Televisão

Jardins Proibidos: resumo de 4 a 9 de Maio

Episódio 188

Miguel, controlando a sua fúria, aborda uma médica a perguntar-lhe por Aníbal, com esta a dizer-lhe que ele passou para a cafetaria. Miguel segue disparado, ignorando Eduardo e Luís a chamarem-no.

Lena fala com o seu misterioso amigo e diz que está disposta a aturar os filhos de Vasco, mas que vai prosseguir com o plano que traçaram.

Simão diz a Jacinta que Zé voltou ao restaurante. Nenhum dos dois acredita que esteja tudo bem entre Rafa e o pai.

Mariana garante a Carlos que não faz mal ao bebé terem relações sexuais.

Miguel, em fúria, empurra Aníbal para o chão e diz que têm de falar.

Mónica entra em casa perturbada pelo ultimato de Alfonso. Tomás liga para Mariana.

Mariana beija sofregamente Carlos e ignora o telemóvel a tocar.

Aníbal aceita ir para o gabinete falar com Miguel.

Tomás deixa uma mensagem a Mariana a avisar para não se esquecer do acordo que têm. Leonor pergunta-lhe que segredo é esse que tem com a irmã.

Miguel, ao ver-se a sós com Aníbal, dá-lhe um soco e diz-lhe que sabe o que ele fez a Amélia.

Miguel volta a esmurrar Aníbal quando este tenta desculpar-se dizendo que não forçou Amélia a envolver-se com ele.

Eduardo diz a Luís que não vai ficar a defender Aníbal de Miguel. Teresa concorda que Miguel faça Aníbal pagar pelo que fez a Amélia.

Miguel perde a cabeça e agride Aníbal com muita violência que lhe diz, em desespero, que se para Inês vai parar à prisão.

Tomás diz a Leonor que prefere não lhe contar o segredo que tem com Mariana porque este envolve Carlos.

Miguel responde às ameaças de Aníbal com redobrada violência, avisando que se ele fizer mal à sua filha, o mata.

Miguel sai e admite a Teresa e Eduardo que Aníbal vai precisar de cuidados médicos.

Eduardo fica atónito quando encontra Aníbal no chão, rodeado de sangue.

Tomás insiste com Mónica que nada faz sentido na vida se não a tiver a seu lado. Mónica perde a calma e responde-lhe que não está apaixonada por ele.

Teresa conforta Eduardo dizendo que não vale a pena pensar agora que podiam ter impedido Aníbal se tivessem denunciado os casos de assédio sexual no hospital.

Simão liga a Teresa e pede para se encontrarem para falar.

Mónica pede a Tomás para começar a pensar em separarem-se e sai do quarto. Tomás, repara nos vários sms de Alfonso e fica furioso.

Alfonso estaciona o seu carro novo e vai para casa com Nuno.

Quando Carlos chega, depois de ter demorado, Aniceto comenta o forte desejo sexual das grávidas. Carlos fica alarmado quando Ludovina atende uma chamada de Leonor.

Luís fica desagradado por Leonor combinar um jantar com os Catarino lá em casa e volta a expressar o seu desacordo com a gravidez de Mariana quando esta chega a casa.

Miguel chega a casa arrasado, deixando Inês preocupada.

Mariana, satisfeita por ter feito amor com Carlos, assente com Tomás dizer a Mónica que o viu tomar comprimidos.

Miguel, furioso, acusa Inês de ser responsável pelo que aconteceu a Amélia e avisa que irão a casa de Tiago esclarecer a história.

Teresa olha com saudades para os pertences dos filhos quando é interrompida pela campainha a tocar.

Eduardo conforta Teresa assegurando-a de que vão reverter a decisão do tribunal.

Mariana conta a Mónica que apanhou Tomás a tentar matar-se com comprimidos nessa manhã e mostra-lhe o frasco.

Episódio 189

Miguel continua a recriminar-se por nunca se ter apercebido o que se passava com Amélia. Expressa que ela era a mulher da sua vida, deixando Célia desolada.

Mariana diz a Mónica que ela foi a única coisa boa que aconteceu na vida de Tomás e que ele sempre se sentiu inferiorizado por Luís, deixando-a a chorar.

Rafa, satisfeito por Ju confiar nele para fechar o restaurante, fica surpreendido ao ver Inês entrar com ar abatido.

Lena mostra o seu desdém a Simão por este recorrer a Mateus para o apoiar juridicamente.

Inês desta a chorar nos braços de Rafa, recriminando-se por nunca ter percebido que a mãe a protegia.

Simão pede a Mateus que se foque em recuperar os filhos para Teresa. Mateus acha que a história das testemunhas de Lena foi forjada.

Rafa diz a Inês que se devia sentir grata por ter sido protegida, enquanto ele foi um filho indesejado e o pai o agride. Abraçam-se de forma cúmplice.

Simão fica com a certeza que Lena comprou a vizinha de Teresa e pede a Mateus que lhe ofereça dinheiro para ela desmentir a história, mas não conte nada a Teresa.

Teresa acorda apavorada com um pesadelo.

Teresa sonha que Emília lhe pede para ir buscar os filhos à Quinta das Torres.

Mateus despede-se de Lena a demonstrar confiança nas batalhas futuras em tribunal. Simão alerta Lena que vai à polícia no dia seguinte fazer uma reconstituição do tiroteio no cemitério.

Lena reafirma a Simão que não está envolvida nos acontecimentos no cemitério e aconselha-o a levar lenços para chorar a morte de Vanda.

Rafa tenta convencer Inês a voltar para casa, onde tem uma cama confortável à sua espera. Inês beija Rafa.

Teresa pede desculpa a Eduardo por arrastá-lo para os problemas da sua vida. Eduardo diz-lhe que está disposto a tudo por ela.

Inês diz a Miguel que quer ir falar com os pais de Tiago e parar de fugir às responsabilidades. Miguel abraça-a.

Clarinha fica incrédula com Lena a pedir-lhe que finja dar-se bem consigo em frente a Vasco para que ela não a ponha numa ama muito má sua conhecida.

Teresa fica tensa com Eduardo a dizer-lhe que quer começar uma vida a sério com ela. Teresa salta da cama e diz-lhe que não lhe pode prometer nada naquele momento da sua vida.

Chico admite a Cláudia que lhe faz confusão que ela esteja grávida do filho da irmã, quando ela iria ser uma excelente mãe.

Mónica observa Tomás a dormir e promete-lhe ficar a seu lado até ele recuperar.

Jacinta tenta demover Simão de ir ao cemitério por estar tão debilitado, mas este não descansa enquanto não descobrir quem o tentou matar.

Vasco fica muito satisfeito a ver Clarinha a beijar Lena e agradecer-lhe pelos cereais que lhe comprou. Clarinha sai furiosa a limpar a boca.

Cláudia fica irritada com Chico a dizer que ela pode não conseguir voltar a engravidar e pede-lhe para ele não se meter mais naquele assunto.

Teresa entra no quarto de hospital onde está Aníbal, dizendo-lhe que tem de sair dali porque precisa do quarto vago. Aníbal admite pagar o quarto do seu próprio bolso.

Alfonso olha incrédulo para Mónica a dizer que têm de dar um tempo à sua relação. Alfonso pede-lhe que pare de sacrificar por Tomás, mas Mónica sai disparada.

Luís fica chocado com os Correia a contar-lhe que Amélia se envolveu com Aníbal para encobrir Inês e que o seu filho Tiago estava envolvido na morte do ciclista.

Chico promete a Cláudia não se meter mais no assunto da gravidez. Chico fica surpreendido ao saber por Lurdes que Vasco tirou os filhos a Teresa.

Luís pede a Inês que lhe diga tudo sobre a pessoa que ela e Tiago mataram, alertando para ainda poderem ser alvo de chantagem de Aníbal.

No cemitério, o coveiro diz a Cristina que Simão não tinha nenhuma arama e Simão pergunta-lhe se ela agora já acredita na inocência dele.

Lurdes fica enciumada ao ver Jacinta e Xavier a tomar conta de Lourenço. Jacinta insiste para que ela fique com eles a ajudá-los.

Episódio 190

Vasco repreende Chico por andar a faltar ao trabalho na fábrica. Chico responde-lhe que os queijos da fábrica vêm da sua quinta.

Cristina admite a Simão que há muito tempo que sabe da inocência dele, mas que tem de testar todas as hipóteses.

Chico critica Vasco por se ter reconciliado com Lena e Vasco pede-lhe para não se meter na sua vida pessoal.

Aníbal alimenta-se com grande dificuldade enquanto enfermeiros e auxiliares entram no quarto para troçar com ele.

Nuno afixa a foto de Tomás como suspeito de ser o serial killer. Alfonso não acredita nessa possibilidade.

Mariana escolhe a loiça para o jantar com os Catarino. Tomás agradece-lhe ter convencido Mónica a ficar. Mónica diz que estará presente no jantar e Tomás fica radiante.

Ludovina pede ajuda a Carlos a Aniceto para escolher a roupa para o jantar.

Inês admite a Miguel que ela e Tiago merecem pagar pela morte da ciclista.

Simão olha pensativo para o seu espaço do clube de boxe e sonha com ajudar os jovens como Rafa.

Luís pede a Leonor para irem jantar fora porque quer falar com ela sobre um assunto sério e fica irritado quando ela lhe diz que é a noite do jantar com os Catarino.

Leonor diz a Luís que tem de pensar em aceitar Carlos na família.

Luís fica atónito quando Marta nega ter atendido Mariana no seu gabinete.

Leonor e Mariana percebem que ao contrário delas, os Catarino se arranjaram com pompa e circunstância para o jantar.

Luís e Marta descobrem que alguém foi ao gabinete falsear uma consulta de obstetrícia para Mariana.

Luís, pede a Marta que não conte a ninguém a falsificação da consulta de Mariana e sai disparado.

Leonor e Ludovina acabam por sorrir divertidas por se terem vestido uma de forma tão simples e outra tão arranjada, Carlos fica satisfeito por as ver a darem-se bem.

Teresa tenta fugir à conversa com Eduardo mas ele puxa-a a dizer-lhe firme que não sai dali sem falarem do pedido em casamento.

Mariana estaca gelada quando Luís entra a dizer para admitir que não está grávida.

Eduardo fica desiludido com Teresa por ela, apesar de o amar, não conceber nesta fase casar-se com ele. Eduardo acusa Teresa de estar a ser egoísta e sai disparado porta fora. Teresa chora abalada.

Mariana acusa Luís de a odiar, tentando desviar as atenções. Luís conta que Marta lhe negou ter atendido Mariana no hospital. Todos ficam a olhar muito desconfiados para Mariana, com Luís a questioná-la se foi Tomás quem a ajudou a engendrar aquele plano.

Nuno sossega Alfonso, que receia que Tomás faça alguma coisa a Mónica, dizendo que Tomás só é suspeito por não se lembrar de quando foi a casa de Miguel.

Inês está ansiosa por Luís ainda não ter dito nada sobre ir confrontar Tiago com a morte da ciclista. Inês fica atónita por Miguel lhe contar que acabou tudo com Célia.

Mariana confessa ter fingido estar grávida para conseguir ficar com Carlos. Leonor esbofeteia Mariana, criticando-a porque por causa dela abdicou de Carlos. Sai disparada de casa e Carlos vai atrás dela.

Miguel diz a Inês que se zangou com Célia por ela também lhe ter ocultado a história da ciclista, mas Inês pede-lhe que não a afaste das suas vidas.

Simão diz a Teresa que vão conseguir provar em tribunal que a vizinha mentiu sobre ela e que vai investigar a história dela ter morto Raquel por sobredosagem.

Lena, aproveitando estar sozinha na sala, rasga os TPC¿s que Clarinha tinha feito para a escola.

Ludovina e Aniceto viram costas a Mariana sem ligarem às suas súplicas de a ajudarem a reconquistar Carlos. Luís avisa Mariana que não se vai escapar a dizer-lhe quem a ajudou a falsificar os exames no hospital. Mónica lança um olhar tenso a Tomás. Tiago estaca tenso por Luís lhe dizer sério já saber que ele e Inês mataram uma ciclista.

Simão conta a Teresa as suas desconfianças que Vanda o tenha ido salvar ao cemitério por ter ouvido alguma coisa no hospital a envolver Aníbal.

Tiago olha muito apreensivo para Luís a dizer-lhe que ele, tal como os seus irmãos, tem de começar a ser responsabilizado pelos seus actos .

Leonor e Carlos estão chocados por Mariana ter fingido estar grávida. Carlos aproxima-se de Leonor a dizer-lhe que ambos sabem que Mariana agiu assim com receio do grande amor que eles sentem um pelo outro. Leonor deixa cair as suas defesas e corresponde com igual sofreguidão ao arrebatador beijo que Carlos lhe dá.

Episódio 191

Lena sobe as escadas saturada a ouvir o choro de Lourenço. Simão alerta-a estar à vista de todos que ela odeia aquele papel de mãe. Lena faz ouvidos moucos.

Carlos sorri embevecido a ouvir Leonor a prometer-lhe que nunca mais deixará nada nem ninguém intrometer-se no forte amor que sentem um pelo outro. Beijam-se apaixonados e felizes por estarem de novo juntos.

Lurdes olha intrigada para Chico a dizer-lhe enigmático ter decidido não deixar que Vasco continue a fazer mal a Teresa.

Mariana acusa Tomás de ser o responsável de todos terem descoberto que a sua gravidez era uma farsa, dizendo-lhe pretender contar dos seus planos a Mónica.

Luís olha muito intrigado para Marta a contar-lhe não ter encontrado nenhum óbito por atropelamento no hospital na data que ele lhe indicou.

Aníbal descansa no quarto do hospital, combalido. Teresa ordena-lhe que vá trabalhar, dizendo-lhe ter uma pessoa à sua espera.

Rafa é surpreendido por Zé que ficou à espera a noite toda que ele trouxesse dinheiro do restaurante para casa. Zé perde as estribeiras com Rafa e agride-o com violência com o cinto. Jacinta e Ju entram e olham chocadas para o que se está a passar.

Ju e Jacinta defendem Rafa perante Zé, que pega no cinto para também as agredir. Rafa atira-se para cima de Zé, barrando-o. Zé acaba por sair perante as ameaças de Ju e Jacinta de chamarem a polícia.

Tomás pede a Mariana para que não o denuncie a Mónica. Mariana acaba por assentir desde que ele arranje maneira de Carlos voltar para ela.

Simão, olhando para as marcas de agressão de Aníbal, diz-lhe que a conversa entre eles pode acabar dessa mesma forma se ele se recusar a responder às perguntas que lhe vai colocar.

Sofia comenta com Nuno que Tomás o enganou tempos atrás e o fez acreditar que Vanda seria a mais que presumível autora do assassinato de Natália.

Mónica diz a Mariana que talvez esteja na hora de deixar Tomás. Sai incomodada por Mariana a avisar que de qualquer das formas está segura que Tomás se mata se ela ousar abandoná-lo.

Simão diz a Aníbal que Vanda soube que o iam tentar matar no cemitério através dele, insistindo para que ele denuncie Lena. Aníbal liga a Lena a avisá-la que Simão está desconfiado deles.

Lena alerta Aníbal para manter a calma e não a denunciar a Simão, dizendo-lhe que passa mais tarde pelo hospital para falarem. Acaba por contar a Vasco que Simão anda em cima de Aníbal para que ele confesse que ela está envolvida no atentado do cemitério.

Jacinta explica a Ju que Rafa não quer denunciar o pai à polícia. Rafa olha apreensivo para Jacinta a insistir querer tratá-lo na Quinta e fica grato por Ju não pretender despedi-lo.

Nuno, com a ajuda de Sofia, consegue estabelecer uma ligação entre Tomás e todas as vítimas do serial killer.

Cláudia pede a Eduardo para desabafar algo que a está a atormentar sobremaneira, começando por dizer-lhe ter cometido um grande disparate antes de viajar com Marta para o Brasil.

Jacinta entra com Rafa em casa e recusa não contar o que se passou a Simão. Olha em choque para o corpo de Rafa todo dolorosamente marcado das vergastadas que levou de Zé.

Cláudia conta a Eduardo que pode estar grávida de Chico por ter feito amor com ele uns dias antes de colocar os óvulos de Marta no Brasil.

Simão diz a Rafa que não vai atrás de Zé se ele aceitar mudar-se para a Quinta das Torres. Rafa acaba por anuir emocionado.

Aníbal admite a Lena denunciá-la para se ver livre de mais problemas.

Cláudia diz a Marta que encontrou em Lisboa uns antigos colegas dela dos Açores, e propõe organizar um jantar lá em casa para eles.

Lena insiste para Aníbal manter-se do seu lado se ainda quer voltar a ser director do hospital e ameaça incrimina-lo pela morte de Raquel.

Miguel admite a Célia ter vindo a pedido expresso de Inês de não a afastar da vida deles por precisar muito do apoio dela. Célia pergunta a Miguel o que pensa ele sobre esse assunto.

Eduardo sugere a Marta que o jantar com os colegas dos Açores seja em sua casa. Marta mostra-lhe a ecografia do bebé de Cláudia. Eduardo abraça-a emocionado. Teresa fica enciumada a observar a cena.

Nuno questiona Tomás sobre a ligação dele com todas as vítimas do serial killer. Olham-se tensos.

Miguel diz a Célia que nunca irá sentir por ela o que viveu com Amélia. Célia diz-lhe muito magoada que o que mais a desilude é ele dar a entender que nunca sentiu nada de profundo por ela. Desaba a chorar mal Miguel sai.

Tomás esclarece a Nuno, sem denotar a mínima comoção, todas as supostas ligações que tinha com as mulheres assassinadas, com Nuno a olhá-lo incomodado por toda a narrativa de Tomás ser verosímil, conhecendo Concha, Mercedes, não ser mentira que viu Natália com Vanda e conhecer Patrícia do hospital, negando conhecer Rita. Nuno sai a prometer apanhar o assassino. Tomás promete a si mesmo uma vingança pior para Nuno do que a que ele teve com o assassinato de Susana.

Chico, dizendo a Teresa estar muito incomodado com todas as patifarias que Vasco lhe tem feito e que culminaram com que ele lhe tirasse os filhos, oferece-lhe os seus 30% da fábrica para ela começar a vingar-se e passe também a ser dona da fábrica de queijos.

Chico pede a Teresa para aceitar a sua parte da fábrica que lhe foi injustamente roubada por Vasco.

Episódio 192

Lena diz a Vasco que Simão acredita que ele também esteve envolvido no tiroteio do cemitério e Aníbal ameaça denunciá-los.

Ludovina e Aniceto olham-se intrigados por Carlos não ter dormido em casa. Mariana a toca à porta dos Catarino, com ar envergonhado.

Vasco diz a Lena que tem de ser ela a resolver sozinha o problema que criou ao ter agido à sua revelia no cemitério.

Mariana diz que a falsa gravidez foi a arma que encontrou para tentar prender Carlos. Ludovina, rancorosa, diz-lhe que preferia que fosse Leonor, que nunca lhe mentiu, a ficar com Carlos. Mariana sai arrasada. Ludovina desaba a chorar triste com a desilusão de já não irem ser avós.

Lena diz ao seu contacto que Vasco confia cada vez menos nela. Lena e Vasco olham incrédulos para Simão a anunciar que Rafa vai passar a a viver ali na Quinta com eles.

Alfonso está em choque com a hipótese colocada por Nuno de Tomás ser o serial killer que também assassinou Mercedes. Nuno pede-lhe que marque um encontro com Mónica.

Leonor entra em casa feliz, admitindo a Luís ter estado com Carlos. Luís repreende-a e conta-lhe que Tiago pode estar envolvido na morte de uma pessoa.

Simão observa a forma fria como Vasco fala com Lena e a impede de defendê-lo das afrontas de Simão.

Alfonso assente marcar um encontro com ele e Mónica, mas Nuno não lhe pode prometer que Tomás não fará mal a Mónica.

Luís pede a Leonor para não tomarem medidas com Tiago enquanto não descobrirem o que aconteceu afinal à mulher que ele e Inês mataram, contando-lhe não haver registo do óbito dela no Boa Esperança.

As irmãs Gomes chegam a casa de Eduardo para o jantar com os amigos açorianos, em ambiente descontraído e alegre. Cláudia puxa Eduardo a avisá-lo para não contar nada da história do seu bebé a Marta.

Os Correia olham surpresos para Célia a tocar à porta. Célia avisa Miguel só ter voltado àquela casa por não desistir de Inês, vincando não querer mais nada com ele.

Carlos assume aos pais que é com Leonor que quer ficar e querer esquecer para sempre Mariana, olhando espantado para Ludovina por ela concordar com ele.

Marta, Eduardo e Cláudia cumprimentam Cátia, Lúcio e Manel, os amigos açorianos. Riem-se divertidos por irem fazer um jantar tipicamente açoriano quando podiam variar e comer alguma coisa mais em voga em Lisboa.

Simão e Ju olham paternais para Rafa a jantar com apetite. Ju fica chocada com as marcas infligidas por Zé. Rafa e Simão contam a Ju que Rafa já é vítima de maus tratos pelo pai desde criança. Sorriem a ouvirem Simão a sugerir que tomem café na sala para evitarem os maus elementos com quem partilham casa.

Célia, ainda que admitindo comungar da opinião de Inês de que gostaria de ficar com Miguel, diz-lhe ter de respeitar o luto dele ao forte amor que ele sentia por Amélia. Célia recusa-se a falar com Inês do pai biológico dela. Inês acaba por aceitar, abraçando a mãe. Miguel observa-as comovido.

Teresa cede de novo às lágrimas ao deparar-se com um boneco de Lourenço na sala. Fica pensativa a recordar-se de Eduardo a pedir-lhe para se juntarem, acabando por pegar no telefone e ligar-lhe.

Eduardo, a jantar com os amigos, não repara na chamada que Teresa lhe faz. Marta e Eduardo contam já não estarem juntos, com todos a ficarem atónitos por Marta anunciar que vai ter o filho que tanto deseja através de Cláudia, que sorri tentando aparentar naturalidade. Cláudia e Eduardo trocam um discreto olhar tenso.

Teresa fica magoada por Eduardo não lhe atender o telefone.

Ju diz a Rafa para a avisar se precisar do que quer que seja. Simão olha completamente rendido e apaixonado para Ju, pedindo-lhe desculpa por nunca ter acreditado nela quando dizia ser uma pessoa sem preconceitos apesar de ser classe social alta. Ju olha hesitante para Simão a perguntar-lhe o que pensa da hipótese de recuperarem o tempo perdido.

Ju receia sofrer de novo se se envolver com Simão. Este toma a iniciativa e beija-a de rompante.

Simão e Ju beijam-se com avidez.

Leonor explode, a avisar Ludovina que não vai permitir que se intrometam entre ela e Carlos.

Ludovina responde ter vindo ali expressar que não se vai opor àquela relação.

Cláudia tenta beber à socapa um pouco de vinho, mas é apanhada por Marta, que ao tentar tirar-lhe o copo se suja com vinho. Lúcio oferece-se maroto para ajudar Marta a tirar a roupa.

Teresa furiosa que Eduardo se está a recusar a falar com ela por não ter aceite que se juntassem.

Ludovina diz a Leonor ter que respeitar as opções do filho, tendo visto como ele estava feliz por ter reatado com ela. Leonor aceita o convite de Ludovina para almoçar com ela e Aniceto.

Ju afasta-se de Simão a dizer-lhe não querer ir mais longe enquanto continuar sem perceber por que ele nutre tanto ódio por pessoas de classe social alta. Simão diz-lhe estar na hora de contar-lhe o seu passado.

Cláudia, muito ensonada, aceita de pronto o convite de Eduardo para ela e Marta passarem lá a noite. Teresa faz nova chamada para o telefone de Eduardo sem que este repare.

Ju ouve Simão a contar-lhe o desgosto amoroso que sofreu no passado com uma mulher muito rica que nunca quis assumir a relação devido ao seu estatuto social, algo que veio dolorosamente a confirmar quando ela lhe disse que estava grávida.

Episódio 193

Ludovina recusa-se a revelar a Aniceto se saiu de casa para ir falar com Leonor, somente lhe contando de sorriso enigmático que amanhã ele vai ficar a saber tudo.

Simão conta a Ju que a mulher que amava acabou com ele após saber que estava grávida, tendo abortado, e que foi nesse período que desistiu de tudo, tendo afogado as suas angústias no álcool e matado uma pessoa, o que o levou a passar vários anos na cadeia. Simão pede desculpa a Ju pedindo-lhe outra oportunidade.

Teresa olha muito desconfiada para Marta somente vestida com uma camisa de Eduardo, em sinal indiciante de ter passado a noite com ele.

Ao pequeno-almoço, Jacinta percebe que se passou algo entre Simão e Ju, que lhe responde de forma evasiva, mas elucidativa.

Marta tenta explicar-se a Teresa mas esta nem quer ouvir. Eduardo aparece e ao vê-lo de boxers fica muito desiludida e sai com Eduardo atrás dela.

Alfonso diz a Nuno que já combinou com Mónica e pede precaução nos assuntos que Nuno abordar na conversa.

Simão regressa com Rafa que se comporta com alguma cerimónia mas Ju, Jacinta e Simão deixam-no à vontade. Lena e Vasco aparecem para o pequeno-almoço e ficam indignados com a presença de Rafa tecendo comentários desagradáveis. Simão acaba por expulsá-los da sala de jantar

Lena chama a atenção de Vasco para um recado da professora a propósito de Clarinha não ter feito os trabalhos de casa. Clarinha surge do escritório e o pai pede-lhe explicações. Clarinha afirma que fez os trabalhos mas que a folha desapareceu. Lena aproveita para falar no colégio interno para desagrado do marido.

Rafa diz que não quer criar problemas lá em casa mas Jacinta corta com o assunto.

Vasco fala com a filha de forma calma e pergunta se é mesmo verdade que fez os trabalhos de casa. Clarinha diz-lhe que sim. Vasco pergunta-lhe se Lena a tem tratado bem mas Clarinha lembra-se da ameaça que a madrasta lhe fez e diz ao pai que sim.

Mónica recebe Nuno conforme combinado através de Alfonso. Nuno questiona Mónica sobre o comportamento de Tomás.

Jú continua a acreditar no bom fundo de Vasco e acha que o sobrinho é manipulado por Lena. Simão dá a entender que já esteve numa situação semelhante. Clarinha conta o que aconteceu com os trabalhos de casa e que o pai acreditou nela confirmando as suspeitas de Simão quanto à mudança do comportamento do sobrinho.

Mónica diz a Nuno que receia que Tomás se mate por ela e tenta justificar as atitudes do marido.

Eduardo pede a Teresa para falarem. Ela nega-se e dirige-se para o seu gabinete.

Teresa entra furiosa no gabinete, seguida de Eduardo e pede-lhe explicações.

Teresa, cheia de ciúmes de Marta, acusa Eduardo. Marta e Cláudia entram no gabinete e tentam esclarecer o equívoco. Teresa cai em si e fica envergonhada.

Alfonso, muito nervoso, olha para a foto de Tomás, toma uma decisão e sai de casa, determinado.

Vasco chega à fábrica, onde estão Miguel e Chico, com uma postura apaziguadora e a valorizar o objectivo comum do lançamento do queijo. Após a sua saída, Chico, comenta com Miguel que algo se passa.

Teresa pede desculpa, dizendo que anda muito nervosa. Marta e Cláudia deixam Teresa a sós com Eduardo, que lhe pergunta o que se passa. Teresa encosta o rosto no peito de Eduardo e chora.

Ao ver Ludovina a cozinhar uma caldeirada, Aniceto fica desconfiado e pergunta-lhe se convidou Mariana para almoçar. Carlos fica à espera da resposta.

Teresa admite não aguentar mais estar longe dos filhos e Eduardo sugere-lhe que peça ajuda ao tio.

Ludovina disfarça e responde que o almoço é para eles. Aniceto e Carlos não ficam convencidos.

Leonor diz a Ju que agora já nada a separará de Carlos. Ju fica incrédula por Mariana ter fingido a gravidez. Leonor diz que vai almoçar à Arrábida precisa de se ausentar. Soraya aparece no restaurante à procura de Rafa.

Mariana conta a Tomás como correu a visita aos Catarino e o irmão recomenda-lhe que deixe os ânimos acalmarem-se. Mariana insulta Leonor e ameaça o irmão, que num impulso lhe agarra o braço.

Ju diz a Soraya que Rafa está a viver na Quinta das Torres e dá-lhe a morada, pedindo-lhe cuidado por causa de Zé.

Mariana solta-se do irmão, que se apercebe que se descontrolou e afasta-se. A campainha toca e Tomás manda Mariana abrir a porta.

Mariana desce as escadas, abre a porta a Alfonso e acompanha-o até Tomás.

Aníbal acusa Luís e Eduardo de terem deixado que Miguel o espancasse. Luiís diz-lhe para o acompanhar até ao gabinete dele e seguem os dois.

Tomás finge-se culpado a Alfonso. Este encosta-o à parede e pergunta-lhe o que esconde por detrás da cara de vítima.

Simão mostra o espaço da escola de boxe a Rafa e convida-o para ser o seu primeiro aluno. Rafa fica emocionado.

Categorias
Televisão

Comentários