Resumos de Mar Salgado SIC
Resumos de Mar Salgado SIC
Resumos de Novelas

Mar Salgado: resumo de 15 a 21 de junho

261º Episódio – resumo 15 de junho 

Destaque: Leonor fica em estado de choque quando Sílvia vai ter com ela ao centro de mergulho e conta que o teste de ADN feito a Hugo prova que o rapaz é o seu filho, irmão gémeo de Carlota

 

Beatriz entra em ruptura com André, depois de ele a confrontar com a falsificação de um procuração em seu nome, confiando-lhe os seus votos nas decisões da empresa. Beatriz abandona a reunião na fábrica a dizer que André foi uma enorme desilusão, enquanto Gonçalo ataca o irmão ao dizer que ele foi enganado pela namorada. André ameaça ajustar contas com ele, se descobrir que falsificou a sua assinatura.

Patrícia finge-se solidária com Antónia mas depois vai virar Kika contra a avó, na tentativa de que ela prefira passar mais tempo consigo. No entanto, acaba por ficar triste quando a filha assume que prefere viver no bairro dos pescadores com a avó Cremilde.

Cremilde obriga Agostinho a contar na presença de Rogério e Tina como se envolveu com Adelaide. Esta cora de vergonha e pede ajuda a Deus. Rogério renega os pais e Tina troça dos moralismos da avó, depois de ter pecado tanto.

O pânico instala-se em casa do mestre João quando ele recebe uma chamada de Messias a pedir ajuda porque a polícia o deteve por tráfico de droga. Pedro sai com o pai a caminho da esquadra, enquanto Idalina e Vitória não conseguem disfarçar a preocupação.

Rute começa a mimar Hugo de forma exagerada e até o miúdo nota o excesso de carinho que ela lhe dispensa. Daniel critica a irmã e desconfia que ela tem algum truque na manga. Rute finge-se ofendida.

Gonçalo vai pedir satisfações a Leonor por lhe ter escondido que Hugo pode ser o filho que procuram, furioso por ter sabido de tudo por Rute, Leonor afirma que não lhe deve explicações e que se não disse nada, foi porque não quis criar falsas expectativas. Gonçalo ainda ensaia separar Hugo de Kika, na convicção de que podem ser irmãos, mas Leonor prefere esperar que o teste de ADN revele e verdade.

Sílvia fica irritada com Rute e promete passar-lhe um raspanete, quando Leonor avisa de que ela foi contar a Gonçalo que Hugo pode ser seu filho.

André pede desculpa a Beatriz por ter duvidado dela quando foi confrontado com uma procuração falsa, assinada por si. O casal acaba por se beijar e fazer as pazes.

Henrique duvida que Messias ande metido no tráfico de droga, apesar de Eva garantir que todos os indícios apontem para a sua culpa. Filipe aparece para jantar com Sara e agradece em surdina ao pai, por ter dado uma palavra à mulher em seu favor. Sara conversa com Eva e mostra-se disposta a perdoar a traição do marido, ainda que tencione fazê-lo sofrer um pouco mais.

Gonçalo força uma conversa com Kika sobre o seu namoro com Hugo mas é obrigado a refrear as suas preocupações por que a filha não aceita debater o assunto. Gonçalo fica preocupado, pois sabe que existe a possibilidade de o rapaz ser irmão dela.

Patrícia aborda Beatriz e André ao jantar, quando eles estão a dar voltas à cabeça para descobrirem quem terá forjado a procuração com a assinatura dele. Patrícia quer saber como correu a reunião da hAPPy por videoconferência com os clientes do Dubai e dá um raspanete a André por ter confiado trabalho a Diogo. De seguida, procura saber novidades da fábrica, depois de ter falsificado a procuração com o nome de André mas acaba humilhada por Beatriz. Patrícia vai embora mas fica a olhar, cheia de raiva, para o beijo que Beatriz dá a André.

Diogo trava a impaciência de Leonor para saber quem é o seu filho verdadeiro.

Sílvia dá uma valente reprimenda a Rute por ter ido contar a Gonçalo que Hugo pode ser o filho que ele teve com Leonor. Daniel também censura Rute que se mostra muito convicta de que o rapaz é mesmo um Queirós. Quando ficam sozinhos, Daniel e Sílvia interrogam-se se Rute não terá arranjado maneira de falsificar os testes de ADN para que Hugo seja declarado como filho de Gonçalo e Leonor.

Idalina e Vitória fica desesperadas quando João e Pedro regressam a casa sem Messias e contam que ele foi envolvido numa operação de tráfico de droga, só porque ingenuamente foi ajudar um amigo que, afinal, estava a cometer um crime.

Maria arma um escândalo na Lataria e vai buscar Bento, avisando Cremilde para lhe largar o marido. A peixeira diz que não quer nada com ele, depois de já lhe ter chamado o maior aldrabão do mundo.

Gonçalo aceita reunir com André e Beatriz na fábrica, depois de o irmão prometer dar-lhe os seus votos se ele conseguir rebater as propostas que ela fez para a expansão do negócio.

Antónia deixa Amélia ansiosa ao contar que vai ser presente ao juiz para conhecer as medidas de coação depois de ter confessado a morte do marido. Amélia rebate a estratégia da mãe mas agradece-lhe por estar a protegê-la.

Sílvia vai ao centro de mergulho e, sem perder tempo, revela a Leonor que segundo o teste de ADN que mandaram fazer, Hugo é mesmo seu filho. Leonor fica a olhar a amiga em estado de choque. (conclusão)

 

262º Episódio – resumo 16 de junho

Destaque: Gonçalo procura Leonor no centro de mergulho e mostra-se agastado com o facto de ela lhe ter escondido que já tinha o resultado do teste que confirma que Hugo é filho deles. A mergulhadora explica que decidiu repetir o teste noutro laboratório porque Sílvia desconfia de que Rute falsificou o resultado, pois quer ganhar dinheiro com isso. Gonçalo fica desesperado por não poder ir abraçar o filho como desejava e regressa à fábrica. Depois de ficar a sós com Rute, pressiona-a para que conte se falsificou os testes de ADN que mostram que ele é pai de Hugo. Rute nega que tenha feito tal parvoíce, mas fica em pânico quando Gonçalo a empurra contra a bancada de trabalho, ameaçando matá-la se descobrir que o enganou.

 

Leonor fica emocionada quando Sílvia lhe entrega o resultado do teste de ADN que revela que Hugo é o filho que procurava. A amiga quebra-lhe o entusiasmo e pede-lhe que aceite repetir o exame, pois está convencida que Rute recorreu a um amigo que tem no laboratório para falsificar o teste. Leonor estranha a situação e Sílvia esclarece que a irmã está desejosa de que Hugo se torne num Queirós para poder ganhar dinheiro com isso. Leonor aceita repetir o teste de ADN noutro laboratório e Sílvia telefona a Daniel, pedindo-lhe que arranje mais fios de cabelo de Hugo. Daniel é obrigado a disfarçar a conversa, porque o irmão mais novo está perto de si.

Entretanto, Leonor vai passear na praia e interroga-se sobre se Hugo será mesmo o irmão gémeo de Carlota.

Carlota pressiona Diogo para que lhe diga se Leonor lhe está a esconder algo sobre o irmão gémeo desaparecido. O tio fica atrapalhado quando tenta fazê-la acreditar que ninguém está a esconder nada. Carlota continua desconfiada e diz que ele não sabe mentir.

Gonçalo fica furioso quando André decide apoiar as propostas de Beatriz para a exportação das conservas e acusa-o de só votar ao lado dela porque dorme com ela e de atraiçoar sempre a família com as suas namoradinhas.

Sílvia chega atrasada à fábrica mas Idalina mostra-se compreensiva e desvaloriza o problema. Rute fica ciumenta e diz que se fosse consigo não faltaria o sermão. Assim que pode, pressiona a irmã para que lhe confirme se foi levantar o resultado do teste de ADN de Hugo, mas ela prefere perguntar-lhe se falou sobre isso com António. Rute disfarça mas não consegue controlar o desejo de que Hugo seja declarado como um dos herdeiros da família Queirós, na fé de que vai lucrar com isso. Sílvia fica magoada e chocada com o oportunismo da irmã.

Messias já tem colocada a pulseira electrónica que o obriga a ficar em casa até ser julgado por tráfico de droga. A sua ingenuidade leva-o a achar que vai acabar por ser considerado inocente, já que foi enganado pelo amigo. Vitória tenta chamar o irmão à razão para a gravidade da situação e João fica revoltado e irritado com o filho, gritando-lhe para que não seja tanso.

Rute procura António no laboratório e consegue que ele lhe dê uma cópia com o resultado do teste de ADN feito a Hugo que ele forjou. O médico, completamente apaixonado, só pensa em estar de novo com ela e promete guardar segredo de que Hugo não é o filho de Leonor.

Eva cruza-se com Magalhães na Lataria e para não dar parte fraca, aceita fazer com ele um treino físico na base naval. O comandante fica radiante por conseguir finalmente quebrar o gelo com ela.

Bento prepara-se para sair de casa todo perfumado mas Maria detém-no, lembrando-lhe que é a sua mulher e que já ficaram afastados tempo de mais. Ele insiste no divórcio e em que Cremilde é a mulher da sua vida. Maria garante que se ele avançar para o divórcio o brigará a pagar os 30 mil euros que lhe deve. Bento fica desalentado, sem saber o que fazer.

Adelaide tenta amolecer o coração de Cremilde, justificando que cometeu um deslize quando se envolveu com Agostinho e que pagou bem caro por isso. A nora não deixa de lhe dar mais um ralhete mas acaba por se acalmar e perceber que Adelaide sofreu muito por ter de se separar do padre.

Gonçalo acusa Beatriz de ter falsificado a procuração que lhe deu mais podere nas fábricas mas acaba por ficar pensativo quando ela se mostra convencida de foi Patrícia quem falsificou os documentos.

Depois de Beatriz sair do gabinete, Rute entra e mostra a Gonçalo o resultado do teste de ADN feito a Hugo e fá-lo acreditar que o miúdo é o seu filho com Leonor. Gonçalo fica emocionado e nem consegue perceber que Rute está a querer ganhar dinheiro com a mentira que fabricou.

Antónia vista Sebastião e acaba por confessar ao irmão que está a assumir ter matado Frederico mas que quem cometeu o crime foi Amélia. O irmão tenta contrariar a sua decisão mas Antónia faz-lhe ver que a filha não aguentaria uma condenação e muito menos cumprir pena.

Vitória surpreende Mateus a reprender Elsa na Lataria e, depois de a rapariga se queixar de que ele não faz nada, só grita com ela e com Beta e que passa o dia a beber, decide despedi-lo. Mateus implora-lhe que o deixe continuar, pois está a trabalhar pelo filho de ambos. Vitória decide dar-lhe mais uma oportunidade, mas proíbe-o de se armar em gerente e de gritar com as suas empregadas. Mateus fica amuado e Elsa sorri, vitoriosa.

Júlia conversa com Leonor e reconhece que o trabalho na Lataria está a fazer muito bem a Elsa, pois já não está de castigo e, mesmo assim, quer continuar a trabalhar lá, pois sempre pode ganhar o seu dinheiro. Gonçalo irrompe nesse momento pelo centro de mergulho e Leonor censura-o pela sua atitude. Quando Júlia os deixa a sós, ele mostra-se agastado com o facto de Leonor lhe ter escondido que já tinha o resultado do teste que confirma que Hugo é filho deles. A mergulhadora explica que decidiu repetir o teste noutro laboratório porque Sílvia desconfia de que Rute falsificou o resultado, porque quer ganhar dinheiro com isso. Gonçalo fica desesperado por não poder ir abraçar o filho, como desejava e teme ter de esperar ainda mais tempo antes de o conseguir fazer.

Carlota conta a Tiago que está desconfiada de que Leonor lhe está a esconder algo sobre o seu irmão gémeo. O namorado diz não acreditar nessa teoria e distrai Carlota quando revela que as t-shirts estampadas com os seus desenhos estão quase a ser postas à venda na internet. Carlota fica orgulhosa e beija-o. Catarina e Amélia entram em casa nesse instante e os jovens ficam atrapalhados. Elas não valorizam a situação e Amélia acaba por discutir com Carlota, já que a filha adoptiva não esconde que continua empenhada em encontrar o irmão gémeo. Catarina acaba com a discussão e tenta acalmar Amélia, que fica muito perturbada.

Hugo e Kika ficam desconfiados quando se cruzam com Leonor e ela o olha fixamente, exagerando na felicidade por encontra-lo com Kika.

Gonçalo regressa à fábrica e, depois de ficar a sós com Rute, pressiona-a para que conte se falsificou os testes de ADN que mostram que ele é pai de Hugo. Rute nega que tenha feito tal parvoíce, mas fica em pânico quando Gonçalo a empurra contra a bancada de trabalho, ameaçando matá-la se descobrir que o enganou. (conclusão)

263º Episódio – resumo 17 de junho 

Destaque: Gonçalo pressiona Rute e obriga-a a confessar que seduziu o técnico do laboratório que fez o teste de ADN a Hugo e que este não é o filho que dele com Leonor.

Beatriz e Patrícia envolvem-se à pancada, lutando por André, que ambas desejam

 

Rute, aterrorizada pela fúria de Gonçalo, confessa que convenceu o técnico do laboratório a falsificar o teste de ADN de Hugo, porque queria muito que o miúdo fosse seu filho. Gonçalo quase lhe bate e obriga-a a ir buscar consigo ao laboratório o relatório verdadeiro.

Kika mostra-se desiludida com o facto de o pai só pensar em encontrar o irmão gémeo de Carlota, descurando a atenção que esperava que ele lhe desse. Hugo conforta a namorada, fazendo-lhe ver que ela também deveria estar entusiasmada por ter um meio-irmão. Kika também confessa estar desiludida com a avó Antónia por ela ter escondido que atropelou o avô Frederico. Entretanto, Cremilde chama por Kika e ela apressa-se a ir ver o que é que a avó quer. Quando entra em casa, é confrontada com o facto de a bisavó, Adelaide, se ter envolvido com o padre Agostinho e de ter engravidado dele. Kika fica estarrecida ao saber que o padre é seu bisavô, mas quando Adelaide, Cremilde e Tina pensam que ela vai reagir mal, Kika desata a rir, divertida com a situação.

Carlota discute com Leonor, acusando a mãe de não confiar nela porque se recusa a revelar que pista tem sobre quem possa ser o seu irmão gémeo. Apesar de Leonor assegurar que só não lhe quer criar falsas expectativas, Carlota compara-a a Amélia, que lhe mentiu a vida toda. Diogo diz à sobrinha para não ser injusta mas ela nem sequer o ouve.

António fica aflito ao ver Rute acompanhada de Gonçalo e nem sequer discute, entregando de imediato o relatório verdadeiro que prova que Hugo não é o filho que Leonor procura.

Idalina é invadida por uma grande angústia ao constatar que Messias está preso em casa com pulseira electrónica. João assume que já falou com o advogado de Leonor, que aceitou defendê-lo. Messias continua sem ter a verdadeira noção da gravidade da sua situação e acha que basta explicar ao juiz a sua inocência, para sair em liberdade. João desespera para lhe fazer entender que o mais certo é apanhar uma pena pesada por tráfico de droga. Vitória aparece entretanto, depois de ter adormecido o filho e conta que quando passou pela Lataria teve de meter Mateus na ordem porque ele andava a armar-se em chefe.

Eva fica comprometida quando Mateus conta a Laurinda que ela tem um oficial da marinha a arrastar-lhe a asa. A mãe quer saber pormenores mas Eva dispara que Magalhães é um presunçoso e que só está preocupada em fazer o curso para subchefe da Polícia Marítima. Mateus não vai na conversa e diz que para quem não tem interesse, a irmã já falou muito nele.

Cremilde confessa que não esperava que Kika encarasse a rir o envolvimento da bisavó com o padre Agostinho. Adelaide responde que, o menos, a miúda não a recriminou. Joni chega à procura de Tina e mete-se com Adelaide, fazendo notar que não há quem a veja. O peixeiro desafia Tina a continuar o seu trabalho na associação cultural, fazendo coro com Cremilde de que a culpa pelo fracasso do concurso de talentos foi de Adelaide por se ter sabido que se envolveu com o padre. Tina concorda em manter a presidência da associação desde que as pessoas não voltem a protestar.

Bento deita contas à vida e propõe a Maria dar-lhe 10 mil euros em dinheiro vivo e pagar-lhe o resto do dinheiro que lhe deve em prestações, pedindo como contrapartida que ela lhe dê o divórcio. Para seu desespero, ela insiste em ressuscitar o casamento e garante que não o vai largar tão cedo.

Catarina comenta com Tiago as discussões entre Amélia e Carlota, defendendo que a amiga fica angustiada ao acreditar que a filha está obcecada para encontrar o irmão gémeo. Tiago conta que a namorada chegou a pensar que ele podia ser o seu irmão e que ele já lhe provou que isso é impossível. Catarina incentiva Tiago a querer saber mais sobre a sua família biológica e dispõe-se a ajudar no que for preciso.

Beatriz faz uma cena de ciumes a André e diz sem rodeios que não gosta de ver Patrícia perto dele. André assegura que a única ligação que têm é o facto de serem sócios, mas Beatriz não se resigna e dispõe-se a emprestar-lhe o dinheiro da indemnização que terá de pagar se quiser deixar a empresa, bem como a financiar a abertura de outra com outro nome. André recusa-se a abandonar o projecto que criou só por haver a suspeita de que Patrícia falsificou a sua assinatura numa procuração e assegura a Beatriz que é com ela que quer e vai estar. A namorada insiste em que não confia em Patrícia.

Gonçalo vai a casa de Leonor contar-lhe que Hugo não é o filho que procuram e que o teste de ADN só deu positivo porque Rute arranjou maneira de o falsificar. Leonor fica desiludida por ainda não ter conseguido encontrar o filho e Carlota surpreendida quando a mãe lhe revela que suspeitavam de que Hugo pudesse ser o seu irmão gémeo. Leonor pede a Gonçalo para se ir embora e Carlota pede desculpa à mãe por ter falado mal com ela.

Diogo telefona a Sílvia e avisa-a de que já têm a confirmação de que Hugo não é filho de Leonor e que Rute confessou ter falsificado o teste de ADN do irmão. Sílvia conta tudo a Daniel e este, quase perde a cabeça quando Rute entra em casa, discutindo violentamente com a irmã. Hugo é alertado pelos gritos que lhe chegam da sala e vai ver o que se passa. Os irmãos são obrigados a contar-lhe toda a verdade, deixando-o perturbado.

Patrícia vai a casa dos Queirós para ver Kika e a filha trata de lhe dizer que ela é neta do padre Agostinho, pois Adelaide teve um caso com ele e engravidou. Antónia e Amélia ficam perplexas e Kika recomenda à mãe que fale com a avó Cremilde se duvidar do que ela acabou de dizer. Patrícia digere a notícia e assim que fica a sós com Amélia faz tudo para a perturbar, alertando que pode ser perigosa a obsessão de Carlota por encontrar o irmão gémeo que não chegou a conhecer, insinuando que Leonor pode estar a manipulá-la e que Gonçalo quer reconstituir a família com os filhos que teve com a mergulhadora. Amélia fica angustiada.

Diogo confessa que ficou aliviado por Hugo não ser o irmão de Carlota, pois Sílvia não iria aguentar. Leonor assume que está sem saber onde procurar o filho que perdeu e Carlota insiste que quer saber de tudo o que se passa, insistindo em ajudar a procurar o irmão, apesar de perceber que Amélia e Martim não a querem envolvida no assunto.

Martim pede a André que se mantenha atento ao comportamento de Amélia pois receia que ela não aguente a pressão da culpa que carrega pelo facto de a mãe estar a ser acusada da morte do pai, quando foi ela que o matou. André promete estar vigilante mas lembra a Martim que Amélia continua a vê-lo com o seu grande apoio.

Beatriz, que acabou de deixar André à conversa com Martim, prepara-se para entrar no seu quarto quando esbarra em Patrícia e começa logo a acusá-la de ter falsificado a assinatura de André na procuração, com o fito de provocar desavenças entra eles. Ambas não escondem que o querem e dai ao confronto físico em um é um pequeno salto. Beatriz aplica um estalo violento em Patrícia, que se agarra cheia de raiva aos cabelos da rival. André fica atónito ao chegar ao corredor, vendo-as a lutar furiosamente uma com a outra. (conclusão)

264º Episódio – resumo 18 de junho

Destaque: Gonçalo pressente os ciumes que a sua proximidade de Leonor provocaram em André e vai provocá-lo no bar do hotel, insinuando que ele ficou perturbado ao vê-los juntos. André quase grita, irritado, que está com Beatriz e que a sua relação com Leonor acabou. Gonçalo responde que ainda bem que ele tomou tal decisão, pois tenciona reconquistar Leonor, garantindo que ela vai voltar a ser sua. Patrícia aproxima-se dos irmãos e fica chocada com o que acaba de ouvir, tal como André que nem quer acreditar nas palavras do irmão.

 

André acaba com a luta entre Beatriz e Patrícia e pede à namorada que o deixe falar a sós com a ex-cunhada. Beatriz aceita contrariada ir para o quarto, enquanto ele deixa claro a Patrícia que não vai tolerar que ela se intrometa na sua vida pessoal e muito menos na sua relação com Beatriz. André ameaça acabar com a sociedade que têm na hAPPy se ela não se afastar dele. Patrícia fica magoada e irritada, pois de nada serve o facto de argumentar que foi ela quem lhe salvou a empresa com os clientes que lhe arranjou.

Já no quarto, André repreende Beatriz por se ter envolvido à pancada com Patrícia e reafirma que o seu relacionamento com ela é estritamente profissional. Beatriz fica mais tranquila e diz que só quer ser feliz com ele.

Leonor conta a Diogo os progressos que fez para descobrir pistas que a levam a encontrar o filho e que vai encontrar-se com o padre Agostinho, que prometeu dar-lhe a lista de assentos de baptismo do mês de nascimento do gémeo. Para saber a morada das mães dessas crianças, revela que vai pedir ajuda a Gonçalo, pois sabe que ele tem um bom contacto na segurança social. Carlota exclama que ao menos o tio serve para alguma coisa. Entretanto, Gonçalo acaba por aparecer e Leonor, depois de Carlota sair para a escola com Diogo, explica-lhe a situação e pede-lhe que fale com a amiga para arranjar a lista de moradas de que necessitam. Ele aceita imediatamente e diz que quer acompanhá-la ao encontro com o padre mas Leonor responde que quer ir sozinha.

Elsa convence Júlia a convidar Daniel para jantar, confessando que se sente mal por tê-lo enganado quando o convidou em nome da mãe para almoçar. Júlia garante à filha que ele não está zangado com ela mas aceita combinar o jantar para uma noite em que lhe dê jeito. Elsa abraça Júlia, muito feliz por a mãe lhe fazer a vontade.

Hugo dá conta da sua irritação a Daniel por ter sido enganado pelos irmãos que lhe esconderam a possibilidade de ser filho de Leonor e lhe terem feito testes sem lhe dizerem nada. Daniel mostra-se compreensivo e explica que a culpa foi de Rute, que na ânsia de se mudar para a mansão dos Queirós, falsificou o teste de ADN. Hugo surpreende Daniel ao dizer que quer repetir o teste, agora para ter a certeza de que ele, Rute e Sílvia são mesmo seus irmãos.

João irrita-se com Messias porque quando chega a casa ainda o encontra vestido de fato de treino, em vez de se ter arranjado para receber o advogado de Leonor, que o vai defender em tribunal, põe estar acusado de tráfico de droga. Vitória está de saída com o bebé e vai passar na Lataria, esperançada em que Mateus já a esteja a abrir. Entretanto, Agostinho bate à porta e diz que vem para saber como está Messias e para lhe dar uma palavra de conforto por estar a passar por uma situação tão difícil. Messias reaje mal e dispara que não quer estar com pessoas em quem não confia, preferindo ir para o seu quarto. João pede desculpa em nome do filho e tenta animar o padre, convicto de que as pessoas vão perdoá-lo por se ter envolvido com Adelaide. Agostinho fica sem saber no que acreditar.

Idalina está desanimada com a situação de Messias e partilha a sua angústia na fábrica. Rute faz mais um dos seus teatros e grita que está disposta a gritar em tribunal a inocência de Messias e lança um repto às colegas para que lhe enviem mensagens de incentivo, presentes, ou façam um simples telefonema. Sílvia critica a irmã por se fingir tão solidária, quando ao mesmo tempo se revelou capaz de entregar Hugo a Gonçalo e estranhando que este não a tivesse despedido. Entretanto, Idalina aproxima-se de Rute e informa-a de que tem de ir falar imediatamente com o patrão. Sílvia fica preocupada.

Gonçalo recebe Rute no seu gabinete e mal consegue contar a fúria. Tentando não se descontrolar, diz que ela passou dos limites ao querer fazer meio mundo acreditar que Hugo era o seu filho. Rute ainda esboça uma explicação, dizendo que seria agradável para toda a gente envolvida, se assim fosse mas Gonçalo está irredutível e despede-a, indiferente ao facto de ela dizer que precisa daquele emprego já que os irmãos não ganham assim tão bem.

Agostinho encontra-se com Leonor no bar e ela fica desanimada quando ele relembra que não lhe pode facultar os registos de baptismo, permitindo apenas que ela os consulte, acompanhada por si. Leonor percebe que vai ter uma tarefa muito difícil pelo tempo que vai demorar.

Diogo conta a André que Leonor sofreu mais uma desilusão ao constatar que Hugo não é o filho que procura. André reconhece que lhe custa ver Leonor a passar o que está a passar. Diogo pergunta depois se ele vai à reunião com Patrícia e André responde que sim, advertindo que não pode faltar, pois ela diz ter informações importante sobre os clientes do Dubai.

Patrícia suplica a Antónia que interceda por si junto de Kika, enfatizando que precisa de estar mais tempo com a filha e que Gonçalo tem em relação a si a vantagem de estar com ela a morar ali em casa. Antónia lembra-lhe que a filha ainda está de pé atrás com ela mas aceita falar com a neta. Entretanto afasta-se para atender uma chamada de Sebastião e Patrícia aproveita para continuar a manipular Amélia, pedindo-lhe também que convença Kika a aceitá-la de novo, já que sabe bem o que é estar afastada da filha.

Bento inventa trabalho no mercado para evitar ir para casa mas Maria vai buscá-lo, aproveitando para dizer alto e bom som a olhar para Cremilde, que não o quer ao pé daquela desavergonhada. A peixeira reaje e diz que é a ultima vez que vai falar com ela a bem, garantindo que não quer nada com Bento, depois de também ter sido enganada por ele. Bento diz que ela lhe está a congelar o coração e Maria arrasta-o para casa, disparando que ele está a pedi-las. Joni aproveita a chegada de Tina e convence-a a jantarem juntos, pois merecem ser compensados pelo trabalho que têm feito em prol da associação.

Hugo e Kika comentam o facto de lhes terem escondido que ele podia ser filho de Leonor. Hugo está desiludido por Rute ter desejado que ele não fosse seu irmão e por Daniel e Sílvia terem feitos os testes de ADN sem seu conhecimento. Já Kika continua revoltada com Gonçalo, mas fica contente por não ser irmã de Hugo, pois assim podem namorar à-vontade.

Sílvia faz ver a Rute que só o seu ordenado e o de Daniel não chegam para sustentar a casa, agora que ela foi despedida. A irmã apressa-se a dizer que ela tem de deixar o hotel e passar a fazer mais horas na fábrica. Sílvia indigna-se e decreta que ela é que tem de arranjar outro emprego. Ao ver Beatriz, Rute dispara ao seu encontro e, em nome dos favores que lhe fez, exige-lhe em tom de chantagem que contrarie a decisão do patrão e evite que ela seja despedida. Beatriz responde que a última coisa que quer é mais uma guerra com Gonçalo e que é melhor que ela pense bem no que quer fazer. Rute volta para o pé da irmã e queixa-se de a patroa a ter desamparado. Sílvia diz que só lhe interessa como é que vão pagar as despesas e sai para ir para o hotel. Diogo espera-a dentro do carro para lhe dar boleia e acaba por comentar que por pouco não se tornavam família, caso se tivesse comprovado que Hugo era filho de Leonor. Sílvia deseja que quando isso acontecer, que seja por ele lhe dar um anel e não por causa do irmão. Diogo e Sílvia ficam encabulados com a conversa mas acabam por se beijar.

Filipe prepara-se para sair de casa, perfumado e bem vestido e diz aos pais que vai a Almeirim para estar com Sara, esperançado em reconciliar-se com a mulher. Laurinda constata que os filhos estão todos fora e desafia Henrique para jantarem fora. Fica irritada porque o marido diz que prefere ficar em casa e comer a sua comida. Filipe avisa o pai que ainda fica sem mulher e ele condescende em levar Laurinda ao Hotel Salinas. Ela percebe que ele está a fazê-lo para ver Madalena, mas Henrique não reconhece as suas intenções.

Mateus volta a repreender Elsa na Lataria, porque está a colocar o avental fora da cozinha. Ela não se atemoriza e responde-lhe à letra, acusando-o de ter passado a manhã na cama e fora do bar. Mateus diz que ela ainda está a tempo de apanhar uns açoites e Elsa, ao reparar que Daniel está a entrar, finge que chora e queixa-se ao polícia de que Mateus ameaçou bater-lhe. Ele fica atrapalhado e ainda tenta justificar-se, dizendo que não foi isso que se passou. Daniel manda Mateus ir apanhar ar e avisa-o para que nunca mais volte a falar assim com a miúda. Elsa agradece a intervenção a Daniel, reconhece que talvez tenha exagerado nas queixa e abraça-o depois de ter arquitectado uma forma de almoçar com ele, fazendo-se passar pela mãe. Ele deixa-se abraçar mas fica constrangido.

Kika, Hugo, Carlota, Pedro e Tiago, comentam o assunto do momento, ou seja, o facto de ter sido considerada por Gonçalo e Leonor a hipótese de Hugo ser filho deles. Pedro dá graças por ter nascido em casa e de não haver hipóteses de ter sido trocado. Tiago fica entusiasmado ao confirmar que as t-shirts com os seus desenhos estampados acabaram de ser postos à venda na internet. Carlota beija-o e confessa-se orgulhosa do seu namorado.

André passa pelo centro de mergulho para visitar Leonor e saber como é que ela está depois de ter sabido que Hugo não é seu filho. A mergulhadora confessa o seu desapontamento e a conversa é interrompida pela chegada de Gonçalo, que não gosta de ver o irmão ali. No entanto, disfarça a raiva e conversa com Leonor sobre o que têm de fazer para encontrarem o filho, irmão gémeo de Carlota. Agora é André que não gosta de os ver tão próximos e se retira com a justificação de que está em cima da hora para uma reunião.

Gonçalo pressente os ciumes que a sua proximidade de Leonor provocaram em André e vai provocá-lo no bar do hotel, insinuando que ele ficou perturbado ao vê-los juntos. André quase grita, irritado, que está com Beatriz e que a sua relação com Leonor acabou. Gonçalo responde que ainda bem que ele tomou tal decisão, pois tenciona reconquistar Leonor, garantindo que ela vai voltar a ser sua. Patrícia aproxima-se dos irmãos e fica chocada com o que acaba de ouvir, tal como André que nem quer acreditar nas palavras do irmão. (conclusão)

265º Episódio – resumo 19 de junho

Destaque: Patrícia monta uma cilada a Gonçalo e a Leonor, fazendo com que se encontrem os dois num quarto do Hotel Salinas, sem perceberem que estão a ser manipulados por ela

 

André chama louco a Gonçalo e garante-lhe que Leonor jamais o perdoará. O irmão assegura que o facto de ter dois filhos com ela será um factor decisivo para a reconquistar. Patrícia aproxima-se deles e finge que não ouviu nada. André convida a que se sentem para trabalhar e Gonçalo vai embora, depois de ironizar na despedida, dizendo que foi ali para beber um copo com o irmão.

Patrícia informa André que vai ter de viajar com ela para o Dubai, pois o cliente que recentemente os contratou quer ter uma reunião com ambos. André fica desconfiado mas Patrícia mostra-lhe os emails que trocou com o cliente e convence-o de que apenas vão viajar juntos em trabalho. Ele fica irritado, enquanto ela se retira muito satisfeita, até ao gabinete de Martim. Depois de culpar Beatriz pela briga que tiveram no hotel, Patrícia conta que acabou de impedir Gonçalo e André de se engalfinharem, porque andam ambos a disputar Leonor. Para provocar ainda mais o ex-cunhado, pergunta-lhe maliciosamente como é que será para Carlota, se os pais biológicos ficarem juntos. Martim explode de irritação e acaba com a conversa imediatamente, mandando Patrícia preocupar-se com Kika e pedindo-lhe que saia.

Leonor conta a Júlia que chegou a acreditar que Hugo podia ser o seu filho desaparecido porque Rute falsificou o teste de ADN que lhe fizeram. A amiga fica chocada e regista a esperança e Leonor em encontrar o filho quando ela revela que o padre Agostinho a direccionou para um menino chamado Rui Arade que é muito diferente dos pais com quem está. No entanto, assume que não tem coragem de chegar à fala com o miúdo e começa a pensar em recorrer às redes sociais.

Daniel fica furioso com Rute depois de ela contar que foi despedida e exige-lhe que arranje outro emprego. O irmão dá-lhe um valente raspanete e ainda a aconselha a pedir desculpas sinceras a Hugo por tudo o que lhe fez, depois de ter forjado o teste de ADN para o transformar num Queirós.

Gonçalo volta a seduzir Lídia e consegue que ela volte a ajudá-lo a procurar o filho, descobrindo a morada das mulheres que deram à luz no mês em que ele nasceu.

Nuno fica atónito quando André lhe conta que Gonçalo lhe disse na cara que pretende reconquistar Leonor. No entanto, continua desconfiado de que André ainda suspira por ela mas o amigo não dá parte fraca e insiste em dizer que está bem com Beatriz, embora reconheça que não gosta da forma como Gonçalo anda a rondar Leonor.

Henrique procura por Madalena assim que entra no restaurante do Hotel Salinas, mas disfarça o seu interesse quando Laurinda lhe sugere que telefone à filha se quer assim tanto estar com ela. Madalena acaba por aparecer e ao saber que ela está quase a sair, o pai convida-a para jantar com eles. Madalena diz que Sebastião está à sua espera mas para não fazer uma desfeita ao pai, telefona ao namorado e diz que vai jantar com eles.

Beatriz fica desagradada com o facto de André não desistir da viagem de trabalho com Patrícia, desconfiada de que ela vai acabar por se envolver com ele.

Leonor esforça-se para travar o entusiasmo de Carlota na procura do irmão e faz-lhe ver que as campanhas mediáticas que ela sugere podem ser prejudiciais. Entretanto, pergunta à filha se já voltou a falar com a avó. Carlota deixa Leonor comprometida ao confessar que embora não tenha raiva de Antónia, não consegue esquecer que ela matou o avô.

Amélia pede desesperadamente a Gonçalo que não envolva Carlota na procura do irmão gémeo. Gonçalo garante que não vai deixar de procurar o filho e trata Amélia como louca, dizendo que está a cuidar da sua família. A irmã fica ainda mais ansiosa e perde a calma, insurgindo-se contra Gonçalo quando o irmão diz que está junto com Carlota e Leonor à procura do filho perdido. Amélia interroga-se como é que Leonor ainda olha para a casa dele. Gonçalo responde que é porque é muito melhor pessoa do que ela.

Patrícia vai a casa da mãe pedir explicações a Adelaide por ter escondido que os filhos que teve resultaram do seu envolvimento com o padre Agostinho. Tina dispara que ela não é ninguém para criticar seja quem for e a irmã ameaça não permitir mais que Kika vá àquela casa. Cremilde lembra-lhe que a filha continua a pedir para ir para ali. Tina ameaça bater em Patrícia, depois de ela sair e a mãe ralha-lhe pelo que disse.

Rute vai a casa de Messias e oferece-lhe um jogo, fingindo-se preocupada com a possibilidade de ele vir a ser condenado por tráfico de droga. Idalina não gosta de a ver a rondar o filho e indica-lhe a porta da rua.

Patrícia vai ao centro de mergulho provocar Leonor e acusa-a de estar a querer formar com Gonçalo, Carlota e o filho que ainda procuram, uma família feliz. Leonor recusa-se a ouvi-la e sai da recepção deixando Patrícia sozinha. Esta sorri e vê nos registos, que Leonor tem um baptismo de piscina agendado e manda uma mensagem com o telemóvel dela para Gonçalo. Este recebe a mensagem e fica confuso, pois trata-se de Leonor a marcar encontro num dos quartos de Hotel Salinas, dizendo que precisa de falar com ele. Kika aparece nesse instante e Gonçalo disfarça, dizendo que não a pode levar à escola. A filha aproveita para o recriminar por lhe ter escondido que Hugo podia ser seu irmão mas Gonçalo explica que não disse nada para os proteger aos dois, pois não tinha certezas. Kika aceita as desculpas do pai que a abraça e dispensa-o de a levar à escola.

Rute, pede desculpas a Hugo por ter falsificado o seu teste de ADN, justificando que só lhe quis dar uma vida melhor, pois gosta dele, apesar das implicâncias. Hugo fica menos zangado com ela.

André pergunta a Diogo por Leonor, preocupado com a proximidade que ela demonstra ter com Gonçalo. O amigo confirma que a irmã só está a aproveitar os contactos que Gonçalo tem, para encontrar o filho.

Júlia recebe uma chamada e diz a Leonor que é a mãe do seu aluno de iniciação a pedir para irem buscar o filho ao quarto.

Amélia procura Martim e volta a pedir-lhe que faça com que Carlota desiste de procurar o irmão. O ex-marido promete voltar a falar com a filha.

Leonor encaminha-se para o quarto onde pensa vir a encontrar o seu jovem aluno mas quem na realidade lhe surge à frente é Gonçalo, dizendo que está à sua espera e puxando-a para o interior do quarto. (conclusão)

266º Episódio – resumo 20 de junho

Destaque: Patrícia, ajudada por Teresa, acede aos registos das câmaras de vigilância do Hotel Salinas e envia a Carlota o momento em que Leonor entra num quarto onde Gonçalo está à sua espera. Sentindo-se enganada, Carlota confronta a mãe com o filme, acusando-a de andar com Gonçalo. Leonor olha estarrecida para as imagens, sem saber o que dizer.

 

Leonor fica atónita ao encontrar Gonçalo à sua espera no quarto do hotel, pois esperava deparar-se com o miúdo a quem vai dar uma aula de iniciação na piscina. Gonçalo esclarece que recebeu uma mensagem dela a combinar o encontro mas Leonor desmente prontamente que o tenha feito. Gonçalo percebe que ouve algum equívoco e, embora desiludido, reafirma o desejo de procurarem em conjunto o filho desaparecido.

Quando regressa ao centro de mergulho, Leonor conta a Júlia que lhe montaram uma armadilha para que ela se encontrasse com Gonçalo no hotel e ambas concluem que a mensagem enviada do seu telemóvel deve ter o dedo de Patrícia.

Beatriz vai à hAPPy e faz as pazes com André, depois de ele reafirmar que só vai viajar com Patrícia em trabalho e que a última coisa que quer é tê-la perto de si. Depois de Beatriz sair, Diogo pergunta a André se viver com alguém exige uma adaptação grande. O amigo sorri perante a possibilidade de ele estar a pensar viver com Sílvia mas Diogo não quer assumir as suas intenções.

Patrícia manipula Amélia e atormenta-a com a possibilidade de Leonor estar a reconquistar Gonçalo, para viver com ele e os filhos, dando a entender que isso fará com que Carlota se afaste dela. Amélia fica descompensada e ansiosa, sem perceber que Patrícia a está a querer virar contra Leonor. Dando sequência ao seu plano diabólico, Patrícia vai depois contar a Kika que requereu de novo a sua guarda, pois a avó Antónia vai ser julgada e provavelmente presa, enquanto o pai está mais preocupado em descobrir o filho que teve com Leonor. Kika, muito desconfortável, reafirma que não quer ir viver com a mãe, dando a ideia de que será isso que dirá em tribunal.

Laurinda chega das compras com Henrique e confessa que gostou muito do jantar no Hotel Salinas. Ele prefere recordar que gostou muito de rever Madalena e que a filha é muito respeitada pelos funcionários do hotel. No entanto, embora com menos animosidade, ainda não consegue aceitar que a filha mais nova esteja a viver com Sebastião. Entretanto, Filipe e Sara entram em casa reconciliados, deixando Laurinda e Henrique muito felizes,

Vitória cruza-se na Lataria com Eva e Magalhães, que se preparam para ir treinar juntos na base naval e critica-os por ter prendido Messias, garantindo a inocência do irmão. Eva e o comandante da marinha ficam constrangidos e justificam que apenas fizeram o seu trabalho e que se Messias estiver inocente, a justiça se encarregará de o provar. Entretanto, Mateus fica a saber que Vitória vai a uma consulta pós-parto e decide acompanhá-la, para seu desagrado.

Rute faz uma última tentativa junto de Gonçalo para que ele volte atrás na decisão de a despedir mas o patrão mantém-se irredutível e expulsa-a do gabinete, mesmo depois de ela confessar que era informadora de Beatriz. Rute vai ter com as colegas e faz um discurso de despedida, realçando as suas qualidades enquanto trabalhou na fábrica. Sílvia e Idalina contrariam-na, mas ela mantém a sobranceria e sai da fábrica com altivez e arrogância.

Leonor confessa a Júlia que está desesperada sem conseguir foram de localizar o seu filho gémeo e toma a iniciativa de tentar encontrar pistas na associação de crianças desaparecidas.

Com a ajuda de Teresa, Patrícia obtém as imagens das câmaras de vigilância do hotel e, em particular, aquelas em que se vê Leonor chegar ao quarto onde Gonçalo a esperava e o momento em que ele a puxa para o interior da suite. Patrícia descarrega as imagens para o seu computador e sorri satisfeita.

Carlota fica agastada com Amélia que insiste na teoria de que Gonçalo e Leonor podem ser algo mais do que dois pais que procuram o filho desaparecido. Carlota está segura de que não existe a mínima possibilidade de eles ficarem juntos e Amélia, percebendo a irritação da filha desiste do assunto. Carlota levanta-se para ir ter com Leonor mas Nuno frustra as suas intenções dizendo que ela já saiu e não volta.

Magalhães desafia Eva a apostar que consegue ser melhor do que ele no treino que vão iniciar e propõe que quem perder pagará o jantar. Ela pergunta se aquela é a técnica para a levar a sair e exige dois jantares, adiantando confiante que ele pode marcar a mesa.

Vitória regressa a casa com Mateus e jura que nunca mais vai a consultas pós-parto, pois não está para ser enxovalhada pelas outras mães, por ter desistido de amamentar o filho. Mateus defende que toda a gente viu o que ela sofreu e João é de opinião que não deve pensar mais nisso. Mateus vai para a Lataria e Vitória avisa que não o quer a aborrecer as empregadas. Entretanto conta a Messias que encontrou Eva no bar e que ainda se chateou com ela por o ter apanhado. João não tem contemplações com o filho e diz que ele é o único culpado por estar preso.

Rute procura Tina e, depois de trocar provocações com Adelaide, convence a amiga a organizar através da associação cultural, uma manifestação de apoio a Messias. A ideia é reconquistá-lo, agora que foi despedida, enquanto Tina ficará de novo bem vista pelas pessoas do bairro, depois do fiasco que foi o concurso de talentos.

Diogo desafia Sílvia para morarem juntos mas ela, apesar de apreciar a proposta, diz que de momento não têm condições para pagar tantas despesas, até porque Rute acaba de ser despedida.

Gonçalo chama Beatriz ao gabinete e ambos colocam as cartas na mesa, reconhecendo que recorreram a Rute para se espiarem mutuamente. Beatriz aconselha-o a preparar-se para o arranque da produção das Conservas da Ria e ele mostra-se empenhado em impedir que isso aconteça.

Elsa arranja-se melhor do que o habitual para receber a visita de Daniel e agradece-lhe o que tem feito por ela e pela mãe. Júlia impede-a de provar o vinho e Daniel acrescenta que ela é muito nova e que tem tempo para começar a beber. Daniela agradece a Júlia o convite para jantar e comenta que precisava de desanuviar depois dos problemas que Rute arranjou.

Leonor regressa a casa e Carlota acusa-a de andar com Gonçalo, mostrando-lhe como prova as imagens que alguém lhe enviou, onde se vê a mãe a entrar num quarto onde ele já está à sua espera. Leonor olha incrédula para o computador, perante o olhar acusador da filha. (conclusão)

 

Categorias
Resumos de NovelasTelevisão

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários