecidos para Carlos a admitir não estar contente com a gravidez de Mariana.

Tomás, de bata do hospital, entra com Mariana no gabinete de Marta.

Tomás preenche a ficha médica de Mariana para provar que ela esteve numa consulta de obstetrícia, com Mariana a olhar impressionada.

Marta e Eduardo olham preocupados para Teresa por perceberem que ela está a usar o trabalho como refúgio de ter ficado sem os filhos.

Mariana pede aflita a Tomás para se despachar. Tomás sorri calmo mexendo nas gavetas de Marta.

Lena tenta brincar com Clarinha, que está a jogar cartas com Simão e Xavier, mas ela recusa que Lena se junte a eles, acusando-a de não gostar nem de si nem de Lourenço.

Rafa engana-se com os pedidos das mesas e Jacinta olha-o desconfiada. Rafa e Jacinta ficam atónitos ao ver Zé, o pai de Rafa, a entrar no restaurante.

Tomás entrega à irmã uma ecografia de um bebé, mas Mariana estaca gelada ao ver Marta a preparar-se para entrar no gabinete. Tomás permanece calmo, mas Mariana quase deixa cair tudo ao chão com a possibilidade de serem apanhados. No momento exato em que Marta se prepara para entrar no seu gabinete, é chamada por uma enfermeira.

Mariana fica impressionada com o sangue frio de Tomás, que lhe diz que ela agora já tem o que precisa para fingir que está grávida.

Em casa dos Ávila, Simão olha ansioso para o escritório onde está Lena. Ju comenta que Vasco continua a ser manipulado pela advogada e que por isso tirou os filhos a Teresa. Simão entra no escritório e avisa Lena de que vai estar de olho nela e em Vasco, vincando que os vai fazer pagar pela morte de Vanda. Lena perde a postura altiva e fica apreensiva.

No Cantinho da Ju, Rafa, aflito, pede a Zé que não lhe arranje problemas ali. Jacinta puxa Zé e avisa-o que não o vai deixar estragar a vida do filho.

Inês, mostrando a foto de Aníbal no jornal, diz a Nuno que acha que foi ele que foi lá a casa incriminar Miguel pela morte de Amélia.

No gabinete de Marta, Tomás envia um documento do computador, dizendo confiante que Amélia terá a devida vingança do que Aníbal lhe fez.

Jacinta enfrenta Zé, ameaçando chamar a polícia se ele não for embora. Zé acaba por sair, avisando Rafa de que fala com ele mais tarde, deixando o filho nervoso.

Nuno diz a Inês que já se provou a inocência de Aníbal na morte de Amélia e pede-lhe que se lembre de todas as pessoas que foram lá a casa.

Ju deixa Clarinha a tomar conta do irmão para ajudar Simão a regressar ao quarto. Clarinha vai ao quarto buscar um brinquedo para Lourenço e Lena, maquiavélica, pensa em como vingar-se da menina.

No gabinete de Aníbal, Teresa e Eduardo, lêem atónitos a newsletter que acabaram de receber do hospital.

Aníbal fica em choque quando, no corredor do hospital, Cristina lhe estende a newsletter, pretensamente escrita por Amélia, a denunciar que era amante de Aníbal sob coacção.

Miguel fica um pouco desagradado por Nuno ter falado com Inês na sua ausência, mas a filha tranquiliza-o. Inês lembra-se que lá em casa estiveram também uns amigos de Vera.

Vasco grita furioso com Clarinha por ter deixado Lourenço sozinho quase a cair do sofá. Clarinha chora aflita e Lena observa, satisfeita.

Teresa admite a Eduardo que já sabia, através de Sofia, que Aníbal chantageava Amélia. Os dois interrogam-se sobre quem teria feito circular o texto.

Inês conta a Nuno que, além dos colegas da faculdade de Vera, Tomás também lá esteve.

Clarinha defende-se dizendo que não foi ela que deixou Lourenço no sofá e Lena sai em sua defesa, mas Vasco diz-lhe para não se intrometer.

Simão e Ju ficam espantados ao ver Clarinha a entrar no quarto em lágrimas.

Episódio 187

Cristina diz a Aníbal que não o quer questionar sobre o assédio a Amélia, mas quer saber se alguém sabia do caso entre eles e das idas ao motel.

Vasco irrompe pelo quarto contando que Clarinha pôs a vida de Lourenço em perigo. Lena defende a criança, pedindo a Vasco que não a trate mal.

Sofia recusa-se a contar a Cristina qual o teor da chantagem de Aníbal sobre Amélia. Cristina pede atenção, alertando que a newsletter foi certamente escrita pelo serial killer.

Lena admite a Clarinha ter sido ela que pôs Lourenço no sofá e ameaça matá-lo se ela contar alguma coisa a Vasco.

Mariana mostra a Carlos os papéis da sua consulta no médico. Ludovina e Aniceto ficam enternecidos com a ecografia do bebé.

Tomás ouve Luís contar a Leonor que alguém acedeu ao sistema informático do hospital e acabou com a reputação de Aníbal, contando que ele chantageava Amélia.

Lena força Clarinha a sentar-se, dando-lhe sopa à boca. Num acto de fúria, Clarinha cospe a sopa na cara de Lena, na presença de Vasco que a põe de castigo. Vasco e Lena concordam que Teresa estragou Clarinha com mimos. Simão entra a questioná-los porque discutiram novamente com Clarinha.

Vasco fica comprometido com Simão a acusá-lo de traumatizar Clarinha, separando-a da mãe e pondo-a sempre de castigo. Ju entra com Lourenço dizendo que ele precisa de mudar a fralda e Lena oferece-se para o fazer.

Teresa fica desolada com o silêncio que reina em sua casa e não resiste a ligar a Vasco para saber se está tudo bem com os filhos. Fica arrasada por ouvir Lourenço chorar e Vasco não a deixar falar com Clarinha.

Lena muda a fralda de Lourenço com ar enojado e não consegue evitar gritar com o bebé por ele não parar de chorar.

Vasco não deixa Teresa falar com Clarinha e diz-lhe que só vai deixá-la ver os filhos nos dias estipulados pelo tribunal.

Mariana recusa a Ludovina jantar lá em casa, dizendo que estava a pensar ir jantar fora com Carlos, que convida os pais para irem com eles. Ludovina declina o convite.

Chico olha constrangido para Lurdes a comentar que a ideia de Cláudia estar grávida para dar um filho à irmã é absurda.

Cláudia afaga a barriga em sinal de carinho pelo bebé e diz a Marta, de forma séria, que precisam de falar.

Leonor repara no ar alheado de Rafa a trabalhar, mas Jacinta diz-lhe que depois lhe explica porque é que ele está assim. Leonor sorri a ouvir Luís elogiar o seu trabalho. Carlos entra com Mariana e fica tenso a olhar Leonor.

Teresa vai ter com Eduardo a casa dele e ele fica muito feliz.

Marta diz a Cláudia que já sabia que ela está apaixonada por Chico e não é a gravidez que a deve impedir de seguir com a sua vida.

Mariana mostra aos pais a ecografia e Luís comenta que ela fez bem em ser atendida por Marta. Leonor e Carlos trocam olhares tensos. Teresa pede desculpa a Eduardo por ter negado a sua ajuda. Eduardo diz-lhe que nunca desistirá dela e os dois beijam-se.

Sofia mostra a Nuno a newsletter e conta-lhe que Aníbal chantageava Amélia por algo que Inês tinha feito.

Ju observa Clarinha a dormir ao lado de Simão e comenta que Lourenço chora muito por sentir a falta da mãe. Simão comenta que nem sempre damos valor a quem se tem ao lado, deixando Ju atrapalhada.

Lena e Vasco estão desesperados porque Lourenço não pára de chorar. Jacinta embala o bebé, que se cala e Lena pede-lhe que o ponha a dormir.

Simão propõe a Lena que arranje forma de devolver os filhos a Teresa e que ele em troca esquece o que se passou no cemitério. Lena finge não saber do que é que ele está a
falar.

Simão fica irritado quando Jacinta lhe conta que o pai de Rafa saiu da prisão e esteve no restaurante a arranjar problemas.

Luís não quer comemorar a gravidez de Mariana com os Catarino, mas Leonor defende a filha e diz-lhe para marcar o encontro. Tomás sussurra a Mariana que agora só falta ficar grávida de verdade.

Carlos diz aos pais que vai mostrar o espaço do clube a Mariana.

Jacinta fica apreensiva por Simão querer ir ao Restaurante saber o que se passa com Rafa.

Categorias
Televisão

Comentários