Televisão

A Única Mulher: resumo de 11 a 16 de Maio

Episódio 51

Lígia informa um dos seus homens que Ramiro está morto.

Luena revela a Artur que a mãe dele e Norberto são amantes, mas este não acredita na palavra dela e não se disponibiliza para a ajudar a levar Júnior para fora do país. Ela telefona a Sílvia para saber novidades de Carlos (Ramiro), mas esta diz-lhe que, já tendo sido identificado por Norberto, este terá dificuldade em ajudá-la.

Artur acusa a mãe de ter dormido com Norberto, mas esta nega e finge-se indignada, deixando-o na dúvida. Mais tarde, ele recorda o ar comprometido de Norberto quando o encontrou por acaso no hotel e fica convencido. Kizua recomenda a Artur que não fique do lado de Luena.

Yolanda exige a Kizua que convença Artur de que ela não é amante de Norberto a admite saber que ele se faz passar por filho dela e utiliza o seu cartão de crédito para despesas pessoais. Este diz-lhe que Artur vai ajudar Luena.

Mara sente-se dividida quanto ao que fazer em relação a Júnior. Ela diz a Luena que o pai está disponível para conversarem sobre o melhor acordo para Júnior. Na mesma altura, o comissário da polícia e um homem do serviço de imigração chegam a casa de Luena e avisam-na que foi Mara quem a denunciou e que ela terá de sair de Angola até ao dia seguinte.

Norberto agradece a ajuda da filha, mas Mara assegura que fez tudo por Júnior. Ela promete ajudar o pai a conseguir a custódia de Júnior, mas só se ele não afastar Luena do filho. Os dois vão a Malange, onde será instalada a fundação dedicada à memória da mãe dela e são informados de que as obras do edifício estão quase concluídas.

Arsénio leva Júnior num passeio a ver girafas. Entretanto, Neuza avisa Norberto que Luena ainda não apanhou o voo para Lisboa.

O comissário da polícia promete a Norberto colocar Júnior sob proteção da polícia e informa-o que Carlos (Ramiro) terá sido morto num tiroteio no porto de Luanda.

Em Lisboa, Jorge pede a Diogo que volte a chamar Patrícia para uma entrevista. Isabel vê Patrícia na construtora e fica satisfeita por a sua intervenção ter sido bem-sucedida. Ela agradece a Jorge e ele aproveita para a convidar para almoçar.

Pilar sente-se proscrita pelo seu círculo social e acusa o marido de a ter culpado pelo sucedido. Ela pede ajuda a Daniela para afastar o filho de Mara, usando Joana para o conseguir, prometendo integrá-la na família. Daniela não se deixa enganar e expulsa-a de casa. Entretanto, Joana está triste por o pai não a ter vindo visitar novamente.

Berta continua sentida com Pilar por ter ameaçado mandá-la para a reforma, apesar de esta insistir que falou sem pensar.

Nervosa, Luena espera alguém no resort Monte da Lua, agora abandonado. Arsénio está no resort e o seu telemóvel toca. É uma chamada de Norberto.

Jorge pede a Diogo que volte a chamar Patrícia para uma entrevista. Ele disfarça a satisfação.

Sara acha que a intenção do pai é espiar o noivo, mas Diogo desvaloriza a preocupação dela. Ela insiste em marcar a data do casamento.

Santiago vai a casa dos Sacramento e admite a Pilar que errou ao tê-la contactado por Francisca se ter embriagado na festa na hamburgueria, reconhecendo ainda que não lhe devia ter dado esperanças numa relação entre os dois. Ele explica que vai voltar para o Brasil em breve, mas que quer garantir que Francisca não será penalizada pelo que aconteceu. Pilar desvaloriza a paixoneta da filha e promete pô-la de castigo. Francisca ouve a conversa sem ser notada.

Orlando calcula quem publicou o vídeo do estalo de Pilar a Francisca e Santiago confronta Ana Maria pelo sucedido. Esta admite ter sido ela e todos a censuram.

Pedro confronta Sílvia sobre a relação deles. Ela não quer separar a família, mas nega ter-se envolvido com Ramiro em Angola. No entanto, não responde ao marido quando ele lhe pergunta se ela nunca sentiu nada por ele.

Quando Pedro aparece com um saco de viagem, Matilde pergunta ao pai se ele se vai divorciar. Este fica surpreendido com a abordagem e Sílvia interrompe a conversa, garantindo aos filhos que a única forma de ela e Pedro serem felizes é estarem juntos.

Rafaela conforta Mafalda que está triste por ter perdido Pedro.

Ana Maria fica revoltada por a mãe ter tentado ajudar Patrícia a conseguir o lugar de secretária na construtora. A mãe confessa que receia que a filha a prejudique se a recomendar.

Quando Santiago confronta Ana Maria por ter publicado o vídeo, todos a censuram. Ela sente-se desvalorizada pelos que a rodeiam e ambiciona ganhar dinheiro a sério e exige a Daniela o contacto do site de acompanhantes. Esta recomenda-lhe que pense melhor.

Isabel vê Patrícia na construtora e fica satisfeita por a sua intervenção junto de Jorge ter sido bemsucedida. Ela agradece a Jorge e ele aproveita para a convidar para almoçar.

Isaurinha admite à filha que pediu uma cunha a Isabel, mas que esta disse que não podia fazer nada. Patrícia afirma que pretende arranjar emprego por mérito próprio.

Entretanto, Patrícia é chamada para uma segunda entrevista de emprego na construtora, após a intervenção de Jorge, e age de forma mais confiante.

Episódio 52

O comissário da polícia, Guilherme Torres, informa Norberto que Luena não embarcou no voo para Lisboa. Mostra-lhe a fotos de um corpo encontrado na praia, que corresponde à descrição de Carlos (Ramiro), mas o rosto está irreconhecível.

Procurada pela polícia, Lígia decide fugir de Luanda e faz explodir o armazém onde escondeu Ramiro.

Júnior brinca no resort e Luena promete-lhe que irão voltar para casa em breve. Ela pediu ajuda a Bino para lhe arranjar documentos para sair de Angola com o filho e telefona-lhe a confirmar se o contacto é fiável. Este garante-lhe que o seu amigo, Raul, de quem ela está à espera, é de confiança. Luena revela a Arsénio que o seu objetivo é chegar à África do Sul e agradece-lhe a ajuda a recuperar o filho. Este confessa que não conseguia suportar a ideia de Yolanda ocupar o lugar de Rosário sob o pretexto de tomar conta de Júnior.

Entretanto, Luena começa a ficar nervosa por Raul não chegar e recorda o que a mãe lhe contou sobre ele, quando andava a tentar descobrir o pai biológico de Mara.

Yolanda tenta descobrir o que Kizua sabe sobre a intervenção de Artur no desaparecimento de Júnior. Artur aparece, entretanto, e pede desculpa à mãe por ter desconfiado dela. Admite que foi falar com uma camareira do hotel Palanca que vive fora de Luanda, que negou as acusações de Luena. A mãe respira de alívio.

Mara revela a Luís Miguel de que Júnior foi sequestrado por Luena, mas ele acha que ela se está a precipitar nas suas conclusões.

O advogado de Norberto telefona a Henrique a avisá-lo de que Luena raptou o filho.

Em Lisboa, Kandimba não quer continuar a andar no colégio e confessa, envergonhado, que não consegue acompanhar as aulas. Luís Miguel promete arranjar-lhe um explicador.

Numa reunião de administração, Diogo assegura a Jorge que não conseguiu associar o fundo americano que comprou ações da construtora a Norberto Venâncio. Este confessa a Pilar que teme que Norberto avance para uma aquisição hostil da empresa.

Um jipe chega ao resort Monte da Lua. Luena detém-se ao ver quem sai do carro, sem querer acreditar.

Diogo contrata Patrícia para sua secretária e Sara aconselha-o a ficar alerta. Ele desvaloriza a preocupação dela e propõe-se a marcar a data do casamento.

Concha arranja emprego numa perfumaria. Clara não acredita que a mãe aguente o trabalho. Já Henrique fica indignado por a sua ex-mulher trabalhar num balcão de vendas. Acha que vai ser a anedota do dia junto do círculo social deles. Mitó fica muito satisfeita.

Clara acusa Mitó de ter separado os pais.

Luís Miguel convence a irmã a pedir desculpa à mãe e Pilar perdoa a filha por a ter insultado na festa.

João Maria convence Francisca de que o melhor é alinhar no que os pais quiserem, para depois poder fazer o que bem entender. Ele insinua a Jorge e Pilar que Santiago agarrou Francisca na festa, plantando dúvidas sobre o comportamento dele.

Orlando insiste para que Santiago faça uma festa de despedida antes de voltar para o Brasil.

Santiago dá a sua última aula no Estúdio 7 e Rafaela dá-lhe um contacto para uma entrevista de emprego no Brasil. Prometem encontrar-se na festa de despedida.

Sílvia acredita que Ramiro foi morto por causa dela. Rafaela tenta consolá-la.

Rafaela insta Mafalda a convidar Sílvia para a festa, para se reconciliar com ela. Mafalda acede e vai a casa dos Caiado falar com Sílvia. Explica-lhe que não conseguiu resistir à tentação, quando os sentimentos que nutria por Pedro desde a faculdade ressurgiram, mas que continua a ser amiga dela. Convida-a para a festa de despedida de Santiago. Indignada, Sílvia pede-lhe para sair.

Jorge e Isabel almoçam juntos. Ela confessa-se preocupada com a filha.

Quando chega a casa, tem uma conta astronómica de internet para pagar. Discute com Ana Maria, dizendo-lhe que está farta de ser insultada e de trabalhar para pagar os caprichos dela. Exige que a filha vá a uma entrevista de emprego no minimercado, mas esta recusa trabalhar como caixa. Isabel garante-lhe que ela vai passar a ajudar nas despesas da casa.

Quando comenta a discussão com Jorge, no dia seguinte, Isabel explica que Ana Maria anda revoltada por não ter acesso às mesmas coisas que as amigas. Ele pergunta-lhe por que é que ela não voltou a casar depois da morte de Álvaro. Ela finge-se despreocupada, mas fica perturbada com a pergunta.

Ana Maria fica furiosa por a mãe a querer obrigar a trabalhar no minimercado. Daniela recomenda-lhe que aceite o emprego, mas ela prefere procurar algo que lhe permita voltar a estudar para ter melhores perspetivas. Volta a pedir a Daniela o contacto do site de encontros e esta explica-lhe como funciona o esquema.

Rafaela recebe uma mensagem no telemóvel e marca um encontro com Ana Maria. Esta prepara-se para o encontro, experimentando várias roupas até ficar satisfeita com o seu visual.

Isaurinha e Bino festejam o facto de a filha ter arranjado emprego.

Episódio 53

Norberto sai do jipe com dois homens armados. Foi Raul quem denunciou o esquema de Luena e Bino. Luena tenta impedir Norberto de levar Júnior, mas é enfiada no jipe. Arsénio apercebe-se do que se passa e pede a Júnior que não diga nada sobre a sua presença ali. Ele escapa-se pelas traseiras, mas é apanhado por um dos homens de Norberto. Mata-o para não ser descoberto. Norberto pressiona Luena a revelar quem a ajudou a raptar a criança e garante que ela será acusada de cumplicidade no assassínio de um dos seus homens. Ela admite aceitar uma custódia partilhada do filho, mas ele exige que ela abdique de todos os poderes parentais. Diz-lhe que se ela não assinar o acordo, irá para a cadeia. Norberto revela à filha que Luena aceitou dinheiro para desistir da custódia do filho. Mara não quer acreditar e confronta Luena, acusando-a de a ter usado. Luena aguenta a carga e confirma, em lágrimas, que pediu um milhão de euros pelo filho.

Henrique tenta convencer Luena a não assinar o acordo, mas ela já tomou uma decisão.

Mara garante ao pai que não vai desistir de Luís Miguel nem de encontrar o seu pai biológico.

Kizua fica destroçado ao saber que o pai está desaparecido. Mara diz-lhe para ele não perder a esperança. Norberto está determinado a encontrá-lo.

Enquanto isso, Arsénio está no quarto de hotel de Luena, revoltado por Yolanda querer ocupar o lugar de Rosário. Luena diz-lhe que existe uma alternativa e dá-lhe instruções sobre como agir.

Em Lisboa, Joana está desapontada por o pai não a ter vindo visitar, mais uma vez, e põe as culpas em Kandimba.

Daniela fica revoltada ao saber que Rafaela ofereceu o emprego no Estúdio 7 a Ana Maria e garante que não vai continuar a ser humilhada.

Norberto está no jardim de sua casa, pensativo, sem saber que tem uma arma apontada na sua direção.

Sara anuncia aos pais o seu casamento com Diogo dali a três meses. Jorge e Pilar são apanhados de surpresa. Enquanto isso, Diogo está em casa com uma rapariga em lingerie a cheirar coca.

À porta de casa dos Sacramento, Santiago envia uma mensagem a Francisca a pedir-lhe um encontro antes de regressar ao Brasil, mas fica desapontado ao vê-la a sair com João Maria e desiste da ideia. Francisca fica revoltada por Santiago não comparecer.

Concha tenta adaptar-se ao novo trabalho. Preocupado com a sua imagem, Henrique propõe-se a ajudá-la financeiramente, mas ela esclarece que não quer depender de ninguém. Clara recomenda ao pai que se afaste de Mitó se pretende recuperar a mãe.

Mafalda e Rafaela estão atarefadas com os preparativos para a festa de despedida de Santiago. Sílvia aparece e propõe uma reconciliação a Mafalda. Pedro recebe uma mensagem de Sílvia num envelope fechado a perdoá-lo pela traição. Reencontram-se todos na festa em casa de Mafalda. Sílvia explica ao marido que, depois da morte repentina de Ramiro percebeu que não vale a pena guardar rancores.

Ana Maria fica surpreendida ao perceber que Rafaela é a gestora do negócio de encontros. Ameaça denunciá-la, mas esta recorda-lhe que a mãe dela não iria gostar de saber o que ela anda a fazer e propõe-lhe uma alternativa. Contrata-a para trabalhar no Estúdio 7.

Isabel fica aborrecida por a filha ter falhado a entrevista de emprego no minimercado e desabafa com Mitó. A amiga faz-lhe ver que ela precisa de ser mais dura com a filha e ela promete fazer isso mesmo. No entanto, quando chega a casa, Ana Maria pede desculpa à mãe e revela-lhe que recuperou o seu antigo emprego. Pede-lhe dinheiro para comprar roupas de forma a melhorar a sua imagem e Isabel acede.

Bino tenta convencer a mulher a investir no negócio da hamburgueria, uma vez que Américo e a família vão viver para Londres. Esta teme que voltem a endividar-se, mas Patrícia argumenta que pode ser um bom negócio. Patrícia prepara-se para o seu primeiro dia de trabalho.

Episódio 54

Arsénio prepara-se para matar o patrão, mas é travado por Kizua. Este acusa Luena de usar o pai para conseguir o que pretende e garante-lhe que ela se arrependerá se não deixar Arsénio em paz.

Norberto sai de casa para ir assinar o acordo parental com Luena e depara-se com Arsénio caído no chão. Este explica que foi atacado por três homens e não teve hipótese. Norberto acredita nele. Arsénio volta a pedir a Júnior que não refira que ele esteve no resort onde ele passou tempo com a mãe.

Norberto vai ao hotel de Luena para ela assinar o acordo. Discutem, mas ela acaba por firmar o documento. Ele não a deixa ver o filho antes de regressar. Mais tarde, garante a Neuza que Luena regressa nesse mesmo dia a Portugal.

O comissário da polícia, Guilherme Torres, vai a casa do Norberto saber notícias do sequestro, mas este explica que se tratou de um equívoco. O comissário recorda-lhe que se houve um crime, ele tem de o reportar e procura Luena para tentar apurar os factos. Ela esquiva-se às perguntas dele. Ele promete que ela será escoltada até ao aeroporto e deixa dois polícias a guardarem-lhe a porta.

Luena telefona a Mara pedindo para ver o filho antes de voltar para Lisboa. Esta fica indignada e desliga-lhe o telefone, mas Artur defende que ela faça a vontade a Luena.

Mara convida Artur para a ajudar a gerir a fundação e ele aceita.

Luís Miguel pede a Mara para voltar rapidamente a Lisboa e esta garante que o fará mal fique concluída a primeira casa de acolhimento da fundação. Norberto escuta a conversa e diz a Neuza que a filha não pode ficar ao lado de um branco. Sugere que usem Júnior para manter Mara em Angola.

Kandimba tenta demover Luís Miguel de contratar um explicador.

Daniela vai a casa de Luís Miguel e acusa-o de arranjar desculpas para não ver a filha. Ele reconhece a falha e promete visitar Joana nesse dia. Daniela não fica satisfeita. Luís Miguel propõe que assinem antes um acordo de custódia partilhada, mas ela nem quer ouvir falar nisso. Ele acusa-a de usar Joana para o tentar seduzir. Ela dá-lhe um estalo e vai-se embora.

Desejosa de ver o filho, Luena pensa em saltar pela janela do quarto de hotel, mas é alto demais. Uma funcionária passa com um contentor de roupa suja e ela hesita em arriscar o salto.

Mitó vai à perfumaria onde Concha trabalha. Esta fica revoltada ao vê-la ali e, no meio da discussão, borrifa-lhe com perfume no olho. A dona da loja acode aos gritos de Mitó e Concha é despedida.

Henrique prepara-se para terminar a sua relação com Mitó, mas recebe uma chamada da ex-mulher, furiosa por ter sido despedida, exigindo que ele a deixe em paz. Revoltado, Henrique convida Mitó para passarem o fim-de-semana juntos.

Francisca recebe uma mensagem de despedida de Santiago que vai a caminho do aeroporto. Chateada por ele a ter deixado pendurada no dia anterior, ela responde que espera nunca mais o voltar a ver. Santiago parte para o Brasil.

Pedro e Sílvia acordam juntos, reconciliados. A família toma o pequeno-almoço feliz e Matilde confessa-se contente por os pais não se irem divorciar, como o avô tinha insinuado.

Pedro e Sílvia confrontam Sebastião e este admite ter dito isso aos netos, argumentando que Pedro vai trair a esposa outra vez. Este sai de casa revoltado. Sílvia discute com o pai e pede-lhe para ele sair de casa e voltar a viver na sua antiga residência.

Rafaela comenta com Mafalda que ouviu dizer que ela se andava a encontrar com alguém. Ela sente-se apanhada, mas a conversa é interrompida.

Sílvia estranha que o pai tenha ido novamente à Segurança Social. Sebastião e Berta encontram-se num jardim de Lisboa para exercícios matinais.

Jorge propõe um emprego a Isabel na área de contabilidade. Ela diz que não pode aceitar, porque teme que ele tenha uma segunda intenção. Ele respeita a integridade dela, mas sugere-lhe que pense melhor.

Ana Maria aborda Orlando, sedutora, e promete dar-lhe uma lição.

Episódio 55

Luena decide saltar, mas quando chega a casa dos Venâncio, Júnior já lá não está. Norberto e Yolanda chegam entretanto e ela tenta voltar atrás no acordo que assinou, mas sem sucesso.

Enquanto isso, Mara e Artur decidem levar Júnior a ver a mãe e desencontram-se dela. Quando chegam ao hotel, o comissário Guilherme Torres acompanha-os ao quarto de Luena e descobre que esta fugiu. Luena acaba por ser apanhada e transportada pela polícia até ao aeroporto. Entra, desolada, no avião de regresso a Lisboa.

Passam-se várias semanas. A Fundação Rosário Venâncio é inaugurada e Mara planeia ir a uma conferência em Paris, passando antes em Lisboa. Garante ao pai que não desiste de Luís Miguel e não o vai deixar usar Júnior para a prender em Luanda.

Rafaela informa Luena de que Norberto vem a Lisboa negociar o empreendimento de Troia com a construtora Sacramento. Com um novo plano na manga, Luena encontra-se com Renato, um homem de negócios angolano que se divorciou da esposa depois de saber que esta era amante de Norberto e oferece-lhe uma oportunidade para se vingar. Mais tarde, vai a casa de Daniela fazer-lhe uma proposta de trabalho. Garante-lhe que o trabalho será muito bem pago.

Júnior tenta telefonar à mãe às escondidas, mas é apanhado por Neuza que lhe diz que a mãe nunca gostou dele. O miúdo fica amuado e morde a empregada que lhe dá um estalo. Norberto aparece e tenta consolar o filho, que continua triste, um mês passado desde a partida da mãe.

Norberto promete a Yolanda tornar oficial a relação deles quando regressar de Portugal. Ela fica radiante e anuncia a Kizua o seu casamento. Este fica inquieto ao recordar como o pai tentou matar o patrão por causa de Rosário e tenta demovê-la da ideia.

Em Lisboa, Jorge e Diogo sabem pelo jornal da vinda de Norberto a Portugal. Diogo insinua que Mara sabe mais do que revela sobre os negócios do pai e discute com Luís Miguel. Jorge garante que se o caso não for resolvido rapidamente, terão que pôr Norberto em tribunal.

Pilar passa pela construtora e estranha ver Isabel sem farda. Quando confronta o marido, ele recusa-se a dar explicações sobre as contratações da empresa.

Entretanto, Jorge convida Isabel para almoçar e ela aceita. Pilar observa-os, furiosa, e afirma, mais tarde, a Berta que o marido tem um caso. Esta aconselha-a a divorciar-se de Jorge. Pilar garante que não sai do casamento sem dinheiro e que Isabel é apenas mais um trunfo.

Depois de almoço, Jorge convence Isabel a darem um passeio juntos.

Luís Miguel vai ao cinema com Kandimba e Joana, para os dois se conhecerem melhor. Joana está descontente por ter de partilhar o pai com Kandimba.

Luís Miguel vai a casa de Daniela buscar a filha e avista o pai com Isabel.

Sara faz preparativos para o casamento.

Diogo olha para Patrícia com olhar predador.

Concha está a trabalhar num call center.

Henrique fica indignado com a novidade e pede um favor a um amigo para que a ex-mulher seja despedida. Mitó ouve tudo e acusa-o de tentar manter Concha na sua dependência financeira. Os dois discutem e ela sai enfurecida do escritório dele.

Concha admite à filha que está a pensar em subarrendar um quarto para ajudar nas despesas. A filha recorda que isso é ilegal e ela pode ter problemas.

Um mês depois de ter deixado Lisboa, Santiago trabalha numa consultora de marketing no Brasil, ainda nostálgico em relação à vida que deixou para trás. A mãe de Santiago fala-lhe de uma amiga que anda interessada nele.

Berta nota que o comportamento de Francisca está diferente nos últimos tempos. Não fala com ninguém e responde torto a toda a gente.

Sílvia está preocupada com o pai, que entretanto voltou a viver na sua antiga casa, e não dá notícias há um mês.

Isabel começa a trabalhar como administrativa na construtora. Jorge convida Isabel para almoçar e ela aceita. Depois de almoço, ele convence-a a irem dar um passeio juntos.

Rafaela marca um encontro entre Ana Maria e um cliente regular do site Angels. Ela fica nervosa. Luena confessa a Rafaela recear que Ana Maria traga problemas ao negócio de encontros. Rafaela está certa de que, com o dinheiro que ela vai ganhar, manterá a boca fechada.

Bino e Isaurinha estão a explorar a hamburgueria.

Na construtora, Patrícia trabalha como secretária. Diogo observa-a com olhar predador.

Episódio 56

Jorge entra no prédio com Isabel. Luís Miguel fica atónito com o que vê.

Em casa de Isabel, esta oferece um comprido a Jorge que não se sente bem. Ele agarra-a na mão, olhos nos olhos, e agradece-lhe a companhia. Ela fica perturbada.

Mais tarde, Pilar questiona o marido sobre o almoço com Isabel, querendo saber o que se passa entre os dois. O casal discute novamente sobre o divórcio.

Luena faz uma proposta a Daniela, oferecendo-lhe uma soma elevada e realçando que esse dinheiro a pode ajudar a reconquistar Luís Miguel. No entanto, ela acha o plano demasiado arriscado e rejeita a oferta.

Luís Miguel e Kandimba visitam Joana. O rapaz oferece chocolates à menina, mas ela, enfurecida pelo ciúme, atira a caixa ao chão. Luís Miguel repreende a filha pela sua atitude. Daniela critica-o por nunca visitar a filha. Vão todos ao cinema e Daniela aproveita a ocasião para tentar seduzir Luís Miguel. Este rejeita os avanços dela e critica-a por usar a filha para se aproximar dele. Kandimba e Joana picam-se durante o filme e atiram gelados um ao outro. A menina dá-lhe um estalo e Luís Miguel intervém, repreendendo novamente a filha. Daniela revolta-se por ele defender Kandimba e vai-se embora a meio do filme com Joana.

Joana chega a casa a chorar, convencida que o pai já não gosta dela. Daniela encoraja o ciúme da menina, dizendo-lhe que foram trocadas pelo novo filho.

Entretanto, Luís Miguel desconfia que Kandimba ande novamente metido em negócios esquisitos.

Luena volta a insistir com Daniela para aceitar a proposta, mas esta mantém-se inflexível. Rafaela descobre que o plano de Luena para tramar Norberto envolve as miúdas da Angels e receia que a intenção da amiga seja matar o angolano. Luena não revela o seu plano.

Luís Miguel diz a Mara que o pai dela se recusa a negociar com a construtora, mas ela desvia a conversa. Ela anuncia ao namorado que vai a Lisboa e ele fica entusiasmado, mas ressente-se quando percebe que é apenas por alguns dias. Sente que está em último lugar na lista de prioridades dela.

Mara questiona o pai sobre o negócio de Troia, mas ele responde à defesa. Neuza teme que Norberto perca a filha quando esta descobrir os planos do pai de comprar a construtora.

Henrique envia uma carta a Norberto a tentar agendar uma reunião para resolver o problema do empreendimento de Troia. Norberto interpreta a carta como uma ameaça e insiste que a obra só avança quando o Estado português lhe pagar o que deve.

Luís Miguel decide levar Joana e Kandimba a um jantar dos avós para se habituarem à família. Ele quer mostrar à menina que não a substituiu. Inicialmente, Joana recusa-se a ir se Kandimba for, mas a mãe convence-a a não desistir de passar tempo com o pai.

Joana e Kandimba picam-se durante todo o jantar em casa dos Sacramento. Luís Miguel repreende Joana por dar um pontapé a Kandimba e a menina amua.

Luís Miguel decide ir-se embora com os filhos, mas ao sair, encontra várias notas dentro do casaco de Kandimba e pede-lhe satisfações. Joana sorri maldosa.

Sara anda animada com os preparativos para o casamento. Mafalda apresenta o novo namorado a Sara, Paulo, que fica apreensivo ao reconhecer o nome de Diogo.

Na construtora, Diogo elogia a eficiência de Patrícia.

O trabalho no call center é duro para Concha.

Henrique consegue fazer com que a ex-mulher seja despedida e, ressentida, Mitó acusa-o de conspirar para ter a esposa de volta. Ele garante que é apenas uma questão de imagem, mas sente-se culpado e convida a secretária para saírem juntos.

Concha vai jantar a casa dos Sacramento e queixa-se de não ser apoiada pela família. Jorge acha que é uma questão de tempo até ela voltar para Henrique.

Francisca anda muda e calada. Pilar decide pedir ao marido para falar com a filha.

Sílvia continua preocupada com o pai de quem não tem notícias há um mês. Ele não atende o telefone e ela decide ir a casa dele. Sebastião não abre a porta e ela questiona uma vizinha que garante que já não o vê há algum tempo. Sílvia sente-se culpada por ter posto o pai fora de casa.

Pedro janta com os filhos na hamburgueria quando Mafalda aparece com o seu novo namorado, Paulo. Ele é negociante de arte, viajado e culto e Pedro sente-se diminuído face a ele. Volta para casa, malhumorado.

Mafalda está feliz com o novo amor, não encontra nenhum defeito em Paulo.

Jorge entra em casa de Isabel para tomar um comprido porque não se sente bem. Ele agarra-a na mão, olhos nos olhos, e agradece-lhe a companhia. Ela fica perturbada.

Ana Maria vai ao seu primeiro encontro como acompanhante de luxo. Ela estranha que o cliente lhe peça para subir ao quarto e alerta Rafaela, que lhe diz que está por sua conta. O cliente é bonito e só pretende jantar e conversar. No final da noite, ela sente que foi dinheiro fácil.

Categorias
Televisão

Comentários