Resumos de Mar Salgado SIC
Resumos de Mar Salgado SIC
Televisão

Mar Salgado: resumo de 10 a 16 de Agosto

Episódio 316

Carlota celebra com Leonor o facto de não ser irmã de Tiago e a primeira vontade que manifesta é a de ir ter com ele para lhe dar a notícia e reatar o namoro.

André despede-se da hAPPy e Patrícia ainda faz uma derradeira tentativa de o demover, lembrando-lhe que tem de pagar a indemnização que é devida. Como ele assume que o vai fazer, ela esforça-se por humilhá-lo. André tudo suporta e despede-se dos funcionários com um sorriso nos lábios. Diogo segreda-lhe que se vai manter na empresa até descobrir os dados com os quais Mateus pode voltar a chantagear Amélia. Patrícia avalia, depois de André sair, se pode contar com Diogo para trabalhar com ela. Entretanto, Mateus não perde tempo e insinua-se à patroa para ocupar o lugar que pertencia a André. Ela alimenta-lhe o ego e dá a entender que pode promovê-lo desde que a confiança que demonstra corresponda ao seu valor

Amélia visita Antónia na prisão e deixa a mãe estupefacta com o relato da discussão que ocorreu na mansão Queirós. Antónia esforça-se por controlar o choro quando a filha lhe diz que Gonçalo revelou que Patrícia engravidou de Frederico e que abortou, ainda incrédula pela traição com que o marido a brindou. Desiludida por ter ficado sem Carlota, Amélia confidencia à mãe que decidiu internar-se numa clínica em França, para curar a sua obsessão pela filha.

Carlota vai a casa de Tiago levar-lhe a notícia de que o teste de ADN veio confirmar que não são irmãos e que, por isso, podem continuar juntos. Ele, orgulhoso, mantém que ela o atraiçoou ao fazer o teste contra sua vontade e recusa reatar o namoro. Perante a dureza das palavras de Tiago, Carlota não consegue controlar as lágrimas.

Leonor visita os amigos Pimenta e encontra Idalina combalida por se sentir doente e que se mostra avessa a ir ao hospital. À medida que Leonor conta que Tiago afinal não é o filho que procura, Idalina fica cada vez mais nervosa.

Impotente para virar Kika contra Gonçalo, Patrícia tenta convencer Cremilde a mudar-se para uma casa maior, na tentativa de recuperar a guarda da filha. Apesar de saber que Kika não quer estar com a mãe, Cremilde acaba por ficar indecisa quanto ao que fazer.

Aurora e Tina preparam com zelo a partida que vão pregara a Joni, convencido de que vai desfrutar sexualmente das duas ao mesmo tempo.

Eva confessa a Sara que não sabe se quer que Magalhães abdique por ela da promoção que a Marinha lhe está a oferecer. Já Sara, conta que ainda não engravidou porque é Filipe que padece de uma insuficiência que os impede de serem pais. Eva fica desejosa de ajudar mas a cunhada implora-lhe segredo absoluto.

Camila procura Madalena para assumir que foi ela quem tentou seduzir Sebastião e que foi ele a afastá-la assim que ela o beijou. Madalena reage mal à abordagem da jovem mas fica a pensar em tudo o que ele lhe conta.

Antónia torna-se mais próxima de Olga na prisão e fica surpreendida depois de ele lhe contar que está na prisão porque assumiu pelo filho a culpa do tráfico de droga, só para o poupar às dores da cadeia.

Gonçalo conversa com Amélia, ainda expectante para saber se Carlota e Tiago são irmãos. Amélia, por sua vez, lamenta ter destruído de vez a relação que tinha com Carlota. André aparece para recolher algumas das suas coisas e tem de falar contrariado com Gonçalo, assumindo que vai conseguir libertar-se de Patrícia apenas com o seu dinheiro, apesar de saber que está a pagar à mulher que roubou 4 milhões ao pai e à família.

Idalina fica aflita quando Pedro começa a duvidar da história que ela conta sobre o seu nascimento, temendo que ele seja associado ao filho desaparecido de Leonor. O pânico de Idalina acentua-se quando tem uma tontura e fica à mercê da vontade de João e Pedro que lhe exigem que vá ao hospital.

Madalena esconde de Laurinda que está a ver o vídeo que Camila lhe entregou e que prova que Sebastião não a traiu. Henrique aparece de surpresa e não se coíbe de dizer que já resolveu o assunto com o escritor. Madalena nem percebe o alcance do que o pai está a dizer e recrimina-os por se meterem na sua vida. Laurinda, por seu lado, hostiliza o ex-marido e diz que agora é ela quem manda em casa quando ele questiona o facto de Mateus continuar a morar ali.

Eva não consegue negar a Magalhães que Daniel ainda está muito presente na sua vida e apesar de ele se mostrar disponível para esperar por ela, a decisão parece já estar tomada.

Cremilde esconde a sua satisfação ao ver os poemas que Bento lhe dedicou nas latas de conserva que Tina levou para casa. Tina enaltece o esforço do peixeiro para reconquistar a mãe, enquanto Adelaide se opõe e tenta prejudicar mais uma vez a sua imagem.

Joni perde a vergonha e aconselha-se com Catarina sobre o que deve fazer quando estiver com Aurora e Tina ao mesmo tempo. Bento assiste constrangido à conversa.

Júlia tenta convencer Elsa a ir ao psicólogo para se preparar para o depoimento que tem de prestar na polícia contra Daniel. Tiago pede a Júlia para que o deixe falar a sós com a filha e diz a Elsa que se ela não contar às autoridades que mentiu por despeito, será ele a denunciá-la.

Episódio 317

Carlota lamenta a Leonor que Tiago tenha acabado tudo com ela, continuando a achar que foi traído por ela. A mãe aponta às férias para que descontraiam e Carlota escolhe um destino ambicioso que entusiasma a mãe.

Idalina ludibria os filhos e sai sozinha para o hospital, deixando-os preocupados com a sua fuga. Pedro e Vitória tratam de procurar a mãe, sem saberem o que se passou para sair de casa sem os avisar.

Pedro, acha estranha a saída de Idalina e segue o rasto da mãe, em direcção ao cemitério, para onde as pessoas a quem perguntou o encaminharam. Pedro descobre a mãe a chorar sobre a campa de um menino e a pedir perdão ao filho por ter errado. Pedro fica incrédulo com o que ouve e questiona a mãe. Idalina confessa em lágrimas a Pedro que ele não é o seu filho, mas sim aquele que está sepultado. Pedro fica em choque.

Idalina, surpreendida no cemitério por Pedro, revela-lhe que depois de dar à luz, sufocou acidentalmente o seu bebé e que para superar a sua trágica perda o roubou na maternidade. Pedro fica chocado ao saber que, afinal, foi roubado na maternidade, quando o seu destino seria ser adoptado por ter sido abandonado. Idalina, lavada em lágrimas, faz uma viagem ao passado e conta como tudo se passou, assegurando em desespero que ninguém sabe do seu segredo e reclamando o perdão do filho. Pedro foge do cemitério a chorar e muito transtornado. Idalina continua a abraçar a campa do filho que perdeu.

Leonor informa Gonçalo que não quer continuar à procura do gémeo desaparecido porque essa busca já causou sofrimento que chegue a Carlota e acrescenta que quer concentrar-se na viagem de férias que vai fazer com a filha. Ele mostra vontade de ir com elas e Leonor irrita-se, exigindo que ele as deixe em paz, deixando-o impotente para a contrariar.

Diogo confidencia a André que ainda não conseguiu aceder ao telemóvel de Mateus para eliminar as provas com que ele chantageou Amélia, ameaçando divulgar que foi ela quem matou o pai. André aconselha Diogo a ser prudente para não se prejudicar. Mateus aparece naquele momento e André certifica-se que apesar de estar de saída da empresa, ele vai respeitar o acordo que fizeram. Patrícia, ao encontrar André, pensa que ele decidiu continuar na empresa mas fica surpreendida quando ele lhe entrega o cheque correspondente à indemnização que lhe permite rescindir o contrato. Patrícia assina contrariada os documentos para o libertar e André deixa o escritório sem olhar para trás.

Beatriz sente-se desmoralizada quando está a fazer fisioterapia mas Gustavo incentiva-a a não desistir e a acreditar nas suas capacidades.

Catarina desabafa com Joana a mágoa que sente pela forma de Tiago a tratar com indiferença, desde que foi forçado a fazer o teste de ADN. Joana apoia a antiga namorada, reforçando que o filho gosta muito dela. Catarina acaba por convidar a médica para jantar e Joana fica surpreendida com esta reaproximação.

Cremilde confessa a Bento que gostou de ver os poemas que ele lhe dedicou nas latas de conserva mas faz-se difícil e não garante que isso seja suficiente para o perdoar. O peixeiro fica desanimado, mas Cremilde sorri sem que ele se aperceba, indiciando que está disposta a reconciliar-se.

Joni pergunta a Tina quando é que vai estar com ela e Aurora mas ela esquiva-se e diz que ainda estão a ensaiar para a prometida noite de amor.

Idalina regressa a casa, destroçada pela conversa que teve no cemitério com Pedro. Vitória percebe que a mãe está transtornada mas ela desculpa-se dizendo que teve de ir apanhar ar por causa dos nervos. Vitória não fica convencida e pressiona a mãe, que desaba a chorar nos seus braços, afirmando que está naquele estado por causa de Messias. A filha pede-lhe que espere que ela volte, pois tem de ir à Lataria. Assim que Vitória sai de casa, Idalina telefona a Pedro mas o filho não atende, deixando-a ainda mais angustiada.

Pedro refugia-se na igreja e só consegue chorar, balbuciando que não é justo o que lhe está a acontecer.

Amélia vai ao centro de mergulho para dizer a Carlota que decidiu afastar-se e que vai internar-se numa clinica em França. Carlota trata-a com frieza e é rude quando lhe chama tia, afirmando que ela não tinha há muito uma ideia tão boa. Magoada, Amélia culpa Leonor por ela ter roubado o amor da filha, mas a mergulhadora responde que nunca a impediu de ver a filha e que se vai embora porque quer.

Episódio 318

Diogo faz com que Mateus de distraia e consegue aceder ao seu telemóvel, apagando as mensagens com que ele chantageou Amélia. Quando vai colocar o telefone no lugar percebe que Luís viu o que ele fez e pede-lhe para não fazer perguntas.

Sebastião procura Madalena na esperança de que ela já tenha percebido que ele não a traiu com Camila, mas ela mostra-se irredutível e até aprova que Henrique lhe tenha dado um murro, recusando perdoá-lo e reforçando que nunca mais o quer ver. Sebastião fica destroçado.

Vitória dá um raspanete a Messias e diz que ele tem de ir a casa dar um beijo à mãe, que ficou doente desde que ele foi viver com Rute. O irmão fica preocupado com Idalina.

Adelaide entra na Lataria e pede a Vitória que lhe venda todas as latas de conserva que tenham poemas de Bento para Cremilde e fica intrigada com a conversa que Joni está a ter com Aurora, sobre a noite escaldante que ela está a preparar com Tina.

Patrícia manipula Cremilde, pedindo-lhe que convença Kika a escolher uma casa onde possam viver juntas. A mãe reforça que a menina não quer viver com ela e Patrícia diz que aceita oferecer-lhes a casa e só ir viver com elas se a filha quiser. Cremilde impõe como condição, pagar parte da casa porque não quer favores para ficar com a neta.

Idalina, lavada em lágrimas, deixa uma mensagem a Pedro dizendo que vai sair para falar com Leonor e que o ama muito. Messias entra em casa e vê a mãe naquele desespero, acreditando que ela está assim porque ele saiu de casa para viver com Rute. Idalina justifica que está enervada com coisas dele e diz que tem de sair para resolver um problema que há muito devia ter resolvido.

Agostinho vê Pedro na igreja e tenta perceber o que é que ele está ali a fazer. O rapaz levanta-se apressado do banco e vai embora a ouvir a mensagem que a mãe lhe enviou, deixando o padre ainda mais desconfiado.

Gonçalo certifica-se com o doutor Pinto de que Patrícia não conseguirá obter a guarda de Kika e dá instruções ao advogado para que arranje uma forma de a convencer a transferir para uma conta deles o dinheiro que ela roubou a Frederico, reafirmando que quer deixá-la sem nada.

Antónia mostra-se perturbada depois de André lhe contar que Carlota e Kika ficaram a saber de todos os “podres” da família, depois da discussão violenta que Patrícia alimentou lá em casa. No entanto, fica mais aliviada quando as netas entram na sala de visitas da cadeia e a abraçam, mostrando-se compreensivas com ela e culpando Patrícia e Amélia pela situação a que ela chegou.

Martim tenta demover Amélia de partir para França, mas ela insiste que afastar-se é a melhor escolha para todos.

Idalina entra no centro de mergulho decida a contar a Leonor que Pedro é o seu filho gémeo. Quando se prepara para fazer a revelação, Pedro chama por ela, impedindo-a de continuar a falar. Pedro impede Idalina de contar a Leonor que ele é o irmão gémeo de Carlota, o filho que tanto tem procurado. O rapaz inventa que foram saber se a mensalidade da vela está paga porque está a pensar se vai continuar a praticar. Leonor acredita, embora note que Idalina está abatida. Pedro desafia-a para irem lanchar ao hotel e a mãe segue-o sem dizer nada. Quando ficam sozinhos, Pedro obriga Idalina a prometer que nunca revelará que ele é filho de Leonor, pois tem muito orgulho na família que tem e não quer perdê-la. Idalina argumenta que o segredo que guarda é muito pesado e que João e Leonor têm de saber a verdade. Pedro insiste que não quer ser filho de outra pessoa e que este será o segredo dos dois. Idalina fica emocionada com as palavras que ouve e não segura as lágrimas.

Patrícia fica surpreendida quando advogado lhe diz que o fisco está a investigá-la por suspeita de branqueamento de capitais. Ela pensa imediatamente que foi Gonçalo quem a denunciou e o doutor Pinto afirma que também pensou o mesmo, aproveitando para a aconselhar a transferir o dinheiro, pois na Suíça arrisca-se a que o banco levante o sigilo bancário, permitindo que as finanças a investiguem. Patrícia concorda em pensar no assunto mas responde que a prioridade é ele entrar com o pedido de custódia de Kika em nome de Cremilde.

André vai com Diogo a casa de Laurinda e conta-lhe que Mateus descobriu informações confidenciais através de um telemóvel que Amélia lhe levou para arranjar e que os chantageou com o que descobriu. Laurinda fica desgostosa e em estado de choque com a conduta do filho e permite a André e Diogo que acedam ao material informático que ele tem para que possam eliminar de vez todas as provas comprometedoras.

Daniel cruza-se com Elsa na rua e pergunta-lhe se já foi à esquadra prestar depoimento. Ela responde que só vai à tarde mas não tem tempo para mais conversa. Um grupo de pescadores cerca Daniel e dá-lhe uma valente sova, deixando-o a sangrar e quase inconsciente. Elsa confessa aos gritos que ele nada lhe fez e que inventou tudo mas ninguém para de bater em Daniel. Alertados pelo burburinho, Joni e Messias tentam proteger Daniel como podem mas é Eva que acaba com o espancamento dando um tiro para o ar. Tina afasta Elsa do local e Eva chama uma ambulância.

Messias e Joni regressam à Lataria, preocupados por poderem ter sido injustos com Daniel ao duvidarem dele. Tina pressiona Elsa mais uma vez e a miúda mantém que inventou que Daniel a atacou para o afastar da mãe. Tina fica furiosa com ela e horrorizada por ter duvidado do amigo, sentimento comum a Messias e Joni.

Episódio 319

Idalina e Pedro regressam a casa e ouvem a indignação de Vitória e João por terem desaparecido sem dizerem nada. Pedro inventa que foi com a mãe comer um gelado e ela corrobora a história com uma voz muito sumida. João confessa aos filhos que está preocupado com a mãe, enquanto Vitória insiste que ela devia ir a um psicólogo ou um psiquiatra. Messias entra em casa e conta que Daniel foi sovado pelos pescadores e que Elsa confessou que ele nunca lhe fez nada e que inventou a história de ter sido atacada. João e Vitória estão estarrecidos com a notícia mas ela, mesmo assim, ainda se interroga se Elsa não terá confessado a mentira só para não baterem mais em Daniel. João não aguenta o sentimento de culpa por também não ter acreditado na inocência do rapaz e Pedro lamenta ter-se zangado com Hugo por causa da mentira de Elsa.

Martim pede a Leonor que interceda por Amélia junto de Carlota, na expectativa de que a filha lhe perdoe e peça para ela não ir para a clínica em França. Leonor pondera mas diz que não é capaz de o fazer, depois das maldades que Amélia fez para lhe tirar a filha.

Adelaide resmunga e queixa-se a Tina do facto de Cremilde andar a mostrar casas a Kika e não lhe pedir opinião. Tina brinca com a avó e diz que são elas que para lá vão viver e que ela vai ter de ir tratar da tournée do tio Rogério porque nesta casa fica ela. Adelaide pede a Deus que a livre de tal coisa e pergunta se Cremilde se livrou dos poemas das latas de conserva. A neta insinua que ela andou a catar o lixo. Entretanto, Aurora chega com o extensível que Joni lhes ofereceu para tirarem fotografias, que elas fazem em poses sensuais e atrevidas. Adelaide espreita sem se fazer notar mas assim que as vê aos beijos na cara e muito próximas interrompe a sessão, questionando os seus modos. Tina justifica que elas são amigas e corre com a avó.

Joni comenta com Catarina o incidente que envolveu Daniel e a bióloga também levanta a possibilidade de Elsa ter dito que mentiu só porque ele a pressionou. Tiago sai em defesa do polícia mas não conta que Elsa já lhe havia confessado que mentiu quando acusou Daniel. Catarina decide parar de comer para não perder o apetite para o jantar. O filho pergunta-lhe com quem vai sair e ela aproveita para se vingar, respondendo que ele também desapareceu muitos dias e nem sequer lhe disse que estava bem. Tiago volta furioso para o quarto e Joni constata que ela tem muita paciência com ele. Joni recebe uma mensagem de Tina e Aurora, com as fotografias sensuais que tiraram. O peixeiro não vê hora de poder estar com as duas ao mesmo tempo.

Elsa regressa a casa com Júlia e, à frente de Nuno, reafirma que Daniel nada lhe fez e que na esquadra só se limitou a contar a verdade. Júlia não acredita e insiste na tese de que ela desistiu de o acusar porque ele a intimidou. Elsa explode por não conseguir que a mãe entenda que agora é que está a falar verdade e refugia-se no quarto. Nuno tenta que Júlia considere a hipótese de que a filha tenha mentido quando disse que Daniel a tinha agarrado, mas Júlia recusa-se a aceitar que isso possa ser verdade, mesmo depois de Joni contar que os pescadores podiam ter acabado com a vida de Daniel.

Hugo tira fotos às marcas de agressão que Daniel tem no corpo depois da sova que apanhou e confessa a sua vontade destruir os barcos e os carros de quem o agrediu. Daniel acalma o irmão e Eva lamenta não ter chegado mais cedo. Ele diz que ela o salvou e Rute elogia a coragem de Messias que também ajudou. Este, que está de saída para o mar, pede desculpa a Daniel por não ter acreditado nele e o polícia aperta-lhe a mão. Eva quer fazer queixa dos agressores mas Daniel prefere deixar tudo como está para evitar mais confusões e ela ajuda-o a pôr o gelo na cara, cruzando os olhares com grande intensidade.

Madalena disfarça perante Laurinda as saudades que tem de Sebastião e afirma que ele já faz parte do passado. Mateus entra de rompante em casa aos gritos porque toda a informação que tinha nos computadores desapareceu. Laurinda assume que entregou tudo a André e Diogo e conta a Madalena que o irmão os estava a chantagear. Madalena fica chocada mas Mateus está encolerizado e revela que o segredo que descobriu foi só que Amélia assassinou o pai e permitiu que fosse Antónia a pagar pelo seu crime. Laurinda e Madalena ficam perplexas mas a mãe insiste que o que ele fez é crime. Mateus lamenta ter perdido tudo mas Laurinda responde que o que perdeu foram os valores da decência e acusa-o de ser uma desgraça de ser humano. Mateus diz que se vai embora de casa e a mãe saúda a sua decisão pois assim evita que seja ela a pô-lo fora. Madalena intercede pelo irmão mas Laurinda acha que ele precisa de uma lição.

Idalina observa que Pedro não consegue concentrar-se a estudar e vai abraçá-lo, na esperança de o fazer aceitar que ela conte que ele é o filho de Leonor mas ele lembra-lhe que combinaram guardar segredo e incentiva-a a regressar ao trabalho para que o pai e a irmã não desconfiem de nada.

Carlota lamenta não ter pistas sobre o gémeo desaparecido mas Leonor recorda que combinaram não ficar ansiosas com o assunto. A filha também se mostra magoada por Tiago não lhe ter respondido a uma mensagem que lhe enviou. Leonor muda de assunto e aconselha Carlota a perdoar Amélia e despedir-se dela, antes que vá para a clínica em França, pois não deve esquecer que foi a sua mãe durante 16 anos. Carlota fica a pensar nas palavras da mãe.

Catarina janta com Joana e conversa sobre as peripécias da relação de Tiago e Carlota, dos seus conflitos com o filho e das agruras do trabalho, revelando que não foi promovida por ser gay. Joana incentiva-a a mudar de emprego, propondo-se ajudá-la se puder. Catarina sorri, feliz.

Rute provoca Idalina quando esta regressa à fábrica mas para seu espanto e de Sílvia ela não reage, preferindo inteira-se do estado de saúde de Daniel, desculpando-se por ter sido injusta com ele. Rute fica intrigada e comenta com Sílvia que ela não disse uma única palavra sobre Messias, certa de que alguma coisa se passa e não é só cansaço.

Leonor também fica chocada com a possibilidade de Elsa ter mentido quando acusou Daniel de a ter tentado agarrar. Nuno conta que Júlia continua a achar que Elsa desdisse a sua versão para evitar males piores quando o viu a ser violentamente agredido. Entretanto, Pedro vai ao centro de mergulho e insiste com Leonor para que anule a sua inscrição na vela porque quer desistir. Ela tenta demovê-lo mas em vão.

André toma o pequeno-almoço com Amélia e Gonçalo. Este esforça-se por atormentar a irmã e faz questão de saudar o facto de ela ter decidido internar-se em França. André ameaça bater a Gonçalo se ele não se calar mas quando a discussão está a atingir o ponto alto, Carlota aparece e pede a Amélia que desista da viagem pois não quer que ela vá para França. Amélia, André e Gonçalo ficam estupefactos. Carlota convence Amélia a desistir de se internar numa clínica em França, admitindo que foi Leonor quem a influenciou a pedir-lhe para não viajar. A mãe adoptiva não esconde que está surpreendida, mas aceita tratar-se em Portugal, para grande desagrado de Gonçalo, que queria ver-se livre dela. André censura o irmão e comove-se com a reaproximação de Carlota a Amélia.

Patrícia entrega um envelope com dinheiro a Alemão e contrata-o para mais um serviço sujo, agora na fábrica de conservas, avisando-o de que só vai ter uma oportunidade de o executar.

Entretanto, o doutro Pinto conta a Gonçalo os planos de Patrícia, que vai pedir a guarda de Kika usando o nome de Cremilde. O advogado explica que Patrícia está a comprar uma casa para convencer o Juiz de que a mãe já tem condições para ficar com a neta a seu cargo. Gonçalo fica furioso e exige a Pinto que encontre uma forma de recuperar rapidamente o dinheiro roubado a Frederico, que Patrícia tem depositado na Suíça. Pinto receia que se a pressionar muito com esse assunto, ela pode desconfiar.

Rute espicaça Idalina durante o trabalho e fala do seu namoro com Messias mas ela quase não reage e diz mesmo que não quer saber com quem o filho se relaciona. Rute fica intrigada mas muda de assunto e comenta com Sílvia que está curiosa para saber quem é o filho desaparecido de Leonor. Idalina sente-se mal por causa da conversa e quase tomba desmaiada, valendo a reacção pronta de Sílvia e Rute que conseguem ampará-la. As irmãs ficam muito preocupadas com o estado de Idalina, que consegue recuperar e se recusa a ir ao hospital.

João vai a casa de Júlia para perceber se Elsa está a contar a verdade quando diz que Daniel não a atacou e que as acusações que lhe fez não passaram de uma grande mentira. A rapariga reafirma que inventou tudo e que o polícia nunca lhe tocou. Júlia continua em negação, recusando-se a acreditar que a filha inventou uma mentira tão odiosa. Elsa grita desesperada com Júlia e vai refugiar-se no quarto. O mestre insiste com Júlia que Elsa está agora a contar a verdade, inocentando Daniel.

Episódio 320

Laurinda pede a Henrique para ir falar com ela e conta-lhe que teve uma discussão violenta com Mateus e que o filho saiu de casa. Laurinda explica que se viu forçada a facultar a André o material informático do filho para que ele e Diogo apagassem as provas que Mateus tinha em seu poder contra Amélia e com que chantageou a família Queirós. Henrique critica Laurinda pela educação do filho, mas arrepende-se e pede desculpa. Ao vê-la lacrimejar, tem o impulso de lhe fazer um carinho mas arrepende-se.

Mateus tenta agredir Diogo, furioso por ele ter apagado todos os dados que ele tinha nos seus computadores. Luís evita o pior e Patrícia, acabada de chegar, faz com que Mateus se acalme e peça desculpa. Diogo comunica a Patrícia que está de saída da empresa e, perante a insistência dela para que acabe os trabalhos que tem em mãos, diz-lhe que recorra aos tribunais, pois não fica ali nem mais um minuto, depois do que ela fez contra si e Leonor. Mateus aproveita o momento para ganhar um lugar de destaque na empresa e tenta valer-se do segredo que guarda sobre Amélia, contando que foi ela quem matou Frederico. Patrícia deixa-o desarmado ao responder que a informação não vale nada porque já toda a gente sabe o que aconteceu e manda-o voltar ao trabalho.

Aurora elogia os poemas que Bento tem feito para as latas de conserva e insinua que se ela não está interessada pode arranjar num ápice pretendentes para o peixeiro, pois garante que o mulherio está louco com ele. Bento aproveita a situação para conseguir que Cremilde aceite escutá-lo e quem sabe perdoá-lo por ter escondido que era um homem casado enquanto foram namorados.

Entretanto, Joni fica numa grande agitação quando Tina e Aurora estão prontas a terem com ele a noite de amor e paixão que prometeram, aguçando-lhe o entusiasmo quando falam dos “brinquedos” que compraram para lhe agradar.

Martim mostra-se feliz com o facto de Amélia acedido ao pedido de Carlota para não se ir embora para França. Ela confessa que foi a manhã mais feliz da sua vida mas irritada por ele ter pedido a Leonor que intercedesse junto da filha. Martim insiste em que ela tem de acabar com as guerras com Leonor por causa de Carlota e que deve ir agradecer-lhe o esforço que fez para a reconciliar com a miúda que foi sua filha durante 16 anos.

Beatriz chega a casa dos Queirós depois de um longo tempo internada e embirra com André, que apanha um livro que ela derrubou. Ele responde à altura e faz-lhe ver que não a considera uma coitadinha, levando Beatriz a reconhecer que esteve mal e a pedir-lhe desculpa.

Incentivada por Martim, embora contrariada, Amélia vai agradecer a Leonor por ter convencido Carlota a pedir-lhe para não se ir embora. Quase á beira de mais uma discussão, Leonor consegue fazer ver a Amélia que nunca quis afastar a miúda de si, mas antes recuperar a filha que lhe roubaram e aconselha-a a esforçar-se para partilhar em harmonia o amor da filha. Amélia caba por ir embora, abalada com a conversa que acabou de ter.

Patrícia leva Kika a lanchar à revelia de Gonçalo e tenta convencê-la a ir ver casas consigo, a pretexto de que só comprando uma, conseguirá que a sua guarda seja atribuída à avó Cremilde. Kika desmascara-a e diz que ela só está tão generosa porque quer ir morar com elas assim que o Juiz der uma decisão favorável. Patrícia assegura, cínica, que só o fará se ela quiser.

Cremilde aceita finalmente os argumentos de Bento e as suas juras de amor, perdoando as suas mentiras e aceitando dar um passeio com ele. A conversa é interrompida por Gonçalo que exige levar a filha consigo para casa. Cremilde informa que Kika não está e Gonçalo, depois de falar mal de Patrícia, promete voltar mais tarde para levar a filha consigo, ameaçando chamar a polícia se for necessário.

Sara aconselha Eva a terminar a relação com o oficial da marinha, pois está visto que gosta é de Daniel. A cunhada conta que já o fez mas assume que não está segura dos sentimentos que tem por Daniel, ainda mais numa fase em que decidiu dar prioridade à sua carreira. Filipe regressa a casa nesse momento e Sara repreende-o por ter faltado á consulta de fertilidade. Ele faz uma cena pelo facto de ela estar a falar à frente de Eva e fica furioso por a irmã já estar ao corrente do seu problema. Eva deixa-os a sós e Sara faz um ultimato a Filipe, ameaçando deixá-lo se ele se recusar a tentar uma cura para poderem ter filhos. Ele acaba por aceitar marcar uma nova consulta.

João vai pedir desculpas a Daniel por ter duvidado dele, envergonhado por ter acreditado nas mentiras de Elsa. Daniel afirma que nada apagará o que sofreu nem o mal que lhe fizeram, mas aperta a mão ao mestre quando ele lhe pede mais uma vez perdão.

Diogo conta a Leonor que se despediu da empresa por não querer lá continuar com Patrícia e partilha que André está agora empenhado em cuidar de Beatriz. A irmã fica tensa com esta informação.

Na igreja, Agostinho encontra Idalina sentada no mesmo banco em que tinha encontrado Pedro e percebe que algo não está bem com eles. Idalina assume que carrega consigo um fardo demasiado pesado e aceita confessar-se.

Carlota conversa com Kika e Hugo na Lataria e reconhece que está cheia de saudades de Tiago e desiludida com o fim do namoro. Kika, por seu lado, não esconde que está farta dos pais e das suas discussões, deserta por ficar à guarda da avó. Hugo vê Pedro a entrar no bar e queixa-se de que aquele que foi o seu melhor amigo nem sequer tenha pedido desculpa por ter duvidado de Daniel e de ter acreditado que ele tinha atacado Elsa. Carlota decide acabar com a desavença entre eles e chama Pedro à mesa, sem reparar que ele a observou desde que entrou, sabendo que ela é a sua irmã gémea. Quando Pedro se chega a eles, pede desculpa a Hugo por não ter acreditado em Daniel, mas desaparece do bar rapidamente quando Carlota o tenta convencer a não desistir de praticar vela.

Patrícia faz uma espera a Gonçalo no exterior da fábrica e provoca-o a tal ponto que ele a agride com violência. Escondido e a uma distância segura, Alemão fila a cena, garantindo que Patrícia tem agora uma prova consistente para apresentar na justiça contra o ex-marido.

Episódio 321

Patrícia leva a mão à cara depois de ser esmurrada por Gonçalo e sente um misto de raiva e contentamento quando lhe diz que aquela agressão vai ajudá-la muito a recuperar a guarda de Kika. Ao olhar para o local onde Alemão filmou a cena, já não o vê e fica descansada. Gonçalo, tenta recuperar da irritação e desvaloriza o facto de Patrícia ameaçar apresentar queixa dele na polícia. Ela arranca com o carro e ele fica imobilizado, sem conseguir arrancar com a mota, que tem o cabo da ignição cortado.

Patrícia vai ter com Alemão e recebe o smartphone com que ele filmou a agressão de que ela foi vítima por parte de Gonçalo. Depois de dispensar o homem, avalia a marca que o murro do marido lhe deixou na cara e arranca determinada com o carro.

André esforça-se por agradar e dar confiança a Beatriz, convidando-a para passar a noite com ele e dispondo-se a mandar construir uma casa de raiz, adaptada à sua deficiência. Beatriz sente-se infeliz e pede a André que a leve de volta ao centro de reabilitação.

Leonor visita Idalina e leva Carlota consigo. Pedro fica muito incomodado com a presença da mãe biológica e da irmã gémea, tal como a própria Idalina. A tensão ainda se agudiza mais quando João convida Leonor e Carlota para jantarem e também quando Leonor e Carlota tentam demover Pedro de desistir da vela. O mestre critica o filho por não lhe ter dito que queria desistir de praticar a modalidade e ele inventa que tem de ir jantar a casa de um colega, justificando que combinaram terminar um trabalho para a escola. Idalina esconde a sua angústia como pode e refugia-se na cozinha para preparar o jantar.

Júlia cai finalmente na realidade quando Elsa explica, em lágrimas, que inventou ter sido violentada por Daniel porque ele a rejeitou e depois de ter percebido que eles iam começar a namorar. Júlia ralha, quase histérica com a filha e confessa a Nuno que esteve cega, sem perceber que estavam a acusar Daniel injustamente. Nuno percebe o drama que se está a desenrolar e abraça Júlia para a confortar.

Patrícia vai a casa de Cremilde para manipular a mãe, Kika e Adelaide, mostrando-lhes o vídeo que Alemão filmou e em que Gonçalo aparece a agredi-la. Cremilde, embora desconfiada, coloca-se ao lado dela, enquanto Adelaide, mais ingénua e assertiva, defende que devem pedir aos pescadores que sovaram Daniel que façam o mesmo a Gonçalo. Kika, incomodada com o que viu, reafirma que não quer ficar com a mãe nem com o pai, mas sim com a avó. Depois de a filha se refugiar no quarto, Patrícia diz a Cremilde e Adelaide que vai fazer com que Gonçalo pague pelo que fez, mas na justiça.

Catarina, muito bem disposta, põe Tiago em sentido e não lhe revela com quem jantou na noite anterior. Ele vai mal-humorado para o quarto e ela garante a Joni e Bento que desta vez vai ter de ser o filho a dar o primeiro passo para a reconciliação. Joni prepara-se com entusiasmo para o seu encontro com Tina e Aurora, enquanto Bento idealiza o passeio de mota que vai dar com Cremilde em direcção ao pôr-do-sol. Joni e Catarina não deixam de sorrir ao imaginarem a cena. O peixeiro não acha graça e fica com uma cara muito séria.

Filipe fica melindrado quando Sara conta à sua frente a Eva que conseguiram marcar-lhe uma consulta de fertilidade para iniciar o tratamento que lhe pode permitir conceber filhos. Laurinda chega a casa com compras e fica arreliada quando Eva assume que já não namora com o comandante Vítor Magalhães.

Henrique vai ter com Mateus à hAPPy e repreende-o violentamente por ter chantageado os Queirós. A discussão entre ambos é inevitável e Henrique decreta que a partir daquele dia ele deixa de ser seu filho e passa a ser apenas uma vergonha. Mateus fica enervado, enquanto Henrique se vai embora magoado por ouvir que o filho o culpa por ser como é.

Aurora serve a Joni uma bebida com droga no quarto do hotel em que combinaram encontrar-se e tenta entretê-lo com um striptease prolongado, justificando que Tina está um pouco atrasada.

Messias está preocupado com Idalina e decide ir visitar a mãe. Rute fica desapontada por não conseguir arrastá-lo para o quarto antes disso e pede ajuda a Hugo para levar o namorado a um submarino, depois de ele dizer que gostava muito de estar com ela num.

Idalina fica perturbada ao ouvir João insistir com Leonor para que não desista de procurar o filho e procura distrair as atenções. Messias deita aquele plano por terra pois aparece a dizer que ela tem de ir ao médico por ter desmaiado no trabalho. João não gosta de ter sido ignorado pela mulher e repete que a quer ver numa consulta.

Gonçalo vai a casa de Cremilde com a intenção de levar Kika consigo e fica a saber que Patrícia já mostrou um vídeo em que ele aparece a agredi-la com um murro. Kika ouve a história contada por Cremilde e Adelaide e fica furiosa com o pai. Ele ataca a sogra, dizendo que ela se vende por pouco ao aceitar ir viver numa casa oferecida pela filha que tanto mal tem feito. A acusação produz ainda mais revolta em Kika que grita para que ele se vá embora.

Tina e Aurora humilham Joni, que não consegue consumar a escaldante noite de amor que tinha imaginado com elas, porque foi drogado pela vendedora de legumes. Depois de o expulsarem do quarto do hotel, divertem-se com a partida que lhe pregaram.

Patrícia encontra-se com o doutor Pinto no hotel e ele esforça-se para que ela aceite transferir o dinheiro que roubou a Frederico, dizendo que está a ser investigada pelas autoridades, Patrícia não cede com facilidade e reafirma que a sua prioridade é tratar de ganhar a guarda da filha a Gonçalo. Entretanto, André e Diogo dirigem-se ao bar, fazendo com que Patrícia se distraia para ir ter com eles. O advogado aproveita para ler um email que ela acabou de receber. Patrícia ameaça André com um processo, se voltar a interferir na empresa, irritada com o facto de ele ter informado os clientes árabes que deixou de lá trabalhar. Como ele praticamente a ignora, Patrícia vai embora furiosa. Já Diogo, fica entusiasmado porque André o requisita para falarem de trabalho.

Categorias
Televisão

Comentários