Cinema

Queer Lisboa regressa com a 19ª edição

O Queer Lisboa está de regresso à capital para mais uma edição. Pela 19ª vez a cidade recebe no cinema São Jorge os mais recentes filmes de temática LGBT com muitas estreias nacionais.

O destaque desta edição vai para dois títulos:  Praia do Futuro e Eiseinstein in Guanajuato. O festival vai ainda contar este ano com workshops dados por Marc Siegel e Gustavo Vinagre. Em foco estará a crise na Grécia, o estigma do VIH/Sida, a Guerra da Independência da Argélia e os problemas dos jovens LGBT.

Destaque ainda para o cinema brasileiro com exibição de oito filmes e presença em Lisboa de Filipe Matzembacher, Marcio Reolon e Tavinho Teixeira.

O mais antigo festival de cinema da capital, tem nas palavras do seu diretor artístico João Ferreira “um olhar queer ao mundo exterior”. No total são 76 filmes, provenientes de 34 países, sendo Alemanha e França os mais representados, com 12 filmes cada um. Estarão presentes oito filmes nacionais.

Na Sessão de Abertura é apresentado o filme Praia do Futuro (Brasil, Alemanha), assinado por Karim Aïnouz. O cineasta brasileiro estará presente em Lisboa para apresentar o seu filme protagonizado por Wagner Moura, que interpreta um nadador salvador de Fortaleza que deixa para trás a mãe e o irmão encontrando em Berlim uma nova vida.

7 Kinds of Wrath (Grécia), de Christos Voupouras, pertence à competição de Melhor Longa-Metragem e procura abordar as implicações da crise Grega. Fazem ainda parte títulos como Lilting (Reino Unido), de Hong KhaouDas Zimmermädchen Lynn (Alemanha), de Ingo HaebAmor Eterno (Espanha), de Marçal Forés, Je Suis À Toi (Bélgica, Canadá), de David LambertLimbo (Dinamarca, Alemanha), primeira longa-metragem de Anna Sofie HartmannBlack Stone (Coreia do Sul, França), A Escondidas (Espanha), de Mikel Rueda e La Visita (Chile, Argentina).

Do festival fazem ainda parte a Competição de Documentáriosa secção Queer Art, que este ano passa a competição, numa parceria com a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, patrocinadora do prémio monetário no valor de 1.000€, atribuído ao realizador do melhor filme.

A atriz Lia Gama, o diretor do IndieLisboa Nuno Sena e o produtor e diretor executivo do Euroimages Roberto Olla (na competição de longas-metragens); a jornalista Charlotte Lipinska, o diretor do Temp d’Images António Câmara Manuel (na competição de documentários) e o realizador da RTP Camilo Azevedo (na competição de documentários); a programadora do festival turco Pink Life QueerFest Bilge Tas, o jornalista Jean-Sébastien Chauvin e a atriz Mariana Gaivão (na competição de curtas-metragens); o produtor Pedro Fernandes Duarte, o realizador Diogo Costa Amarante e a atriz Cláudia Jardim (na competição de filmes de escola europeus); e o programador da Berlinale Marc Siegel, o artista e curador Justin Jaeckle e a realizadora Susana de Sousa Dias (na competição Queer Art), compõem o júri da presente edição.

Categorias
Cinema

Estudante de Farmácia, amante das ciências e das artes. Gosto particular por entretenimento em diversas áreas: televisão, cinema, teatro, música.

Comentários