Televisão

A Única Mulher: resumo de 1 a 6 de Junho

Episódio 70

Na exposição, Mara observa um quadro com os olhos cravados na assinatura de Raul Falcão.

Ela pede informações a Paulo sobre Raul Falcão. Ele diz que não o conhece pessoalmente, mas ela insiste em ter um contacto.

Ela questiona novamente Bino agora que descobriu que Raul é pintor e vive em Luanda. Este reconhece que os dois cresceram juntos, mas que se separaram após a guerra civil e que ele reside na África do Sul. Promete dar-lhe o contacto de Américo para ela recolher mais informações sobre o seu pai biológico.

Norberto compra um quadro de Raul Falcão e suborna Paulo para impedir que Mara consiga contactá-lo. Ele oferece o quadro à filha, que admite ter um contacto do artista em Luanda. Mara garante que nada mudará entre eles se ela encontrar o seu pai biológico. Mara e Artur notam como o quadro mostra uma personalidade ousada e agressiva.

Luena está determinada a chegar a Raul Falcão antes de Mara, porque acha que este pode ser um trunfo contra Norberto. Ela procura Bino para saber o paradeiro de Raul, prometendo fazer-lhe uma oferta irrecusável. Este explica-lhe que há coisas que ela tem de saber antes.

Luís Miguel confessa a Pedro que ele e Mara acabaram. Quando avista a ex-namorada com Artur, fica com ciúmes.

Isabel pede a demissão a Jorge, mas ele não quer aceitar. Ela queixa-se de ele a ter conduzido àquela relação, mas Jorge garante que gosta dela e nunca pretendeu prejudicá-la. Pilar interrompe a conversa e Isabel sai, ferida e arruma as suas coisas, profundamente humilhada.

Pilar explica a Jorge que saiu de casa porque, depois de anos a ser pisada, merece a sua liberdade. Ela garante que quer o divórcio, mas não precisa do dinheiro dele. Quando se cruza com o filho, Pilar simula fragilidade. Ele insta-a a voltar para casa e anuncia que Isabel se demitiu, mas ela desvia a conversa e vai-se embora.

Daniela reuniu-se com o advogado de Norberto e está confiante de que vai manter a custódia da filha.No entanto, Ana Maria recorda-lhe que isso tem um preço: ela terá de revelar a Norberto os nomes dos cúmplices de Luena.

Norberto assegura a Yolanda que não há nada entre ele e Daniela, mas esta continua insegura. Ela vai a casa de Daniela e ameaça tomar medidas se ela tentar seduzir Norberto. Esta afirma que não tem qualquer intenção de o fazer.

Na construtora, Jorge anuncia a Luís Miguel que decidiu vender a empresa, porque Francisca nunca mais toma uma posição. O filho fica revoltado por ele desistir da obra da sua vida. Jorge reúne-se com Norberto, mas Henrique interrompe a reunião e revela-lhe que a imprensa está a noticiar que morreu Hélder Antunes, o secretário de Estado que estava envolvido com Jorge no esquema de corrupção. Jorge empata Norberto e quando recebe a confirmação da morte do seu cúmplice, diz ao angolano que a resposta à proposta dele é negativa e revela-lhe que a única pessoa que podia incriminá-lo no negócio da Costa Verde morreu num acidente.

Pilar aguarda ansiosamente o desfecho da reunião na construtora, quando sabe do acidente e sai apressadamente do cabeleireiro.

Norberto sai da construtora muito alterado e é abordado por Daniela.

Diogo e Sara não foram à galeria porque ele mentiu a dizer que tinha um jantar importante. Ele parece reconhecer o nome de Paulo nos convites. Sara insiste em que os dois vão à galeria ao final do dia, mas ele não se compromete e fica tenso com a ideia.

Sara está ansiosa por assistir à queda do pai e regozija-se com a ideia de que ele pode ir para a cadeia. Diogo só espera que ele venda a empresa para poder ser presidente.

Quando se apercebe da morte de Hélder Antunes, Diogo leva as mãos à cabeça.

Concha caminha para casa com Orlando, desabafando como ninguém na família acredita que ela é capaz de se sustentar sozinha. Ele recomenda-lhe que vá fazer algo que a deixe feliz, que ele trata do jantar. Ela vai ao cabeleireiro.

Francisca fica revoltada ao saber que o pai decidiu vender a empresa.

Isabel pede a demissão a Jorge, mas ele não quer aceitar. Ela queixa-se de ele a ter conduzido àquela relação, mas Jorge garante que gosta dela e nunca pretendeu prejudicá-la. Pilar interrompe a conversa e Isabel sai, ferida e arruma as suas coisas, profundamente humilhada.

Ana Maria prepara um saco para sair de casa. Isabel chega a casa muito desanimada e conta que de demitiu. A filha acusa-a de ser uma hipócrita por ter dormido com um homem casado. Antes de sair, ela deixa dinheiro à mãe, que se sente humilhada.

Orlando dá uma aula e uma das suas alunas, Nádia, faz-lhe olhinhos. Mais tarde, Ana Maria comenta com Nádia o seu plano para tramar Orlando. Esta vai a casa de Concha à procura dele e é atendida por uma empregada que a deixa entrar. Nádia vai até ao quarto dele e despe-se. Entretanto, Orlando diz a Concha que trata do jantar e senta-se num parque a ler um livro.

Américo sublinha a Bino que Mara não pode descobrir a verdade, custe o que custar.

Na hamburgueria, Kizua deixa a Bino um contacto para Patrícia, apresentando-se como Artur Gamboa. Bino estranha que ele se passe pelo patrão.

Kizua cruza-se com Patrícia no bairro dela e inventa que estava a ver umas casas para comprar. Ela convida-o para ir a casa dela. Quando Bino chega e reconhece Kizua, acusa-o de se fazer passar por Artur e expulsa-o de casa a tiros de pressão de ar.

Bino faz ver à filha que ela se deixa enganar facilmente. Patrícia fica desiludida com Kizua e furiosa consigo própria.

Episódio 71

Daniela diz a Norberto que lhe pode dar informações sobre Jorge Sacramento.

Daniela prepara-se para contar o que sabe, mas ao avistar Luís Miguel, arranja uma desculpa e vai-se embora, deixando Norberto muito irritado.

Norberto admite a Mara, Yolanda e Kizua que o negócio caiu por terra. Yolanda descai-se e Mara fica chocada ao perceber que o pai chantageou Jorge.

Recordando-se de como Jorge quase lhe revelou algo comprometedor sobre Daniela, Norberto decide apurar do que se trata. Ele exige a verdade a Daniela, ameaçando que ela sofrerá as consequências se não ficar do lado dele. Ela cede, mas fica cheia de remorsos.

Artur insinua a Mara que Luís Miguel sabia do esquema de corrupção e que a morte de Hélder Antunes veio na altura certa. Esta frisa que está tudo acabado entre ela e Luís Miguel e pede ajuda a Artur para encontrar o seu pai biológico.

Luena anda a ser vigiada por alguém que vai a casa dela à sua procura. Ela encontra, entre os pertences da sua falecida mãe, um caderno antigo. São as memórias da sua mãe, que esta decidiu escrever antes de ser dominada pela doença.

Na construtora, Jorge informa o filho de que decidiu não vender as suas ações e pede-lhe para lutar a seu lado pela empresa.

No entanto, quando vê Norberto a sair de casa de Daniela, Jorge afunda de medo. Ele combina encontrar-se com o angolano no hotel. Ao confrontar Daniela, esta explica que estava apenas a defender-se para não perder a filha.

Luís Miguel exige que ao pai que fale com a mãe para esta voltar para casa. Desconfiado com a atitude de Pilar em relação ao divórcio, Jorge decide falar com a esposa. Já Luís Miguel não consegue reunir o apoio das irmãs para convencer a mãe a voltar para casa.

Entretanto, Pilar tenta saber junto de Concha o desenlace do negócio da construtora, mas sem sucesso. Ela vai ao hotel para falar com Norberto. Enquanto espera, passa na televisão, uma notícia sobre a morte de Hélder Antunes, que foi vítima de um atropelamento e fuga. Quando Pilar vê imagens do ex-secretário de Estado com Diogo, começa a unir as pontas e ameaça contar a traição de Diogo se este não revelar tudo o que sabe sobre o esquema de corrupção.

Mais tarde, Pilar confronta Norberto com o falhanço do negócio. Este está certo de que foi Jorge quem mandou matar a única testemunha do crime, mas não tem provas. Ela insiste em que ele tome medidas para que Jorge venda as suas ações. Norberto adianta que tem outras informações para o pressionar.

Quando Jorge chega, Norberto ameaça contar o que sabe sobre Daniela aos filhos deste. Com receio de perder o respeito dos filhos, Jorge cede à chantagem. Pilar escuta a conversa atrás da porta, exultante. Jorge assina o documento, relutante, e entrega-o a Norberto.

Diogo revela a Sara a ameaça de Pilar, acha que pode estar tudo perdido, agora que Jorge decidiu não vender a empresa. Furioso, ele repele a namorada, que sai batendo com a porta.

Mafalda recorda Sara de que se ela pretende comprar um quadro, deve ir à galeria o quanto antes, mas recebe uma resposta brusca desta. Ela comenta o sucedido com o namorado que admite conhecer Diogo há muitos anos. Paulo conta-lhe que uma amiga dele foi perseguida e assediada por Diogo.

Orlando chega a casa e encontra Nádia em lingeria, em pose sedutora. Espantado e furioso, ele pede-lhe para que ela se vista e saia de casa. No entanto, Nádia provoca-o e ele acaba por a beijar. Nesse exato momento, Clara espreita pela porta e fica estupefacta com o que vê.

Nádia vai-se embora e cruza-se com Concha à saída. Orlando garante-lhe que não combinou encontrar-se com Nádia, mas não consegue justificar o beijo que Clara viu e acaba por admitir que fez algo indesculpável.

Santiago anuncia que a empresa dele ganhou um contrato com uma empresa portuguesa e, na semana seguinte, vai para Lisboa. Sabrina tem ciúmes, mas Santiago assegura-lhe que já não há nada entre ele e Francisca.

Pedro confessa à esposa estar preocupado com a instabilidade da empresa.

Nádia e Ana Maria celebram a humilhação de Orlando. Bruno escuta parte da conversa e fica desconfiado. Mais tarde, quando ouve Clara e Patrícia a comentarem o que se passou entre Orlando e Nádia, Bruno fica em conflito, mas prefere não se meter no assunto.

Mitó avista Jorge pela janela e diz a Isabel que ele está no bairro. Esta fica convencida que ele se arrependeu e vem visitá-la, mas sente-se uma idiota ao perceber que Jorge veio apenas visitar a neta. Isabel confessa à amiga o seu amor por Jorge e admite sentir-se mais sozinha do que nunca.

Episódio 72

Pilar exige que Norberto pague a sua parte, mas este ameaça não fazer a transferência. Ela fica inquieta.

Norberto recusa-se a dar o dinheiro a Pilar, diz que não paga a traidores. Ela perde a cabeça e investe contra ele, mas ele resiste e expulsa-a do quarto.

De cabeça perdida, Pilar quase é atropelada na rua. É salva no último momento por um homem, que ela reconhece como sendo António, antes de perder os sentidos.

Mara telefona a Luís Miguel a avisá-lo de que a mãe está no hospital. Já no hospital, o médico explica-lhe que a mãe sofreu um ataque de pânico. Pilar diz ao filho que perdeu tudo e ele procura consolá-la. Luís Miguel exige ao pai que deixe a mãe voltar para casa.

Mais tarde, Luís Miguel fica a saber por Mara que a construtora foi vendida.

Quando Jorge está à beira da cama de Pilar, esta chama por António e ele sai do quarto com repulsa. O filho fica indignado com a atitude dele.

Jorge avista Isabel na rua e tenta falar com ela, mas esta apanha o autocarro antes disso.

Pilar partilha com Berta a sua desgraça, mas garante que viu a sua antiga paixão, António, antes de perder os sentidos.

Entretanto, Isabel visita Pilar no hospital para lhe dizer que não voltará a ser infiel com Jorge, mas é recebida com insultos.

Luena recebe uma chamada de um homem, mas ninguém fala. Ela desliga o telefone, irritada. Continua à espera de uma retaliação de Norberto.

Norberto admite a Arsénio que se sente atraído por Daniela e pede-lhe que convença Kizua a arranjar maneira de levar Yolanda para Angola. Ele encontra-se com Daniela e dispõe-se a pagar-lhe pela sua ajuda na concretização do negício, mas esta afirma que pretende apenas manter a custódia da filha. Ele elogia a sua atitude e olha-a com intensidade. Ela fica muito perturbada com o encontro. Arsénio ordena o filho que leve Yolanda de volta para Luanda.

Mara questiona o pai sobre a presença de Pilar no seu hotel. Este admite que Pilar conspirou contra o marido para ganhar dinheiro e que ele usou o envolvimento entre Jorge e Daniela para chantagear Jorge a vender a empresa.Mara fica ainda mais revoltada com os esquemas do pai e anuncia que vai procurar o seu pai biológico.

Jorge acusa a esposa de o ter voltado a enganar com António e pede o divórcio. Pilar promete fazer um escândalo e com o dinheiro dele no processo de divórcio.

Diogo pede desculpa a Sara pela forma como a tratou. Ela anuncia-lhe que o pai vendeu a empresa e Norberto é o novo dono da empresa. Diogo fica radiante.

Clara receia que se tenha enganado em relação a Ana Maria e Orlando, mas, incomodado, Bruno desvia a conversa. Ela critica o egoísmo dele.

Orlando decide sair de casa de Concha, após o que sucedeu com Nádia. Esta admite que é a melhor solução, mas fica desanimada por perder o inquilino. Apesar de ter ficado apenas alguns dias, Orlando paga-lhe o mês inteiro, por ter sido bem tratado.

Mitó aparece em casa de Henrique cheia de malas. Ele fica incomodado, mas ela recorda-lhe como ele se sentia sozinho e a convidou a ficar lá em casa. Ele fica mais brando, mas ainda desagradado.Ela apropria-se rapidamente da casa dele.

João Maria e Francisca estão aos beijos no quarto. Ele tenta despi-la, mas ela diz que não está preparada. Jorge apanha-os a beijarem-se e expulsa o rapaz de casa, acusando-o de ter traído a sua confiança. Ele confronta a filha, mas esta contesta, recordando a traição dele com Isabel.

A mãe de Santiago está preocupada que o filho se volte a envolver com Francisca durante a sua estadia em Lisboa e faz-lhe ver as virtudes de Sabrina, a nova namorada.

Pedro e Sílvia vão com os filhos ao cinema. Estão felizes, mas a expressão dele ensombra, quando reconhece Mafalda e Paulo, sentados, algumas filas à frente. À saída do cinema, Pedro mostra-se irritado, ao contrário dos filhos que adoraram o filme e Sílvia percebe porquê ao avistar o casal. Já em casa, ela obriga o marido a admitir que não gosta do novo namorado de Mafalda. Pedro garante que ela vai estragar a relação deles por causa dos ciúmes que sente de Mafalda, mas Sílvia não consegue esquecer a traição.

Bruno tenta arrancar a verdade de Ana Maria sobre o que se passou com Orlando, mas esta garante que Nádia foi vítima de assédio. Ele não acredita nela.

Quando Ana Maria aparece a troçar dele, no momento em que Orlando abandona a casa de Concha, ele fica desconfiado de que esta o tramou.

Berta critica Isabel por se ter envolvido com Jorge. Esta decide visitar Pilar no hospital para lhe dizer que não voltará a ser infiel com Jorge, mas é recebida com insultos. Jorge avista Isabel na rua e tenta falar com ela, mas esta apanha o autocarro antes disso, cheia de mágoa.

Episódio 73

Jorge promete a Pilar revelar quem é o verdadeiro pai de Sara se ela exigir dinheiro no processo de divórcio. Ela fica em pânico.

Por sua vez. Pilar ameaça contar aos filhos a relação de Jorge com Daniela, caso ele a deixe sem nada no processo de divórcio e ele recua.

Jorge chama os filhos a casa e explica-lhes por que vendeu a empresa. Pilar apoia o marido, dizendo aos filhos que era a única alternativa e anunciando o seu regresso a casa.

Ela exige ao marido ficar com metade do que ele ganhou com a venda da construtora, mas ele recusa-se a fazer acordos com ela.

Luís Miguel desconfia que o pai andou metido em negócios escuros e foi isso que o angolano usou contra ele.

Mara decide voltar para Luanda para tentar encontrar Raul Falcão. Ela sente-se perdida e Artur procura consolá-la, mas esta diz-lhe que não o quer prender porque não corresponde o seu amor. Ela recomenda a Artur que siga com a sua vida.

Mara exige ao pai que mantenha a sua promessa em relação à construtora.

Luena continua a ser seguida por um homem.

Yolanda fica alarmada ao saber que a sua casa em Luanda foi assaltada, mas receia deixar o caminho livre para Daniela e Norberto se envolverem. Kizua oferece-se para controlar Norberto, enquanto ela estiver em Angola e ela parte no dia seguinte. Quando chega a Angola, descobre que não houve nenhum assalto.

Entretanto, Norberto convida Daniela para jantar. A pedido de Daniela, Ana Maria aparece no quarto de hotel do Norberto em vez de Daniela, apresentando-se como Natascha e tenta seduzir Norberto. Ele garante a Ana Maria que Daniela não entendeu o motivo do convite dele e manda-a embora.

Kandimba tenta convencer Luís Miguel a tentar fazer as pazes com Mara antes de esta partir para Luanda. Os dois arrancam a toda a velocidade na direção do aeroporto.

Entretanto, na construtora, Jorge convoca uma reunião do conselho de administração para aprovar a sua demissão. Norberto revela que será Mara a ficar como dona da empresa e será ela a escolher o novo CEO. Jorge envia uma mensagem ao filho, que não quer acreditar no que lê.

Sara insiste com Diogo para irem à galeria de Paulo comprar um quadro. Os dois trocam faíscas quando se encontram, admitindo já se conhecerem antes. Paulo ameaça bater em Diogo e este insinua à noiva que o comportamento dele se deve a ciúmes por uma antiga conhecida de ambos.

Mais tarde, Paulo vai à construtora e ameaça desmascarar Diogo perante Sara e a empresa. A condição para o seu silêncio é que ele termine o seu noivado com Sara.

Kizua aborda Patrícia na construtora para lhe pedir desculpa por ter mentido, mas ela não aceita falar com ele. Diogo intervém e diz a Kizua para não a incomodar. Patrícia agradece a Diogo, mas sente-se incomodada com a proximidade dele. Ele assegura que o lugar dela não está em risco e promete arranjar-lhe um lugar no departamento de comunicação. Patrícia fica perturbada ao perceber como ele espera que ela lhe pague os favores e consegue escapar-se.

Henrique confronta a ex-mulher sobre Orlando. Ela explica que ele saiu de casa, mas pretende dar-lhe oportunidade para justificar o que aconteceu. O ex-marido ameaça tirar Clara de casa se ela voltar a arrendar o quarto ao professor.

Pedro fica inseguro em relação ao seu futuro, ao saber da venda da construtora.

Já Sílvia anda preocupada por o pai não ter aparecido no hospital para fazer os exames de rotina que lhe tinham sido marcados. Acha que pode ter acontecido alguma coisa ao pai, mas Pedro insiste que se trata apenas de uma birra de Sebastião. Em resposta, Sílvia acusa-o de ter ciúmes do namorado de Mafalda. Ele confessa que está apenas com receio de perder o emprego na construtora e sai de casa magoado.

Orlando conta a Mafalda como foi novamente tramado por Ana Maria. Ele decide falar com Ana Maria para a forçar a admitir o que fez.

Clara revela a Bruno que Orlando saiu de casa e este fica em conflito em relação ao que sabe sobre a cilada de Ana Maria. Esta pretende que Nádia denuncie o comportamento de Orlando ao reitor da universidade para que este seja expulso. Para pôr mais uma acha na fogueira, Ana Maria telefona a Henrique, fingindo uma voz falsa, e conta-lhe o episódio.

Kizua vai à hamburgueria para justificar por que se fez passar por Artur, mas Bino expulsa-o do estabelecimento. Um agente da PSP assiste à cena e intervém em defesa de Kizua, acusando Bino de racismo. Isaurinha repreende Bino por intervir na vida pessoal da filha.

Kizua aborda Patrícia na construtora para lhe pedir desculpa por ter mentido, mas ela não aceita falar com ele. Diogo intervém e diz a Kizua para não a incomodar.

Episódio 74

Nervoso com a revelação de que Mara é a nova dona da construtora, Luís Miguel envia-lhe uma mensagem que faz Kandimba arregalar os olhos de espanto.

Mara recebe a mensagem de Luís Miguel, minutos antes do avião descolar. Luís Miguel acusa-a de ter estragado tudo e garante que nunca mais a quer ver. Ela parte para Angola em lágrimas.

Na construtora, Luís Miguel critica Norberto por manipular a filha e assegura-lhe que não se demite para evitar que ele destrua a empresa. Jorge fica orgulhoso dele. Ao saber da nova direção da empresa, Pilar insta o marido a tomar uma posição ao lado do filho.

Em Angola, Yolanda e Neuza prometem unir esforços para voltar a juntar Artur e Mara.

Entretanto, Júnior desaparece. Neuza confessa que o miúdo tem tido um comportamento difícil e Yolanda recomenda-lhe que informe a polícia do desaparecimento. O comissário Guilherme Torres desconfia que Luena possa estar envolvida na fuga. Mara chega à sua casa em Luanda e mostra determinação em encontrar Júnior e mandar os responsáveis para a cadeia.

Luena entra no seu carro e sente o cano de uma arma na nuca. É Raul Falcão, que pretende saber por que tem andado ela à procura dele. Ao saber que ela é filha de Lurdes, Raul partilha com Luena memórias sobre a mãe dela. Ela conhece o passado militar dele e explica-lhe que, agora que perdeu Júnior, a morte de Norberto é a única saída. Promete pagar-lhe um milhão de euros se ele o fizer. Raul garante a Luena que a vai ajudar em memória da mãe dela. Ele revela-lhe quem é o verdadeiro pai de Mara.

Norberto visita Daniela e explica-lhe não pretendia passar a noite com uma prostituta qualquer. Ela sente-se admirada e deixa-se levar pelos avanços dele. Os dois dormem juntos. Mais tarde, Daniela admite a Ana Maria que dormiu com Norberto, mas não por dinheiro.

Norberto está na cama com Daniela quando recebe uma chamada de Yolanda a avisá-lo que Júnior fugiu de casa. Ele decide partir para Angola e convida Daniela para visitar Luanda. Ele exige saber, junto de Luena, onde está o menino, mas esta garante não saber de nada.

Desesperada com a fuga do filho, Luena pede ajuda a Luís Miguel, que pede a Henrique para interceder junto do embaixador em Angola. Luena e Luís Miguel conversam sobre Mara. Ela espera que ele volte a encontrar alguém que o ajude a superar a perda.

Desconfiado de que Luena lhe esconde algo, Norberto recebe Raul no seu quarto de hotel, recordando como foi ele que o informou, da última vez, onde o filho se encontrava. Este diz a Norberto que Luena não está envolvida no desaparecimento, mas promete fazer uns contactos para se assegurar que isso é verdade.

Norberto revela ainda a Raul que Mara conseguiu um contacto dele e anda à sua procura. Ele garante que se mantém fiel ao acordo entre ambos, desde que ele continue a pagar.

Jorge e Pilar decidem ir à ópera para mostrar que ainda estão juntos.

Mara não perdoa a Luena ter enganado o pai por vingança e a ter separado de Luís Miguel. Ela garante a Neuza que se vai vingar. Esta fica surpresa com a mudança na personalidade dela.

Diogo está preocupado com a ameaça de Paulo e decide fazer algo.

Entretanto, Paulo e Sara cruzam-se à saída do prédio e ela ameaça pôr em causa o negócio dele. Ele diz-lhe que ela não sabe com quem está metida.

Paulo e Mafalda festejam um mês de namoro, muito apaixonados. Ele sai para jantar com Mafalda num restaurante e cruzam-se com Diogo e Sara. Paulo confronta Diogo, mas fica sem chão quando vê a sua esposa a entrar no restaurante. Ao perceber que o namorado é casado, Mafalda vê o seu mundo a ruir. Ela sai do restaurante fora de si e desaba a chorar no passeio. Mafalda promete a Paulo que se vai vingar do que ele lhe fez.

Mitó elogia Henrique que admite que gostaria de retribuir o carinho dela. Ela sugere que jantem com a família dele, mas este resiste à ideia, o que a deixa ofendida. Em alternativa, Henrique sugere levá-la à ópera. Mitó fica entusiasmada.

Concha confessa à filha que não quer ir à ópera, porque lhe faz lembrar o ex-marido. A filha sugere que venda o bilhete da temporada para fazer algum dinheiro.

Francisca responde torto ao pai e ele proíbe-a de sair. Pilar tenta intervir na discussão, mas Jorge revela-lhe a cena íntima que presenciou entre a filha e João Maria. Francisca fecha-se no quarto, furiosa. Ainda revoltada, ela insinua a Berta que, quanto mais for pressionada pelos pais para não o fazer, mais rapidamente perderá a virgindade.

Pilar critica a atitude do marido em relação à filha, porque acha que João Maria era uma boa influência.

Episódio 75

Pressionada por Neuza, Mara insiste que não pretende casar com Artur. Neuza pede-lhe uma justificação para ela não o fazer.

Mara reconhece que há algo que não contou a Neuza que muda tudo, mas a conversa é interrompida porque o comissário da polícia telefona a avisar que Júnior foi encontrado.

Norberto prefere não revelar a Luena que o filho apareceu. Sem que este saiba, Arsénio vai a casa de Luena dar-lhe a boa notícia.

Em Angola, o comissário leva Júnior para casa, que tinha fugido num camião do lixo. Neuza repreende o menino. Este diz a Neuza que não gosta dela e que vai contar ao pai como ela grita com ele. Ela perde a cabeça e aterroriza o menino, que fica a chorar baixinho.

Norberto sente-se sozinho e liga a Daniela, que lhe fala de forma carinhosa. Joana ouve a conversa e pensa que a mãe fez as pazes com o pai. No entanto, Daniela diz à filha que Luís Miguel apenas pretende separá-las e que o pai nunca gostou dela.

A menina foge para o quarto a chorar e conta o pai, atrás da internet, o que a mãe lhe disse.

Revoltado por Daniela virar a filha contra ele, Luís Miguel insta Henrique a avançar para tribunal com o pedido de custódia de Joana. O advogado explica-lhe que vai ser uma batalha muito difícil, mas ele está determinado. Daniela fica a saber por Norberto que o pedido deu entrada em tribunal.

Norberto comenta com Artur que convém manter Diogo na empresa, pelos conhecimentos que ele tem. Este recorda como Diogo foi responsável por ele ter ido parar à cadeia, mas não diz nada.

Na construtora, Luís Miguel interrompe a reunião do novo conselho de administração e acusa Norberto de ter comprado a empresa para travar o empreendimento de Troia. Mas fica surpreendido ao saber que as obras vão avançar. Mais tarde, Luís Miguel provoca Artur que não esconde a sua satisfação por ser o novo CEO da empresa, mas assegura que foi Mara quem lhe pediu. Luís Miguel promete manter-se na empresa, a não ser que seja despedido.

Ambos com receio de perderem os filhos, Luís Miguel e Luena estão cada vez mais próximos. Ele convida-a para jantar em casa dos pais.

Norberto decide ir à ópera e oferece um vestido para Daniela o acompanhar nessa noite.

Yolanda revela a Mara que Daniela anda envolvida com o pai dela.

Mara revela a Neuza que está grávida e o filho é de Luís Miguel.

Norberto informa Diogo que Artur será o novo CEO da empresa, mas que está disposto a dar-lhe um aumento substancial e a mantê-lo no seu posto de diretor financeiro. Este fica furioso e confessa a Sara que está tramado agora que Artur ascendeu a CEO, dado o que se passou entre ambos.

Mitó partilha o seu entusiasmo com Isabel por Henrique a ter convidado para ir à ópera. Está ansiosa por aparecer nas revistas ao lado dos VIP.

Concha está com Pilar no cabeleireiro, quando ouve Mitó na receção a dizer que vai à ópera nessa noite. Ela fica revoltada por ela ter ficado com o lugar dela.

Henrique e Mitó preparam-se para sair para a ópera. Ela tenta arrancar-lhe a aliança que ele ainda usa no dedo, mas não consegue tirar-lha.

Santiago chega a Lisboa e Rafaela vai buscá-lo ao aeroporto.

Francisca está revoltada por o pai a ter proibido de ver João Maria e diz a Clara que pretende sair de casa mal faça 18 anos, dali a alguns dias. A prima revela-lhe que Santiago vem a Lisboa por alguns dias.

Mafalda desabafa com Orlando, está muito revoltada com o que se passou com Paulo. Desiludida com os homens, ela garante que a partir de agora só pensará em si própria.

Isabel cruza-se com Luís Miguel à saída do prédio e ele diz-lhe que os pais dele se reconciliaram. Ela mostra-se mortificada e ele sente pena dela. Isabel oferece-se para o lugar de cozinheira na hamburgueria e Isaurinha promete falar com o marido.

Nádia vai fazer queixa ao reitor que expulsa Orlando da faculdade. Clara e Bruno assistem a tudo, enquanto Ana Maria paga a Nádia pelo favor.

Ao sair da universidade, Orlando vê Ana Maria a vangloriar-se pela sua vingança. Irritado, ele agarra-a, exigindo que ela confesse a verdade. Os alunos assistem à cena e ele contém-se, pedindo que acreditem nele. Clara não confia nele e Bruno fica em conflito.

Ana Maria admite a Bruno que tramou Orlando e tenta seduzi-lo para o manter calado. Ele resiste e vai-se embora. Ela ameaça fazer-lhe a vida negra se ele contar a alguém.

Bruno conta a verdade a Concha sobre como Orlando foi tramado por Ana Maria. Esta procura o professor e diz-lhe que ele pode voltar a arrendar um quarto em casa dela.

Categorias
Televisão

Comentários