Resumos de Novelas

A Impostora: resumo de 19 a 24 de Setembro

Episódio 11

Diana quer saber o que Verónica pretende, será dinheiro? Verónica diz que as duas foram enganadas por Frederico, mas ela já não tem motivos para se esconder…

Celso aparece em casa de Rodrigo para tentar resolver as coisas com ele. Rodrigo conta o que aconteceu na cerimónia fúnebre. Verónica diz a Diana que só quer aquilo a que tem direito por ser mulher de Frederico e acha que os filhos de Diana vão concordar com ela. Diana avisa-a para não se aproximar dos seus filhos! Bruno tira a arma a Carolina e obriga-a a entrar para o seu próprio carro.

Diana tem um acesso de raiva, arranca os lençóis da cama e atira com o telefone.

Verónica passeia, pensativa, quando vê passar Rodrigo num carro e lembra-se do que a irmã lhe disse ao telefone sobre Frederico e o irmão.

Diana continua a atirar com as coisas que encontra no quarto de hotel.

Bruno leva Carolina para perto da margem do Rio Douro e pergunta-lhe se o Gomes lhe vende ouro roubado. Carolina diz que é uma empresária séria, mas Bruno não acredita nela. Devolve-lhe as chaves do carro e o telemóvel, mas fica com a arma. Carolina arranca de repente, deixando-o ali.

No mercado, Paulinho, Patrícia e Adelaide vendem as roupas que importaram a comerciantes.

Diana liga a Lígia e conta-lhe o que se passou na cerimónia e com Rodrigo. Lígia tenta consolá-la.

Afonso cria uma manobra de diversão para afastar Gonçalo de Luísa. Depois senta-se na mesa desta e acusa-a de lhe ter mentido, ameaçando contar a Gonçalo que ela lhe pediu o contato de outro homem.

Dinis chega a casa e encontra Isaura preocupada porque Beatriz está trancada no quarto e não abre a porta.

Dinis bate insistentemente à porta do quarto de Beatriz até esta responder.

Afonso continua a pressionar Luísa, que só pede para ele se ir embora antes que Gonçalo regresse. Marta entra e fica admirada por os ver juntos. Pergunta a Miss Ann o que se passa ali. Afonso olha para a porta e vê Gonçalo a olhar para a mesa, confuso. Diz a Luísa que é melhor ser Gonçalo a explicar-lhe os planos dela e levanta-se para ir falar com ele. Luísa fica em pânico.

Afonso diz a Gonçalo que quer ter uma conversa com ele sobre um assunto do seu interesse, deixando Gonçalo intrigado. Marta interrompe a conversa e arrasta Afonso consigo, impedindo-o de denunciar Luísa.

Marta repreende Afonso, acusando-o de se estar a meter com uma mulher casada, ainda por cima uma hóspede. Marta diz que se ele não ficar longe de Luísa terá de contar tudo a Yara. Afonso convence-se de que Marta está com ciúmes dele.

Carolina entra e surpreende-se ao encontrar Bruno ali, uma vez que na noite anterior despediu-o. Carolina volta a dizer a Bruno que ele está despedido. Ele ameaça-a, mas ela não cede à chantagem.

Guta combina com a bisavó enganar a mãe e, assim, conseguir regressar a Lisboa.

Carlos avisa a receção que vai passar a manhã na praia. Luísa ouve. Luísa leva um sumo a Gonçalo, mas Miss Ann desconfia do seu papel de esposa dedicada.

Joaquim António distribui os folhetos pelo mercado, mas Valentim repara que o panfleto está cheio de erros. Lázaro oferece-se para lhe fazer um panfleto à maneira, de borla.

Salomé apresenta o Padre Francisco a Lucrécia. Esta diz ao padre que lhe quer dar uma palavrinha sobre a sua sobrinha Vitória.

Gonçalo entra no quarto cheio de sono, amparado por Luísa, sem desconfiar da bebida que ela lhe deu.

O ensaio na Ópera não corre muito bem porque Íris recusa-se a olhar para Rodrigo. No intervalo, ele tenta falar com ela, mas ela afasta-se. Verónica, que chegou antes do intervalo, pede para falar com ele mas Rodrigo diz que não tem tempo. Verónica pergunta-lhe se ele não tem curiosidade em saber o segredo que Diana lhe esconde.

Em conversa com o padre Francisco, Lucrécia desaba a sua preocupação com Vitória por causa da morte da irmã. O padre fica na tentação de lhe contar que foi Vitória quem morreu.

Verónica diz a Rodrigo que Dinis é seu filho. Rodrigo fica em choque com a revelação.

Episódio 12

Rodrigo não acredita que Verónica esteja a dizer a verdade ao afirmar que Dinis é seu filho, mas ela garante que sabe estas coisas sobre a família dele porque é quem diz ser.

Lucrécia conta ao padre que ela e a irmã eram as duas únicas pessoas que distinguiam as gémeas.

Diana sai do hotel e apanha um táxi para o aeroporto. Instantes depois, Rodrigo chega à sua procura.

Rodrigo chega ao aeroporto e deixa o carro parado de qualquer maneira.

Rodrigo tenta encontrar Diana, mas ela já passou para a zona onde só podem estar passageiros. Rodrigo tenta chamá-la. Ela ignora-o. Verónica observa tudo à distância. Já sozinha, Diana chora.

Os seguranças avisam Rodrigo para não tentar passar. Verónica dá-lhe o seu cartão. Diz-lhe que vai regressar a Moçambique, mas em breve irá para Lisboa lutar pelos seus direitos. Aconselha-o a também ir para Lisboa, uma vez que tem lá os filhos e é lá que mora a mulher que recusou dar-lhe respostas…

Luísa volta a abordar Carlos. Ele tenta escapar-se, mas ela começa a chorar e ele fica a conversar com ela. Luísa inventa uma história e diz que o marido é alcoólico e que aquela viagem foi a última tentativa de salvar o seu casamento.

Carlos aceita finalmente o pedido de desculpas de Luísa e sugere que os dois se tratem por tu. Luísa, que trata toda a gente por você, finge adorar a ideia. Marta observa-os ao longe mas com um olhar frio.

Celso procura Rodrigo antes do concerto e encontra o amigo muito transtornado. Rodrigo abre um email da MET e descobre que não foi aceite na orquestra.

Guta diz a Carolina que fica na residência que a mãe escolheu para ela, em Lisboa, não pode é continuar a faltar às aulas. Carolina desconfia da súbita mudança de atitude da filha.

Pureza diz a Guta para não se preocupar pois vai ajudá-la a enganar a mãe.

Lucrécia está a rezar quando Jaiminho e Muzima entram na igreja, a brincar. Lucrécia percebe quem ele é e abraça-o.

O padre Francisco conversa com Salomé, Adelaide e Paulinho quando Verónica chega. Ela tira a aliança falsa e guarda-a no bolso. Depois dirige-se à obra social. O padre Francisco observa, preocupado, pois sabe que Lucrécia está na igreja.  Marta procura Luísa e diz que já percebeu que ela conseguiu criar uma proximidade mais estreita com Carlos. Luísa faz-se de desentendida.

O padre avisa Verónica da presença da tia.

Rodrigo conduz a orquestra de forma ausente. Íris, Celso e os músicos já se aperceberam de que algo não está bem.

Verónica diz ao padre que a tia não a pode ver, mas Lucrécia chega com Jaiminho e chama-a pelo seu nome.

Rodrigo engana-se e parte dos músicos seguem as suas instruções, criando confusão. O público reage com desagrado. Celso toma o lugar do amigo.

Verónica diz a Lucrécia que é Vitória e não Verónica. A tia diz que foi a primeira vez que se enganou em tantos anos, mas observa-a de forma inquiridora.

O concerto termina. O público apupa Rodrigo. Beatriz recusa-se a aceitar a ideia de que o pai tinha outra família.

Bruno e Chino raptam Gomes à porta da loja deste.

Bruno impede que Chino dê um murro a Gomes e diz que só quer um depoimento dele em vídeo, a explicar que tipo de negócios é que tem com Carolina.

Adelaide recebe um cliente e este encaminha-se com Patrícia para o quarto. Adelaide abre o computador e no ecrã surge uma janela onde se mostra o que se passa no quarto, através de uma câmara escondida atrás do espelho.

O cliente parece muito nervoso. Patrícia começa a despi-lo, mas o cliente pede-lhe que pare pois só quer conversar com ela.

Adelaide fica aborrecida e fecha o portátil.

Rodrigo está com Celso, embriagado, quando recebe um telefonema da direção da orquestra…  Dinis confessa à mãe que consegue acreditar que o pai tinha outra família…

Lucrécia aparece de surpresa para conversar com Verónica.

Na ópera, Rodrigo é recebido por um severo diretor.

Episódio 13

Rodrigo é despedido pelo diretor da Ópera.

Verónica desabafa com Lucrécia a dor da morte da irmã. Lucrécia pergunta porque é que resolveu falar de Frederico a Jaiminho agora, se nunca o quis fazer no passado.

Lígia e Guigui apoiam Diana. Guigui incentiva Diana a reagir e a dar luta a Verónica.

Decorre o baile no bairro e todos se divertem. Paulinho dança, animado, enquanto Salomé conversa com o padre Francisco. Salomé tenta convencer o padre a dançar com ela.

Verónica conta que contou a verdade agora porque sabe que Frederico já não pode importunar Jaiminho. Lucrécia estranha Vitória ir no mesmo voo que Frederico, mas Verónica diz que foi uma coincidência. Vitória viajava em trabalho.

Gomes já levou muita pancada e decide contar o que sabe. Bruno pede a Chino que ajeite a roupa e o cabelo do homem, pois ele não pode aparecer assim no vídeo.

Chino está a libertar Gomes enquanto Bruno vê no vídeo as imagens do homem a confessar que vende ouro roubado a Carolina. Gomes diz-lhes que eles não sabem no que se estão a meter…

No baile, Paulinho dá um murro a um sujeito que está a importunar Adelaide e acaba tudo à pancada. Luísa coloca três calmantes na bebida de Gonçalo, que lhe pede desculpa por estar tão sem energia. Ela convence-o a beber o sumo.

Lázaro acorda com uma sms de Guta. É uma foto dela, sorridente, em frente ao mural que ele pintou. Lázaro veste-se rapidamente.

Guta pergunta a Lázaro como é que foi capaz de pintar aquilo. Ele explica que não conseguia parar de pensar nela e queria um sítio onde a pudesse ver.

Samuel chega à empresa e Marina recebe-o com eficiência. A secretária manda entrar Verónica, que pergunta a Samuel por que é que ele a mandou chamar.

Paulinho e o padre Francisco cruzam-se com um topógrafo que está no largo a fazer um levantamento para a MZ Corporation. O padre fica preocupado.

Samuel diz a Verónica que fez tudo o que ela pediu e está na hora de ela lhe dar as provas que tem contra ele. Verónica diz que isso nunca vai acontecer. Samuel avisa que assim vão os dois entrar em guerra.

Verónica sai da empresa, determinada em não se deixar intimidar.

Lázaro e Guta beijam-se. Luísa verifica que Gonçalo está profundamente adormecido e veste o biquíni, preparando-se para sair. Quando apanha um colar que está na mesa-de-cabeceira deixa cair o candeeiro e Gonçalo acorda com o estrondo.

Gonçalo fez Luísa deitar-se com ele e dorme abraçado a ela, mas ela consegue soltar-se e sair do quarto em ele acordar.

Patrícia aparece na obra social para ir levar as crianças à vacina. O padre conta-lhe que está preocupado com o levantamento que estão ali a fazer. Patrícia diz-lhe que lhe arranja o telemóvel de uma das secretárias da administração da MZ, mas ele não pode revelar que foi ela quem lho deu.

Marta está com Miss Ann quando Luísa passa, apressada. Marta diz alto, para ela ouvir, que Carlos já está no cais.

Luísa aparece no cais e tem uma conversa cordial com Carlos. Ele lá acaba por a convidar para o acompanhar no passeio de iate. Lázaro chega ao talho com Guta, para trabalhar, e encontra Jacinto à porta.

Patrícia leva as crianças na carrinha para a vacina. O padre liga a Marina.

Marina estranha que o padre tenha o seu número pessoal e diz que não o pode ajudar. Carlos e Luísa nadam. Discretamente, ele observa o corpo dela, mas ela percebe e disfarça um sorriso.

Com a ajuda de uma camareira, Marta entra no quarto de Gonçalo levando café bem forte.

Luísa tenta seduzir Carlos. Ele sente-se tentado, mas percebe o que ela está a fazer e não gosta. Diz-lhe que não se quer meter em confusões. Marta acorda Gonçalo e ele estranha ela estar ali. A secretária de Carolina diz que há um atrito para resolver na empresa… Um tal Bruno que ela despediu apresentou-se ao trabalho. Lucrécia despede-se de Verónica e diz-lhe em surdina que sabe que ela é Verónica.

Episódio 14

Matimba diz ao padre, nervosa, que veio limpar a Igreja. Ele pergunta-lhe o que é aquilo que ela tem na mão.

Diana chega, descalça os saltos altos e conversa, cúmplice, com Rodrigo. Ele despede-se para se ir embora. Pouco depois batem à porta. Diana vai abrir e é novamente Rodrigo, que diz que se esqueceu de dizer boa noite e beija-a intensamente. Verónica entra abatida. Jaiminho preocupa-se quando a mãe diz estar cansada, recordando que ele também começou a sentir-se cansado quando ficou doente. Muzima sossega o amigo. Num bar, Guta bebe cerveja com Bob.

Guta diz a Bob que agora só vive um dia de cada vez. Bob pergunta-lhe se o namorado não se importa que ela beba cervejas com outro tipo.

Nicole recusa-se a ajudar Gustavo apertar os sapatos, dizendo que ele está cego, não está aleijado das mãos. Gustavo prepara-se para sair com ela e quer saber onde vão…

Matimba aparece na MZ a meio da noite, com um ar assustado, mas Marina diz que estão à espera dela.

Yara pergunta a Matimba se ela conseguiu o que lhe pediu… Yara verifica os papéis e fica nervosa com o que estava na posse de Vitória. Samuel chega e pergunta o que é que aquela traidora está ali a fazer.

O padre Francisco chega a casa e encontra Verónica à sua espera. Verónica diz ao padre que ele parece nervoso e pergunta-lhe o que se passa.

Samuel reage mal por Yara ter contratado aquela traidora, mas Yara diz que ela lhes prestou um grande serviço. Patrícia, Salomé e Carlos brindam ao que Vitória conseguiu fazer pelo Ximbengo quando chega Miguel, para falar com Salomé. Miguel fica tenso por encontrar ali Carlos.

Valentim tenta animar Paulinho, que está muito deprimido por não ter clientes e por ninguém lhe falar no bairro. Valentim lembra que ele é que costuma dizer que quando há ali festa, há pancadaria mas que as pessoas esquecem depressa. Paulinho responde que enquanto os virem juntos, não esquecem.

Miguel explica a Salomé que veio despedir-se dela pois vai-se embora de Moçambique. Os dois despedem-se com um abraço. Salomé fica triste. Guta continua a beber e a conversar com Bob. Nicole e Gustavo entram e sentam-se noutra mesa. Gustavo quer ir embora, mas Nicole convence-o a ficar. Gustavo conta que ficou cego a defender a namorada. Nicole diz a Gustavo que não consegue aceitar que ele, gostando da namorada, a tenha afastado. Gustavo diz que não queria que Felipa estragasse a sua vida por causa dele. Nicole fica abalada, a pensar em Picasso, e afasta-se para ir à casa de banho. Bob prepara-se para dar droga a Guta, perguntando se ela confia dele. Pousa a mão com qualquer coisa em cima da mesa. Nicole, que regressa da casa de banho, surpreende-se ao vê-lo, mas Bob disfarça. Nicole sai com Gustavo.

Rodrigo e Diana estão deitados sobre a cama, vestidos. Ele diz que a ama e que nada os vai separar. Verónica faz festas a Jaiminho, que está adormecido ao seu colo, quando recebe um telefonema de Samuel a pedir-lhe que se encontre com ele na MZ. Verónica diz que não são horas para ligar a ninguém, mas Samuel argumenta que é importante, que tem uma proposta para lhe fazer que pode reverter as coisas a favor dela. Ajoelhado na Igreja, o padre questiona-se sobre o que fez- Momento de proximidade entre Gustavo e Nicole. Ele diz-lhe que ela tem uma voz bonita e pergunta-lhe se é bonita. Ela confirma. Sem querer, a mão dele roça no peito dela. Gustavo pede desculpa e admite que lhe fez muito bem sair de casa.

Valentim deixa uma carta a Paulinho e sai, levando as malas.

Carolina diz a Vanessa para chamar Bruno. Quando ele vem, Carolina pede-lhe que tire a roupa e diz que quer fazer uma coisa diferente, quer que ele finja que se chama Gonçalo e que ela é o grande amor da vida dela… Rodrigo observa Diana enquanto ela dorme. Verónica chega à MZ. Marina diz-lhe que estão à espera dela, despede-se com um até amanhã e vai-se embora. Verónica entra e, de imediato, alguém lhe aponta uma arma à cabeça.

Episódio 15

Um homem de aspeto durão aponta a arma à cabeça de Verónica. Yara e Samuel dizem que estão ali só para ela ver caras conhecidas a dizerem-lhe adeus…

Na igreja, o padre reza e recorda o que aconteceu horas antes…

O padre pressiona Matimba para saber quem a mandou vigiá-lo e ela conta que veio às ordens de Yara.

Verónica diz a Yara e Samuel que estão a cometer um erro e pergunta se vão simplesmente matá-la. Yara ordena a Jamil que leve Verónica dali e acabe com ela. Verónica começa a rir.

Na conversa com o padre, Matimba disse-lhe que se não levasse os papéis a Yara ela era capaz de a matar. O padre diz então a Matimba que ela vai levar as provas a Yara, mas vai fazer o que ele lhe disser. Bruno não aguenta que Carolina continue a chamar-lhe Gonçalo, pois assim não consegue entusiasmar-se. Carolina expulsa-o do quarto.

Bob vem da casa de banho e encontra Guta aparentemente adormecida em cima da mesa. Tenta acordá-la, mas ela não dá acordo de si. Assustado, Bob sai discretamente e deixa Guta desmaiada no bar.

A empregada do bar encontra Guta desmaiada, percebe o que aconteceu e pede ao colega para chamar uma ambulância.

Verónica pergunta a Yara e Samuel se eles acham que ela é tão parva que esconderia as provas todas num só local.

Verónica pergunta-lhe, chocada, como é que ele entregou as provas a Matimba. O padre explica que entregou os originais a Matimba, mas fez cópias para ela.

Verónica tira da mala, folha atrás de folha, as cópias das provas e pergunta a Yara e Samuel se só eles têm as provas, então o que é aquilo? Verónica diz que se a matarem faz aparecer mais mil cópias. Yara manda Jamil sair.

Lázaro recebe um telefonema urgente a meio da noite. Lázaro conversa com uma enfermeira quando Íris e Celso chegam ao hospital. Lázaro diz que Guta entrou desmaiada e que é melhor avisar os pais dela.

Rodrigo acorda com o telemóvel a tocar a meio da noite. Íris conta-lhe o que se passou com Guta.

Samuel e Yara discutem. Samuel diz a Yara que a tinha avisado em relação a Matimba não ser de confiança e preocupa-se por ela ter visto as provas. Yara diz que a mulher não tem inteligência para perceber o que lê. Samuel diz que vão perder um negócio de milhões e deixaram Verónica em ponto de ebulição. O médico aparece para falar com os familiares de Guta e diz que ela entrou em coma alcoólico e teve muita sorte, porque a combinação de álcool com ecstasy é muitas vezes letal. Bob aparece no bar onde esteve na véspera com Guta para saber se ela se safou. A empregada recebe-o com má cara e diz para ele se por a milhas ou chama a polícia, pois deixou ali uma miúda a “patinar”.

Paulinho acorda e procura Valentim, mas não obtém resposta. Paulinho encontra a carta que o companheiro lhe deixou…

Samuel oferece a Luísa um bonito anel, pelo noivado… e um acordo pré-nupcial que prevê a total separação de bens.

Marta conversa com Daniel sobre o Ximbengo e propõe, de forma velada, acabarem com o caniço para resolver o problema de vez.

Luísa faz um grande esforço para fingir que não se importa nada com o acordo pré-nupcial quando, na verdade, está furiosa.

Nicole conversa bem-disposta com Gustavo quando Diana chega de Maputo. Diana abraça o irmão. Nicole gela, pois sabe que ela é a mãe de Dinis. Rodrigo repreende Guta e diz-lhe que não a pode perder. Guta chora e promete que não volta a acontecer.

Diana fala com Beatriz sobre os seus sentimentos por Rodrigo e pede à filha que confie nela.

Patrícia diz ao padre que vai voltar para Portugal. Francisco fica angustiado.

Luísa já assinou o acordo. Samuel traz champanhe para comemorar o momento.

O padre pede a Patrícia para não se ir embora.

Um grupo de mafiosos armados entra no largo. Verónica protege Jaiminho. O padre e Patrícia beijam-se e despem-se.

O grupo começa a arrastar pessoas de dentro das casas. Verónica intervém e é agredida na cabeça com a coronha de uma arma. Um fio de sangue escorre da sua testa.

Categorias
Resumos de Novelas

Comentários