Televisão

Jardins Proibidos: resumo de 11 a 15 de Maio

Episódio 193

Ludovina recusa-se a revelar a Aniceto se saiu de casa para ir falar com Leonor, somente lhe contando de sorriso enigmático que amanhã ele vai ficar a saber tudo.

Simão conta a Ju que a mulher que amava acabou com ele após saber que estava grávida, tendo abortado, e que foi nesse período que desistiu de tudo, tendo afogado as suas angústias no álcool e matado uma pessoa, o que o levou a passar vários anos na cadeia. Simão pede desculpa a Ju pedindo-lhe outra oportunidade.

Teresa olha muito desconfiada para Marta somente vestida com uma camisa de Eduardo, em sinal indiciante de ter passado a noite com ele.

Ao pequeno-almoço, Jacinta percebe que se passou algo entre Simão e Ju, que lhe responde de forma evasiva, mas elucidativa.

Marta tenta explicar-se a Teresa mas esta nem quer ouvir. Eduardo aparece e ao vê-lo de boxers fica muito desiludida e sai com Eduardo atrás dela.

Alfonso diz a Nuno que já combinou com Mónica e pede precaução nos assuntos que Nuno abordar na conversa.

Simão regressa com Rafa que se comporta com alguma cerimónia mas Ju, Jacinta e Simão deixam-no à vontade. Lena e Vasco aparecem para o pequeno-almoço e ficam indignados com a presença de Rafa tecendo comentários desagradáveis. Simão acaba por expulsá-los da sala de jantar

Lena chama a atenção de Vasco para um recado da professora a propósito de Clarinha não ter feito os trabalhos de casa. Clarinha surge do escritório e o pai pede-lhe explicações. Clarinha afirma que fez os trabalhos mas que a folha desapareceu. Lena aproveita para falar no colégio interno para desagrado do marido.

Rafa diz que não quer criar problemas lá em casa mas Jacinta corta com o assunto.

Vasco fala com a filha de forma calma e pergunta se é mesmo verdade que fez os trabalhos de casa. Clarinha diz-lhe que sim. Vasco pergunta-lhe se Lena a tem tratado bem mas Clarinha lembra-se da ameaça que a madrasta lhe fez e diz ao pai que sim.

Mónica recebe Nuno conforme combinado através de Alfonso. Nuno questiona Mónica sobre o comportamento de Tomás.

Jú continua a acreditar no bom fundo de Vasco e acha que o sobrinho é manipulado por Lena. Simão dá a entender que já esteve numa situação semelhante. Clarinha conta o que aconteceu com os trabalhos de casa e que o pai acreditou nela confirmando as suspeitas de Simão quanto à mudança do comportamento do sobrinho.

Mónica diz a Nuno que receia que Tomás se mate por ela e tenta justificar as atitudes do marido.

Eduardo pede a Teresa para falarem. Ela nega-se e dirige-se para o seu gabinete.

Teresa entra furiosa no gabinete, seguida de Eduardo e pede-lhe explicações.

Teresa, cheia de ciúmes de Marta, acusa Eduardo. Marta e Cláudia entram no gabinete e tentam esclarecer o equívoco. Teresa cai em si e fica envergonhada.

Alfonso, muito nervoso, olha para a foto de Tomás, toma uma decisão e sai de casa, determinado.

Vasco chega à fábrica, onde estão Miguel e Chico, com uma postura apaziguadora e a valorizar o objectivo comum do lançamento do queijo. Após a sua saída, Chico, comenta com Miguel que algo se passa.

Teresa pede desculpa, dizendo que anda muito nervosa. Marta e Cláudia deixam Teresa a sós com Eduardo, que lhe pergunta o que se passa. Teresa encosta o rosto no peito de Eduardo e chora.

Ao ver Ludovina a cozinhar uma caldeirada, Aniceto fica desconfiado e pergunta-lhe se convidou Mariana para almoçar. Carlos fica à espera da resposta.

Teresa admite não aguentar mais estar longe dos filhos e Eduardo sugere-lhe que peça ajuda ao tio.

Ludovina disfarça e responde que o almoço é para eles. Aniceto e Carlos não ficam convencidos.

Leonor diz a Ju que agora já nada a separará de Carlos. Ju fica incrédula por Mariana ter fingido a gravidez. Leonor diz que vai almoçar à Arrábida precisa de se ausentar. Soraya aparece no restaurante à procura de Rafa.

Mariana conta a Tomás como correu a visita aos Catarino e o irmão recomenda-lhe que deixe os ânimos acalmarem-se. Mariana insulta Leonor e ameaça o irmão, que num impulso lhe agarra o braço.

Ju diz a Soraya que Rafa está a viver na Quinta das Torres e dá-lhe a morada, pedindo-lhe cuidado por causa de Zé.

Mariana solta-se do irmão, que se apercebe que se descontrolou e afasta-se. A campainha toca e Tomás manda Mariana abrir a porta.

Mariana desce as escadas, abre a porta a Alfonso e acompanha-o até Tomás.

Aníbal acusa Luís e Eduardo de terem deixado que Miguel o espancasse. Luiís diz-lhe para o acompanhar até ao gabinete dele e seguem os dois.

Tomás finge-se culpado a Alfonso. Este encosta-o à parede e pergunta-lhe o que esconde por detrás da cara de vítima.

Simão mostra o espaço da escola de boxe a Rafa e convida-o para ser o seu primeiro aluno. Rafa fica emocionado.

Episódio 194

Tomás diz a Alfonso que ama Mónica e começa a chorar. Os dois envolvem-se numa cena violenta e são interrompidos por Mónica. Tomás aproveita para se vitimizar.

Luís tenta sacar a Aníbal informações sobre a ciclista mas não consegue e tenta ameaçá-lo.

Simão desafia Rafa a calçar umas luvas de boxe e dar uns socos no saco. Rafa começa por se queixar, mas aceita, deixando Simão satisfeito.

Mónica discute com Alfonso e pede-lhe satisfações. Tomás continua a sua encenação. Alfonso sai irritado e Mónica segue-o.

Mónica critica Alfonso por ter criado aquela situação e agora se vitimizar. Mónica diz que não quer ser responsável caso Tomás se mate.

Aníbal nada conta sobre a ciclista e diz a Luís que foi uma história inventada por Miguel para não sair mal visto.

Teresa diz a Eduardo que vai fazer algo em relação aos filhos e pede-lhe ajuda porque tem de se ausentar do hospital.

Mónica pede desculpa a Tomás pelo que acabou de acontecer. Tomás diz-lhe que esqueça e dá-lhe a entender que o pai sempre lhe bateu.

Simão provoca Rafa para que este esmurre o saco de boxe até ficar esgotado, cair de joelhos e começar a chorar

Soraya entrega a Zé um papel com a morada de Rafa.

Na cafetaria do hospital, Aníbal, de tabuleiro na mão, tenta sentar-se, mas as pessoas olham-no de lado.

Carlos vê Ludovina pôr a mesa para quatro pessoas. Tocam à porta e Ludovina manda-o abrir a porta.

Rafa e Simão regressam a casa vindos da escola de boxe e conversam animadamente. A campainha toca, Rafa vai abrir e fica chocado a olhar o pai.

Carlos abre a porta e fica surpreendido a ver Leonor. A mãe pergunta-lhe se não vai beijar a namorada.

Zé passeia pela sala à vontade e sem pudor nenhum. Rafa está horrorizado enquanto Zé observa os valores que pode roubar e agarra numa jarra. Simão vem da cozinha e surpreende-o.

Simão recusa-se a dar dinheiro a Zé porque sabe que é para a droga. Zé acaba por sair, mas antes ainda diz a Rafa que não poderá esconder-se para sempre.

Carlos diz a Ludovina que está muito feliz por finalmente ter aceite a relação dele com Leonor.

Luís questiona a enfermeira sobre a ciclista. Esta diz que foi o Dr. Varela que a atendeu quando deu entrada no hospital.

Simão acha que Rafa devia contar à polícia, mas este recusa-se a violar uma das leis do bairro.

Tomás olha para a foto de Nuno na lavandaria enquanto fala sozinho e diz que Nuno vai pagar muito caro.

Miguel tenta trabalhar mas não se consegue concentrar. Inês vem do quarto e Miguel diz que Amélia faz muita falta.

Luís questiona o Doutor Varela sobre a ciclista. Este recorda-se perfeitamente e diz que a paciente não morreu deixando Luís em estado de alerta.

Inês tenta convencer o pai a aproveitar a relação com Célia e procurar a felicidade, Miguel diz-lhe que não consegue esquecer Amélia.

Varela esclarece Luís e indica-lhe o nome da paciente. Varela lembra-se de ter suturado Tomás e pergunta a Luís se o filho já está a ser seguido por um psicólogo. Varela comenta com Luís que se Tomás quisesse tinha conseguido suicidar-se. Luís fica aterrado com aquela revelação.

Carlos pede Leonor em casamento.

Na sala de espera, uma paciente recomenda a outra que não seja atendida por Aníbal.

Episódio 195

Leonor diz a Carlos que é preciso irem com calma e viver um dia de cada vez. Carlos aceita e começa a beijá-la no pescoço. Acabam por sair os dois para o quarto.

Nuno fica incrédulo por saber que Alfonso foi falar com Tomás. Alfonso conta como Tomás reagiu a Nuno diz-lhe que é tudo falso, que faz parte da «persona» dele.

A auxiliar diz a Aníbal que a paciente se recusa a ser atendida por ele e ele fica furioso. A paciente diz a Aníbal que nem devia poder exercer medicina. Aníbal diz que, até prova em contrário, é inocente e vítima da Comunicação Social.

Aníbal entra e fecha a porta, aterrorizado com o que se está a passar consigo. Vasco aparece para falar com ele.

Nuno diz a Alfonso que Tomás é frio e calculista como todos os serial-killers têm de ser.

Sofia estaciona o carro e dirige-se para o prédio de Nuno. Tomás observa-a e fotografa todos os seus movimentos.

Vasco confronta Aníbal com a chantagem de que está a ser alvo.

Simão recebe Teresa perante a incredulidade de Lena ao saber que Teresa ficará lá em casa.

Vasco insinua que Aníbal pode estar envolvido no afastamento de Teresa do hospital a propósito da neglicência fatal que Raquel foi alvo.

Teresa não cede às ameaças de Lena e diz que vai ficar ao pé dos filhos.

Luís continua a tentar saber mais detalhes sobre a ciclista e acaba por pesquisar no Facebook, encontrando o perfil dela. Envia-lhe uma mensagem à qual recebe uma resposta.

Miguel recebe telefonema do Luís a combinar um encontro.

Miguel vê a filha a folhear uma revista de boxe e fica espantado com o interesse dela. Miguel diz que Luís ligou e que já tem notícias sobre a ciclista.

Luís pede a Eduardo que o substitua numa cirurgia pois precisa ausentar-se do hospital e sai.

Leonor e Carlos regressam do quarto felizes. Leonor atende um telefonema de Luis e diz a Carlos que vai ter de ir para casa.

Nuno e Sofia saem para dar uma volta. Em conversa junto ao carro, Sofia tenta perceber o que aconteceu entre ele e Alfonso, mas Nuno prefere não falar sobre o assunto. Tomás observa-os ao longe e continua a fotografá-los.

Aniceto e Ludovina chegam a casa vindos do café. Aniceto goza com Ludovina e pergunta se ela tem medo que Leonor engravide. Ludovina emociona-se e começa a chorar.

Miguel e Inês chegam a casa dos Gama. Inês fica paralisada ao ver a ciclista viva. Luís conta que tudo não passou de uma invenção de Aníbal para chantagear Amélia.

Ludovina chora e diz ao marido que a esperança de virem a ser avós cai por terra se Carlos continuar com Leonor.

Teresa tem o filho ao colo e Clarinha está encostada à mãe quando Vasco chega a casa e pergunta o que significa a presença de Teresa.

Simão defende Teresa de Lena e Vasco, avisando-os que não podem impedir que ele convide a sua sobrinha para passar uns dias na Quinta.

Leonor, Luís e Miguel apelam à ciclista para que perceba que Inês e Tiago também sofreram muito durante todo aquele tempo em que pensaram que ela tinha morrido.

Teresa enfrenta Vasco e Lena a dizer-lhes que nada a impede legalmente de visitar o seu tio. Vasco e Lena olham muito irritados para Simão a dizer-lhes para saírem já dali e os deixarem em paz.

Todos ficam aliviados por a ciclista ter decidido não apresentar queixa contra Inês e Tiago. Leonor e Luís prometem a Miguel conseguirem arranjar maneira de pôr Aníbal na prisão sem terem de recorrer à violência.

Episódio 196

Lena promete a Vasco arranjar forma legal de expulsarem Teresa lá de casa.

Simão fica desalentado por Mateus lhe contar que a vizinha que testemunhou contra Teresa em tribunal, mudou de casa logo após prestar depoimento.

Miguel pede a Inês para nunca mais terem segredos sobre o que quer que seja entre eles.

Simão sugere a Teresa que convide Eduardo para jantar com eles lá em casa. Teresa esboça ar hesitante.

Tomás estaca gelado por Luís lhe dizer que já sabe que ele cortou os pulsos de forma a não correr perigo de vida.

Eduardo ouve espantado Teresa a contar-lhe que se mudou para a Quinta das Torres a convite de Simão para poder estar junto dos filhos, acabando por lhe dar o seu apoio. Teresa sorri mais descansada por Eduardo acabar por apoiar a sua decisão.

Luís acusa Tomás de ter cortado os pulsos para persuadir Mónica a não o deixar, além de ter sido ele que ajudou Mariana a manipular os seus exames para fingir estar grávida. Luís ampara-se ao móvel quase a desfalecer, Tomás olha-o intrigado.

Leonor liga para Carlos a dizer-lhe preocupada que as coisas lá em casa estão complicadas e hoje não pode ir ter com ele.

Luís sente-se pior, acabando por cair desmaiado para cima da cama de Tomás, que percebe que o pai teve um enfarte. Tomás decide salvar Luís a concluir que se ele morrer assim, nunca poderá vingar-se dele como pretende. Leonor e Mónica entram e ficam aflitas.

Eduardo ouve espantado Leonor a contar-lhe ao tlm que Luís teve um enfarte e sai disparado para ir para o hospital.

Tomás insiste com Eduardo para que o deixe ajudar na operação ao pai. Eduardo acaba por assentir.

Em casa dos Ávila todos estão satisfeitos com o regresso de Teresa ao seio da família, a recordarem bons momentos. Vasco, que assistiu a tudo muito triste, segue para a sala.

Vasco diz abalado a Lena preferir irem jantar fora por não estar com cabeça para mais discussões.

Leonor concorda que Mónica avise Mariana do que se está a passar com Luís. Leonor estaca muito tensa por a enfermeira lhe dizer que o caso de Luís está complicado e ele vai mesmo ter de ser operado.

Eduardo explica a um frio Tomás o procedimento do bypass que vão fazer a Luís.

Teresa liga para Eduardo, que tem o telemóvel desligado. Acaba por descobrir atónita que ele está a socorrer Luís, que foi vítima de um ataque cardíaco e sai para ir para o hospital.

Mariana, ignorando ostensivamente Leonor, pergunta aflita a Mónica como está Luís. Mónica abraça Mariana.

Enfermeira administra uma solução a Luís para lhe parar o coração. Eduardo explica a Tomás que após o bypass, reiniciam o coração dele de novo.

No cantinho da Ju, Lena repreende Vasco por ter querido ir ali jantar.

Leonor nega a Mariana que Luís tenha sofrido um ataque cardíaco por causa dela. Mariana desaba no entanto a chorar triste. Leonor não resiste em aproximar-se da filha para a consolar, estacando no entanto hesitante antes de lhe tocar.

Eduardo desfere descargas elétricas para reanimar o coração de Luís que permanece sem batimento. Tomás está tenso, não se percebendo no entanto qual é o seu desejo.

Eduardo dá nova descarga a Luís, fazendo com que o coração comece por fim a bater. Todos sorriem aliviados e felizes. Tomás tenta sorrir, nervoso.

Episódio 197

Vasco refuta a Lena ter a mínima intenção de desistir de todos os planos que traçaram juntos, ainda para mais naquela altura em que está tanto em jogo. Lena sorri, mais descansada, e Vasco lança-lhe um discreto olhar desconfiado. Jacinta percebe que algo se passa e fica a observá-los ainda mais atenta.

Teresa consegue convencer Leonor a vir consigo tomar algo para se acalmar um pouco. Mariana desaba de novo em pranto a culpar-se pelo que aconteceu a Luís, enquanto Mónica a consola, condoída.

Lena olha com discreto ar maquinador para Vasco a contar-lhe que vai viajar de helicóptero para a feira que vai haver no Norte, tal como usualmente faz. Vasco não percebe.

Leonor culpabiliza-se a Teresa pelo que aconteceu a Luís por ter sido ela que educou mal os filhos, mas Teresa argumenta que tal é sempre responsabilidade de ambos os pais e não só de um, além de que os sintomas de Luís indiciavam que aquele problema já estava a acontecer há algum tempo. Leonor esboça ar mais reconfortado.

Tomás finge ficar satisfeito por Eduardo propor que seja ele a suturar o corpo de Luís para finalizarem a operação. Todos se abraçam satisfeitos por a vida de Luís ter sido salva. Tomás esboça ar indiferente e quase dececionado.

Mónica elogia, muito orgulhosa, Tomás por ter ajudado a salvar a vida ao próprio pai.

Simão acorda sobressaltado com alguém a entrar em silêncio no quarto, mas logo sorri feliz ao ver que é Ju, e beija-a com intensidade.

Teresa entra em casa cansada, mas logo sorri com redobrada energia por ter Clarinha e Lourenço à sua espera para recebê-la. Lena e Vasco olham sérios para aquele quadro de felicidade de Teresa com os filhos e Xavier.

Leonor pega no tlm e liga para Carlos. Carlos aceita encontrarem-se noutra altura e queixa-se a Aniceto que acontece sempre alguma coisa que o separa de Leonor.

Lena tenta minimizar a presença de Teresa, ordenando a Clarinha que se vá arranjar para ir para a escola.

Ju admite a Simão ter saudades dos tempos em que Emília era viva, por nessa altura a família ainda estar unida.

Todos contam a Tiago que Luís teve um ataque cardíaco mas já está fora de perigo.

Todos felicitam Eduardo por ter salvado a vida a Luís.

Leonor nega a Tomás que ele tenha culpa de todos os problemas familiares.

Aníbal continua a seguir discretamente Eduardo, ouvindo cada vez mais furioso dois funcionários do hospital a elogiá-lo.

Tomás conta a Mónica que Luís sofreu um enfarte quando estava a repreendê-lo injustamente tal como fez tantas vezes no passado.

Nuno pergunta a Alfonso se sabe de Carol por ela talvez poder saber mais alguma coisa acerca de Tomás.

Aniceto alerta Carlos que um dia irá arrepender-se de continuar com Leonor por ela não lhe poder dar filhos, mas Carlos vinca que se for essa a consequência que irá sofrer para poder ficar com a mulher da sua vida, então prefere não os ter.

Simão insiste querer que Rafa vá consigo à escola de boxe antes de entrar no restaurante, pedindo a Ju que venha com eles e depois leve o rapaz para o trabalho.

Tomás diz a Luís, que ainda dorme, que só o salvou porque lhe dá muito mais jeito que ele permaneça vivo.

Miguel avisa Alfonso que vai chegar mais tarde à fábrica e diz a Inês ainda precisar de fazer o luto da morte de Amélia para conseguir focar-se no trabalho.

Luís fica atónito por Eduardo lhe contar que Tomás fez questão de ajudá-lo na operação dele e deu o seu máximo para que tudo corresse bem.

Ju diz a Carlos que apesar de não gostar de boxe, está muito agradada com a ideia de Simão querer ajudar os jovens do bairro com a escola.

Categorias
Televisão

Comentários