Televisão

Jardins Proibidos: resumo de 18 a 23 de Maio

Episódio 198

Teresa repara no semblante carregado de Xavier, perguntando-lhe o que aconteceu.

Lena atende chamada de Vasco, assentindo apreensiva que se encontrem no escritório dela para falarem.

Xavier contou a Teresa que apanhou Vasco a chorar lá fora, com ambos a concordar que algo se passa entre ele e Lena.

Tomás repassa nas mãos as fotos de Cristina e Sofia.

Sofia sorri em assentimento quando Célia lhe pergunta se é Nuno quem a tem mantido tão ocupada para quase ter deixado de ir à papelaria.

Tomás continua a passar pelas mãos as fotos de Cristina e Sofia a decidir qual delas vai morrer.

Cristina diz a Nuno já ter conseguido apurar que Carol não abandonou Portugal.

Mateus conta a Simão que conseguiu localizar a vizinha que testemunhou contra Teresa em tribunal, mas acabou por não conseguir oferecer-lhe dinheiro para ela desmentir o que disse sobre ela.

Alzira olha tensa para Mateus a pressioná-la para que confesse que mentiu em tribunal.

Chico olha pouco recetivo para Lurdes a dizer-lhe que Vasco já ligou várias vezes à procura dele.

Tomás fica tenso por Mónica lhe contar que Rui quer regressar a Portugal para fazer as pazes com Carol.

Lena anui a Vasco ao tlm já estar à espera dele no escritório.

Teresa conta a Eduardo que algo mudou em Vasco.

Vasco recebe chamada de Chico quando se preparava para entrar no gabinete de Lena. Pede-lhe para falarem mais tarde.

Chico, anui a Lurdes que algo se passa com Vasco.

Vasco tira a sua aliança e diz a Lena que vai explicar-lhe porque o casamento deles chegou ao fim e pretender divorciar-se dela. Lena admite a Vasco ter orquestrado o rapto de Emília e que fez tudo aquilo para o bem dele. Vasco questiona Lena a quem ela estava a chamar amor ao telefone.

Tomás insiste com Mónica para persuadir Rui a não regressar para procurar Carol.

Lena chora e nega a Vasco ser impossível ele tê-la ouvido a dizer que amava outra pessoa. Vasco vinca a Lena que só tem pena de ter percebido tão tarde que ela apenas andava atrás do seu dinheiro.

Lena ameaça Vasco denunciar todas as patifarias que fizeram se ele avançar com o divórcio. Ficam a olhar-se em tensão.

Luís diz a Teresa e Eduardo não conseguir ficar mais tempo em repouso.

Vasco estremece tenso a ouvir Lena a avisá-lo que pode denunciá-lo facilmente por ter ficado com o dinheiro do resgate de Emília, ter enganado Teresa na cedência de quotas da fábrica, ter roubado a patente a Chico e até ter tentado matar Simão.

Lena conta furiosa ao seu contacto que Vasco está determinado em divorciar-se dela, mas que têm uma chance de ouro de acabarem com aquele problema se o helicóptero em que ele vai viajar com os filhos não chegar ao seu destino.

Dolores diz a Mónica estar muito apreensiva com Mariana, que praticamente não anda a comer nada.

Episódio 199

Ludovina diz alheada a Aniceto que não janta e este fica preocupado.

Mónica insiste com Mariana para que esqueça Carlos.

Chico está preocupado por Vasco continuar sem atender o telefone.

Teresa diz a Simão que está apreensiva por Vasco querer levar os filhos para o Norte e que ele aparenta andar muito perturbado. Lena sorri perfidamente já a imaginar-se no papel de viúva de Vasco. Simão e Teresa sugerem a Vasco que deixe Teresa viajar com ele e os filhos.

Tomás esboça ar enigmático quando a irmã lhe pergunta se vai ser desta que ele se vai começar a dar bem com Luís.

Marta fica em pânico ao ver Cláudia a aparecer vinda do quarto a sangrar.

Vasco assume a Jú ter cometido muitos erros. Jú aconselha-o a começar por separar-se de Lena.

Cláudia é levada para as urgências.

Teresa adormece na sala, acordando muito nervosa com um toque de Lena. Teresa estava a sonhar com Emília, que a alertava para não deixar que Vasco viaje com os filhos.

Vasco vinca a uma provocadora Lena que só vai ficar bem quando a vir bem longe de si, tirando a sua aliança. Lena sorri a referir que Vasco nem sonha que vai efetivamente deixar de respirar o mesmo ar que ela.

Marta conta a Eduardo que Cláudia deu entrada no hospital, mas nada aconteceu ao bebé. Eduardo dá a mão a Marta, solidário.

Leonor avisa Mariana que Luís quer falar com todos os filhos, com Mónica a dizer-lhe que Tomás saiu muito cedo de casa.

Tomás espera que Cristina entre no prédio de Nuno e segue na direção do carro dela de camélia na mão.

Cristina diz a Nuno que não têm a mínima pista do paradeiro de Carol, começando a concordar com ele que Tomás pode ser o homem que andam à procura.

Marta anui a Cláudia estar tudo bem com o bebé e só terem de ter mais cuidado de futuro.

Teresa tenta mais uma vez demover Vasco de levar os filhos com ele, mas sem sucesso. Teresa procura as suas coisas apressada para sair, contando a Simão que já sonhou duas vezes com Emília e precisa de impedir que os filhos entrem no helicóptero.

Tomás sorri a observar Cristina a olhar incrédula para a camélia que pôs no pára-brisas do carro dela.

Nuno sossega Cristina a dizer-lhe que o assassino não a iria matar sem um motivo plausível.

Jacinta está muito preocupada por Teresa ter ido sozinha atrás de Vasco.

Jú acaba por assentir a Simão ir com ele e Rafa à escola de boxe antes de ir para o restaurante.

Episódio 200

Lena pergunta de sorriso pérfido ao seu contacto se está mesmo tudo tratado para Vasco e os filhos perderem a vida no helicóptero.

Um homem disfarçado de boné e óculos escuros aproxima-se do helicóptero e abre o seu saco com várias ferramentas.

Vasco chega ao aeródromo com os filhos. Clarinha pede de novo ao pai que os deixe ficar com Teresa, mas Vasco promete-lhe que se vão divertir muito.

Lena alerta Xavier para não ter esperanças que Teresa consiga demover Vasco de levar os filhos consigo na viagem.

Jú dá panfletos a Rafa para ele espalhar pelo bairro para publicitar a festa de inauguração da escola de boxe.

O piloto diz a Vasco estar tudo a postos para o levar a ele e aos filhos, referindo que eles vão ser os únicos a viajar.

Zé, escondido de Rafa, lê o panfleto e segue no encalço do filho.

Luís diz a Mariana e Tiago querer ter uma conversa séria com eles e Tomás o mais depressa possível. Leonor alerta Luís para ter em conta que Tomás fez tudo para o salvar na operação.

Rafa segue caminho, completamente alheio à presença de Zé, que o persegue à distância.

Mariana aceita sem protestar o castigo imposto por Luís de ficar sem mesada.

Rafa entrega o último folheto a um homem à porta de uma tasca e afasta-se com Zé sempre atrás dele.

Teresa aparece a correr disparada na direção do helicóptero, vincando a Vasco que só aceita que ele leve os seus filhos se também puder ir.

Luís castiga Tiago a dizer-lhe que vai obrigá-lo a fazer voluntariado no hospital. Finaliza, pedindo a Tomás que assuma as responsabilidades do seu casamento e comece a ganhar dinheiro para sustentar Mónica.

Jú sugere a Simão que vá distribuir os restantes panfletos com Rafa para ser mais rápido. Jú fica sozinha e Zé aparece de sorriso perigos.

Jú tenta fugir de Zé, que empurrando-a lhe diz para lhe dar já tudo o que tem.

Teresa insiste com Vasco que algo lhe diz que os filhos deles não podem embarcar naquela viagem. Vasco olha para todos e fica indeciso.

Zé rouba tudo o que vê de valor na mala de Jú, puxando-a pelos cabelos para irem até ao multibanco. Rafa entra nesse instante e faz frente a Zé.

Vasco pega em Lourenço e Clarinha e afasta-se sem nada dizer a Teresa, que o segue.

Rafa desafia Zé para lutarem no ringue. Zé aceita o duelo, olhando com ódio para o filho.

Vasco acaba por aceder aos pedidos de Teresa e Clarinha e concede não levar os filhos de viagem com ele.

Episódio 201

Chico olha expectante para Cláudia a dizer-lhe que algo mudou com o bebé que está à espera.

Zé e Rafa lutam e, aproveitando uma distração de Rafa, Zé atinge violentamente o filho, que cai tombado no chão.

Cláudia admite a Chico que por mais que tente lutar contra tais sentimentos, já sente uma grande afeição pelo seu bebé.

Um executivo aparece a perguntar ao piloto se o pode também levar para o Porto, piloto anui. O helicóptero levanta voo. Enquanto isso, Lena sopra o ar contrariada por o seu contacto lhe dizer que Vasco acabou por não levar os filhos com ele.

Rafa decide acabar com aquela luta e golpeia repetidamente Zé. Simão abraça Rafa a tentar acalmá-lo.

Cláudia diz a Chico esperar retomar o seu trabalho na Quinta no dia seguinte. Chico diz a Marta que não devia querer controlar a vida da irmã e devia cuidar dela como médica.

Lena agarra no telefone para ligar para Vasco. Vasco recebe chamada de Lena, voltando a avisá-la estar tudo irremediavelmente acabado entre eles. O helicóptero começa aos solavancos e Vasco fica aflito. Lena diz a Vasco que a despedida deles devia ter sido diferente, dizendo-lhe adeus de olhar pérfido e maldoso.

Lena sorri a antever a morte iminente de Vasco. O aparelho começa a perder altitude e Vasco percebe que Lena sabotou o helicóptero para o matar. O helicóptero continua a perder vertiginosamente altitude, com o piloto a disfarçar mal o pânico que o domina.

Rafa avisa Zé querer que ele desapareça do bairro empurrando-o para fora do ginásio e agradece a Simão por lhe ter dado coragem para enfrentar Zé.

O piloto continua a tentar controlar, sem sucesso, o helicóptero que passa uma montanha e se despenha.

Em casa dos Ávila, todos sorriem felizes ao verem Teresa a entrar com os filhos, sem imaginarem que Vasco acabou de sofrer um trágico acidente.

Rafa agradece a Simão e Jacinta tudo o que têm feito por ele. Jú fica aliviada por Simão lhe contar que Teresa convenceu Vasco a não viajar com as crianças.

Teresa liga para Eduardo a contar-lhe que vai ficar com os seus filhos só para si durante uns dias. Eduardo aceita o convite de Teresa para ir jantar à Quinta.

Lena olha com repulsa para a felicidade de Teresa com os filhos e provoca-a dizendo que o hospital deve estar em descontrolo, visto a diretora nunca estar presente.

Mónica diz a Tomás achar que vai ser benéfico para Mariana que Luís lhe tenha cortado a mesada por assim ela dar mais importância ao que é obtido pelo seu próprio esforço.

Chico conta a Lurdes que Cláudia está a começar a vacilar nos seus sentimentos pelo bebé.

Jacinta diz a Simão que fica em casa por não querer que Lena faça mal aos filhos de Teresa. Lena ouve e reitera-lhe que adora aquelas crianças e sai para trabalhar. No seu gabinete, Lena bebe champanhe de sorriso triunfal.

Episódio 202

Clarinha expressa a Jacinta e Xavier ter muitas esperanças que Vasco volte a ser amigo de Teresa.

Chega um ferido grave ao hospital e Eduardo pede que mandem vir sangue para socorrê-lo, com todos a estacarem tensos por a esposa do homem dizer que a religião deles não lhes permite receber sangue.

Tiago diz a Inês achar que ela está com melhor cara e pergunta-lhe se o vê mesmo só como amigo. A campainha toca. Rafa beija Inês mal ela abre a porta. Tiago observa, completamente destroçado.

A mulher do ferido insiste com Eduardo que tem de salvar o marido sem ele receber sangue. Aníbal sai em defesa da mulher a aconselhá-la a expor aquela situação à diretora do hospital.

Tiago critica Inês por andar a namorar com Rafa às escondidas, saindo porta fora. Inês explica a Rafa que Tiago é o seu melhor amigo mas que é dele que gosta.

O pai do ferido e a mulher avisam Teresa que não vão permitir que ele receba sangue.

Simão conta a Carlos estar quase a conseguir por fim desmascarar Lena e todas as patifarias que ela tem feito.

Teresa pede à família que tenha calma por o ferido talvez não necessitar de uma transfusão de sangue. Aníbal espera que ela cometa um erro para poder voltar a ser diretor.

Teresa pede a Eduardo que evite que o ferido receba sangue. Eduardo avisa que aquele homem vai mesmo morrer se não o fizer imediatamente.

Tomás diz a Luís que ter ajudado na operação dele o fez ver que o seu caminho pode passar por ser cirurgião. Conta a Luís que Rui está a pensar regressar a Portugal e que Carol era uma rapariga desequilibrada.

Aníbal observa Teresa a conceder a Eduardo que ele faça o que for preciso para salvar aquele homem, mesmo que implique receber sangue contra a sua vontade.

Miguel tenta de novo ligar para Vasco, que não atende.

Os destroços do helicóptero na montanha indiciam que não houve sobreviventes.

Lena fala com o seu contacto sobre os planos deles estarem a dar certo. Subitamente sente um grande cansaço sem motivo aparente.

Tomás diz a Luís que fez tudo para o salvar porque queria que ele o visse como adulto e responsável.

Célia abre a porta de casa, surpreendo Inês e Rafa a beijarem-se. Ambos relativizam, elogiando Célia.

Andreia entrega a Sofia um envelope que deixaram para ela, com ambas a estacarem geladas por o mesmo conter uma camélia seca.

Eduardo e Teresa comunicam à família que conseguiram salvar o ferido, trocando um olhar tenso quando pai e mulher os questionam se o ferido teve ou não de receber sangue.

Pai e mulher do ferido olham em choque para Eduardo que admite que para salvar o ferido teve de receber uma transfusão de sangue, com Teresa a defendê-lo dizendo ser filosofia do hospital fazer tudo para salvar os pacientes. Filha do ferido é a única que está contente por o seu pai ter sobrevivido.

Mateus conta a Simão que andou a fingir fazer inquéritos e que conseguiu uma confissão do filho da antiga vizinho de Teresa em que ele admite que a mãe preparou uma cilada a Teresa em tribunal a pedido de uma advogada, pois em troca a advogada pagou-lhe uma dívida. Simão fica muito contente mas logo esmorece por Mateus o alertar que aquela gravação não tem nenhum valor jurídico em tribunal. Simão fica no entanto a magicar rapidamente um plano para conseguirem apanhar Lena em falso.

O ferido recobra os sentidos, estacando em choque a ouvir Eduardo dizer-lhe que teve de lhe fazer uma transfusão de sangue pois era a única forma possível de o salvar. A família do ferido entra no quarto. Todos se olham tensos.

Lena chega quando Simão se preparava para sair. Simão avisa provocador Lena que os dias dela naquela casa estão prestes a chegar ao fim, com Lena a contar que ela e Vasco têm uma grande novidade para contar assim que ele chegue de viagem.

Categorias
Televisão

Comentários